segunda-feira, outubro 31, 2011

Agente carcerário é feito refém durante motim em Piraquara

Um motim com refém é registrado na Penitenciária Estadual de Piraquara II (PEP II) , na região metropolitana de Curitiba, nesta segunda-feira (31). Um agente carcerário foi feito refém, por volta das 9 horas, de acordo com a PEP II e o Sindicato dos Agentes Penitenciários do Paraná. Ele não foi ferido pelos detentos.

Apesar de na penitenciária haver confirmação de motim, segundo a Secretaria de Estado da Justiça, Cidadania e Direitos Humanos o ato estaria sendo feito por apenas de três detentos que pedem transferência da unidade.

De acordo com informações da PEP II, um detento surpreendeu o agente carcerário e o fez refém. Ele contou com a ajuda de outros presos da cela. A confusão não se espalhou para outras celas da penitenciária.

A informação inicial foi de que o agente havia sido solto por volta das 11h40 e não estava ferido. A liberação do refém deixou de ser confirmada pela penitenciária por volta do meio-dia. A assessoria de imprensa da Secretaria de Estado da Justiça, Cidadania e Direitos Humanos disse, por volta das 11h50, que o agente carcerário ainda era mantido refém.

Equipes do Comando e Operações Especiais (COE) e do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) da PM estavam no local, assim como o Centro de Operações Policiais Especiais (Cope) da Polícia Civil.

O agente teria sido rendido quando foi liberar os presos para o banho de sol. O motim começou em um cela da sexta galeria do bloco 3 da PEP II. Não há informações sobre presos ou policiais feridos.

As negociações ainda estavam em andamento, por volta das 12h05, de acordo com a PEP II. Um juiz era aguardado na unidade.
Fonte: Gazeta do povo 31/10/2011

Mensalidades escolares para 2012 sobem acima da inflação

Escolas particulares de Curitiba já informaram aos pais os reajustes das mensalidades do ano que vem e, em vários colégios da capital, o índice supera a inflação do período. Enquanto o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) acumulado nos últimos 12 meses na Grande Curitiba é de 8,3%, algumas escolas reajustaram as mensalidades de 2012 em até 10,6%. Apesar de parecer difícil escapar destes aumentos, especialistas dão dicas para tentar barganhar um desconto (veja mais nesta página).

A Gazeta do Povo ouviu pais e escolas para saber o valor dos reajustes e conseguiu o índice de dez instituições – quase metade dos aumentos foi informada pelas famílias e não confirmada pelos colégios (veja no quadro). A média de reajuste das escolas é de 9,1%, 0,8 pontos porcentuais acima da inflação oficial na capital.

Hora da conversa

Fidelidade ajuda na negociação

O consultor em finanças pessoais Altemir Farinhas, da Equilíbrio Financeiro, afirma que os pais têm ferramentas para barganhar descontos nas mensalidades dos filhos: a fidelidade é a maior delas. “O pai precisa analisar há quanto tempo o filho estuda na escola e jogar isso com a direção do colégio. Questionar, por exemplo, qual o benefício que ele vai ter em deixar seu filho na escola por mais um ano”, explica.

Outra recomendação é pedir planilhas de custos para saber a razão dos aumentos. “Isso pode ser feito também no sentido contrário. Caso a família esteja em uma situação financeira não tão favorável, é possível pedir que seja dado um desconto durante um tempo, para evitar a saída do aluno”, ressalta Farinhas. (JPS)

Pechinche!

Especialistas em finanças pessoais e Direito do Consumidor destacam alguns pontos na hora de barganhar um desconto:

- Use a fidelidade a seu favor: quanto mais tempo o aluno permanecer no estabelecimento, maior a chance de descontos.

- Busque sempre a planilha de custos da escola para saber se o reajuste praticado pela administração condiz com os gastos do colégio (este é um direito seu, garantido pela Lei 9.870/99).

- Se há mais de um aluno da mesma família na escola, pode-se pedir descontos para os estudantes. A prática já é comum entre os colégios, mas há sempre a possibilidade de tentar barganhar um valor maior.

- Se a família não estiver em boas condições financeiras, há a possibilidade de ter uma conversa franca com a direção da escola. Pode-se pedir um desconto por um tempo determinado para evitar a saída do aluno – há grandes chances de se conseguir a ajuda, já que as escolas teriam margens para a redução, afirmam os especialistas.

Mãe usa internet contra reajuste de escola

Nem todos os pais estão satisfeitos com os preços praticados pelas escolas particulares. Sentindo-se refém dos colégios por ter de demonstrar a intenção de ficar com a vaga das crianças sem ao menos saber para quanto subiria a mensalidade no próximo ano, a professora de ioga Mayra Correa e Castro organizou um movimento pela internet para chamar a atenção dos outros pais.

O maior aumento foi verificado no Colégio Medianeira, onde a mensalidade será reajustada em 10,6% no ano que vem. Já o menor reajuste foi encontrado no Colégio Erasto Gaertner, onde o valor pago por mês para um aluno no 7.º ano, segundo uma mãe, vai passar de R$ 511 para R$ 544 – aumento de 6,45%, abaixo da inflação.

De acordo com o diretor financeiro e administrativo do Colégio Medianeira, Gilberto Vizini Vieira, o reajuste contempla a planilha de custos da escola com a folha de pagamento e investimentos. “Além disso, vemos o que está sendo cobrado no mercado; não adianta um reajuste ser muito alto, porque prejudica a escola”, explica Vieira. O Colégio Erasto Gaertner não retornou a ligação.

As justificativas informadas à reportagem para os aumentos das escolas são os custos dos serviços educacionais e o investimento na infraestrutura das unidades. A filha da arquiteta Luciana Sans de Menezes, Laura, vai para o 5.º ano do Colégio Sion. Hoje, para o 4.º ano, ela paga por mês R$ 708,30, e passará a pagar em 2012 R$ 775,58 – aumento de 9,5%. “Eu acho que o reajuste está de acordo com que o que verificamos. Eu gosto do corpo técnico da escola e percebo melhorias constantes no colégio. O índice está dentro do que estamos acompanhando”, avalia Luciana.

“Tiro no pé”

Entretanto, para o economista do Dieese-PR Sandro Silva, como o reajuste é anunciado ao mesmo tempo pelas escolas, a concorrência fica prejudicada. “Além disso, investimento não pode ser justificativa para o aumento, tendo em vista que este é um risco do capital. Esses reajustes só são aceitos porque ainda há alta na renda dos trabalhadores, mas, caso a economia do país cresça menos, é possível que muitos pais tenham de tirar os filhos das escolas. Pode ser um tiro no pé”, analisa Silva.

O presidente do Sindicato das Escolas Particulares do Paraná (Sinepe-PR), Ademar Pereira, explica que não há uma recomendação única sobre o reajuste das escolas. “O Sinepe não interfere; cada escola tem sua política de reajuste e sabe o que o aumento representa. Nós não temos levantamento de quanto cada escola deve repassar”, salienta Pereira.

A coordenadora do Procon-PR, Claudia Silvano, explica que a lei que trata do assunto não limita os reajustes, mas observa que as correções precisam ser divulgadas com antecedência mínima de 45 dias. “O aumento precisa ser justificado e as escolas devem fornecer explicações. Caso contrário, os pais podem buscar os órgãos de defesa do consumidor”, ressalta.
Fonte: Gazeta do povo 31/10/2011

Caximba, um ano depois

Há um ano, o Caximba entrou em estado de graça. O Aterro Sanitário de Curitiba, que posteriormente ficou conhecido pelo nome do bairro onde estava instalado, deixou de funcionar após 21 anos recebendo o lixo de Curitiba e da região metropolitana. Nos primeiros 365 dias sem absorver os restos da capital, os urubus que faziam parte da paisagem desapareceram e o ar lembra o de outros pontos da cidade, sem o odor característico da mistura entre lixo e gás metano. Agora, a comunidade tem dois novos alvos. O primeiro é melhorar a estrutura da região. O segundo é desconstruir o estigma que acompanha os moradores: o de vizinhos do lixão.

A esperança de que o fim do Caximba se reverteria em melhorias rápidas ao bairro não se concretizou e os moradores aguardam obras reivindicadas há anos. O local conta com certas peculiaridades: falta asfaltamento na rua, parte da população não tem saneamento e a região, ainda, concentra loteamentos irregulares.

Parque é esperança de mudança

Não se sabe em quanto tempo, mas o Aterro do Caximba deve se transformar em um parque municipal. Aliás, como construções de engenharia mais elaboradas não são recomendadas sobre aterros, por impedirem a dissipação do gás, o aproveitamento de áreas verdes e criação de áreas de lazer são as soluções mais comuns encontradas pelas cidades. “O projeto de se implantar um parque persiste. Pode ser que daqui a cinco anos seja possível”, afirma a secretária municipal do Meio Ambiente, Marilza Oliveira Dias.

Apesar das promessas, o povo do Caximba é como São Tomé: só vai acreditar nas benfeitorias quando se tornarem realidade. “Foi prometida a construção de uma academia ao ar livre. Até agora nada”, diz a artesã Lila Oslicki, de 43 anos. “Seria uma boa [um parque]. As crianças daqui não têm nada para fazer”, afirma o aposentado Odair Rocha, de 58 anos. “Acho que não vai ser feito nada aqui. Qualquer pessoa sensata não vai levar o filho em um parque que gera gás metano”, argumenta Jadir Silva de Lima.

Contudo, o parque pode enterrar de vez o estigma carregado pelo bairro e pelos moradores. “Não era fácil viver aqui, especialmente no início. O preconceito por estarmos próximos ao lixão era muito forte. Agora diminuiu bastante”, diz a diretora do Colégio Estadual Maria Gai Grendel, Sonia Hinça. “Tivemos aumento de mil alunos de 2010 para 2011. Não havia me atentado ao fato que o fim do Caximba possa ser um dos motivos.”

Aterros temporários dão conta do recado

Desde que o Caximba foi desativado há um ano, entraram em cena os aterros temporários. Segundo a Secretaria Municipal de Meio Ambiente, 2,4 mil das 2,5 mil toneladas de lixo são destinadas ao aterro da Estre, em Fazenda Rio Grande – as 100 toneladas restantes vão para a Essencis, na divisa de Curitiba com Araucária. A Estre e a prefeitura avaliam de forma positiva o trabalho.

“A operação atual atende a todas as condicionantes do IAP [Instituto Ambiental do Paraná]”, diz a Estre, que promete construir um instituto para trabalhar educação ambiental com a comunidade. “Temos feito fiscalização por meio do Consórcio Municipal e a situação da destinação de resíduos está administrada”, afirma a secretária municipal do Meio Ambiente, Marilza Oliveira Dias.

Os aterros temporários têm contrato vigente por mais um ano, com possibilidade de renovação por outros dois. Eles serão usados enquanto o Sistema Integrado de Aproveitamento de Resíduos, que deve ser construído em Mandirituba, não sair do papel. A licitação para a contratação das empresas está parada em função de uma disputa judicial entre dois concorrentes. (VB)

A prefeitura diz que a situação vai mudar em breve. “A lei complementar 82/11 vai beneficiar 6,8 mil famílias que mo­­ram em 83 áreas na condição de clandestinos, porque foram loteadas sem aprovação da planta na prefeitura”, diz a nota enviada à Gazeta do Povo.

Novas soluções devem ser discutidas também na nova Regional do Tatuquara, subprefeitura da qual o Caximba é membro. O aterro, porém, deixou desconfianças e parte da comunidade não crê em mu­­danças enquanto elas não estiverem efetivamente concluídas.

“A situação não vai mudar, porque a subprefeitura de um local não supre as necessidades das outras regiões. Pode até ajudar o Tatuquara, mas não vai nos ajudar”, diz o presidente da Aliança para o Desenvolvimento Comu­­nitário da Caximba (Adecom), Jadir Silva de Lima, um dos principais responsáveis pelo fe­­chamento do aterro.

A prefeitura, por outro lado, argumenta que a nova regional facilita a definição de ações prioritárias. “Procuramos dentro do orçamento da cidade eleger as prioridades”, argumenta a secretária municipal do Meio Ambiente, Marilza Oliveira Dias.

Montanha de lixo

A montanha de lixo criada em função do aterro requer acompanhamento. Conforme a prefeitura, ações na manutenção são realizadas com frequência, inclusive com o controle da estabilidade e as tentativas de adequação do chorume aos índices ambientais recomendáveis. “Várias ações foram executadas, especialmente na parte de manutenção, para garantir o encerramento adequado, dentro das condições ambientais”, afirma Marilza. Prova da melhoria do am­­biente foi o aumento de mamíferos da região: de 8 para 23, segundo a secretaria.

O próximo passo deve ser a criação de um sistema de geração de energia a partir do gás metano produzido pelo aterro – hoje, ele é queimado, deixando uma característica chama azul no topo do morro. O edital elaborado pela prefeitura está pronto, mas depende de uma evolução do mercado de crédito de carbono. “Nesse momento, a viabilidade financeira do crédito de carbono não está boa, em razão das discussões sobre a renovação do protocolo de Kyoto”, explica Marilza.

Sem prazo definido e dependendo de obras, a outra promessa é transformar a Caximba em um parque. “O próprio monitora­­mento vai indicar quando haverá a possibilidade. Enquan­­to isso, as obras de manutenção são realizadas”, diz. Para os mo­­radores, essa é a esperança de deixar de vez para trás um passado envolto em lixo.

O interior fica aqui

Ir ao Caximba é como estar em uma cidade do interior. Na paisagem de pequenas chácaras e olarias, veem-se pessoas que usam cavalos como meio de transporte, observa-se a criação de carneiros, bate-se na porta de uma casa sem muros e deixa-se a mente relaxar acompanhando os pescadores nas cavas do Rio Iguaçu. A 23 quilômetros do Marco Zero, o bairro é o mais distante do Centro de Curitiba. O relógio não mente: se for visitar o local, prepare-se para uma boa hora no assento do carro ou duas horas no vaivém do ônibus.

Vizinho de localidades relativamente novas e bem povoadas, como o Tatuquara e o Campo do Santana, o Caximba é mais tradicional. Recheado de famílias italianas e polonesas, o local concentra grandes lotes divididos entre elas. As olarias são a principal atividade e os tijolos são usados na construção civil de toda a capital, orgulham-se os moradores. A tranquilidade, en­­tre­­tanto, ainda não se reverteu em aumento populacional da região: de 2000 a 2010, o bairro teve crescimento demográfico irrisório.

A explicação para a manutenção populacional está na ponta da língua: o lixão e a falta de estrutura. Se você pretende se mudar para lá, saiba que os Correios não chegam a alguns endereços, em razão das áreas serem consideradas irregulares. “Estamos abandonados. O carteiro não vem até aqui. Recebo minha correspondência nos comércios”, conta o aposentado Odair Rocha, de 58 anos. Saneamento? Não consta. “Temos água, mas o esgoto não chegou”, diz o aposentado Pedro Michele, de 64 anos.

As crianças do Caximba não têm parques, canchas municipais ou praças. Resultado: a escola da comunidade precisa arrumar passatempos educativos para os jovens. “Os alunos passam o dia inteiro na escola. Eles não têm lazer nenhum”, afirma a diretora do Colégio Estadual Maria Gai Grendel, Sonia Hinça. No contraturno, os estudantes aprendem a cuidar da horta, jogam futsal, cantam em corais e dançam no salão. “Nossa realidade é a da falta de estrutura. Nem mesmo internet ou banda larga funcionam aqui.”
Fonte: Gazeta do povo 31/10/2011

domingo, outubro 30, 2011

Curitiba e RMC registram 13 mortes violentas no fim de semana

reze mortes violentas foram registradas em Curitiba e região metropolitana neste fim de semana. Os dados são do Instituto Médico Legal (IML) e refornecem ao período das 19 horas de sexta-feira (28) até a tarde deste domingo (30). Das mortes, nove foram causadas por armas de fogo e quatro por agressão com armas brancas. O número de casos quase triplicou em comparação com o final de semana passado, em que a região registrou sete mortes depois de um período de 60 horas sem assassinatos na capital.

Ao todo foram nove homicídios só em Curitiba, dois deles dentro de bares. Na tarde deste domingo, o segurança Marco Aurélio Siqueira, de 41 anos, foi assassinado a facadas depois de uma discussão durante um jogo de sinuca no bairro Boqueirão. E na madrugada de sábado para domingo, Valdemir Alves Ferreira, de 41 anos, foi baleado e morto em um bar no bairro Novo Mundo. Na ocasião, outro homem também foi atingido pelos tiros, mas sobreviveu. No dia 10 de julho, o irmão de Valdemir, Luiz Carlos Ferreira, de 40 anos, foi morto no mesmo bairro.

A maioria dos crimes ainda está sob investigação, mas há suspeitas de que alguns tenham sido motivados por discussões pessoais e vingança. Em Piraquara, um homem atacou os dois enteados com uma faca na noite de sábado e foi morto com um tiro logo em seguida. De acordo com a Polícia Militar, depois de uma discussão, Juanez da Silva, de 39 anos, agrediu os enteados com uma faca.

Tais Alessandra dos Anjos, de 18 anos, não resistiu aos golpes e morreu, o irmão dela foi encaminhado com ferimentos ao Hospital Universitário Cajuru. Depois do crime, Juanez tentou fugir, mas foi alcançado por pessoas que presenciaram a cena e acabou baleado e morto.
Fonte: Gazeta do povo 30/10/2011

sábado, outubro 29, 2011

Assassinato de jovem músico completa um ano sem solução

Toda vez que ouve a música “Have You Ever Seen the Rain?”, do Creedence, Célia Maria Maia vai às lágrimas. A canção era tocada no contrabaixo pelo filho dela, Matheus Hoepers, assassinado em outubro do ano passado, no bairro Uberaba, em Curitiba. Conforme o tempo passa, no entanto, a dor da família aumenta. No mês em que a morte completa um ano, a polícia continua investigando o caso.

Matheus foi baleado à luz do dia na esquina das ruas Dona Saza Lattes e Professor Paulo Dassumpção, no bairro Uberaba, no dia 1.º de outubro. O jovem – que tinha acabado de completar 17 anos - voltava da aula de música, perto da casa em que morava. Os autores do crime chegaram em um Ecosport preto, que foi flagrado por câmeras de segurança da vizinhança.

Descrito como um rapaz gentil, responsável e sem inimigos, o adolescente tinha uma vida regrada, sem envolvimento com qualquer atividade ilícita. As investigações se arrastam sem que a polícia tenha conseguido reunir provas para concluir o caso. “O que se constata é que o Matheus era um rapaz acima de qualquer suspeita. Vasculhamos tudo na vida dele e não encontramos nada que justificasse este crime. Isso nos leva a crer que a situação [que motivou o crime] não fosse com ele”, disse o delegado Jaime da Luz, da Delegacia de Homicídios (DH), responsável pelas investigações.

Nas últimas semanas, os investigadores se debruçam sobre a agenda de telefones de suspeitos e está fazendo o cruzamento de informações técnicas levantadas. Para o delegado, a motivação do assassinato pode estar relacionada a um eventual sequestro ou roubo. “Algo teria dado errado e o rapaz, atingido”, supõe o delegado.

Outra linha de investigação – não descartada – envolve a ex-madrasta de Matheus, uma mulher de 32 anos, que chegou a ser presa temporariamente, em janeiro deste ano. Ela foi casada e tem uma filha – hoje com seis anos – com o pai de Matheus. Na ocasião, a polícia levantou a hipótese de ela ter sido a mandante do crime, como forma de se vingar do ex-marido, que, após a separação, conquistou a guarda da menina.

Computador

A DH está analisando o computador pessoal da mulher, apreendido no início do ano. O objetivo é tentar rastrear trocas de mensagens que façam menção ao crime. O namorado dela também é investigado. Segundo Jaime da Luz, a mulher segue como suspeita, mas não há provas contra ela. “As investigações continuam até para manter esses antigos suspeitos ou então descartá-los”, disse o delegado.

Família vive entre a dor a indignação

O assassinato do filho passou a ser um divisor de águas para a família. Célia Maia conta os dias a partir da data do crime. “Hoje faz 56 semanas exatas”, menciona. Por oito meses, ela conseguiu continuar morando na mesma casa – localizada a duas quadras de onde o crime ocorreu. Sem suportar a dor, a família optou por se mudar para outro bairro. “Aquele lugar [o local onde Matheus foi baleado] parecia um imã. Eu passava ali o tempo todo, como se tivesse ficado qualquer coisa dele ali, no ar”, diz Célia.

De quando em quando, a mãe do jovem se pega acariciando o contrabaixo que foi do filho, como se fosse o próprio menino que estivesse ali. A falta também se estende aos irmãos de Matheus: Arthur, de 10 anos, e Ana, de três anos e meio. “Ele [Matheus] vivia correndo pela casa com os menores. É difícil para todo o mundo”, menciona.

Indignação

A dor da falta se transforma em indignação quando Célia relembra que os assassinos do filho dela estão na rua. Engajada, criou um blog (matheushoepers.blogspot.com), onde escreve sobre o caso e, por vezes, desabafa. “Muitas vezes, essa indignação é o que me faz ficar em pé, porque eu não vi os responsáveis serem punidos. Então eu fico entre a dor e este sentimento forte”, disse.

Célia quer que o caso de Matheus sirva de exemplo para repensarmos a segurança pública como um todo. O maior temor da mãe é de que os casos de homicídio sejam tratados apenas como números em estatísticas. “A gente tem que parar de ser conivente com isso. Está na hora de despertarmos. A sociedade precisa acordar”, brada.
Fonte: Gazeta do povo 29/10/2011

Luciano deixa UTI, mas segue internado em hospital

O cantor Luciano deixou a UTI e foi para um quarto no Hospital Santa Cruz, em Curitiba, informou boletim médico divulgado às 19h. Nesta noite, o artista ficará acompanhado pela mulher e pais, e os irmãos Emanoel e Zezé Di Camargo.

Pais

A mãe Helena Camargo agradeceu o Brasil por rezar pela saúde do filho. "Quero dizer que Luciano está bem e que eles estão juntos", disse. Antes de chegar para visitar o filho, Helena completou que "só estamos esperando para ir para casa".

O cantor Luciano segue internado em um quarto do hospital, onde realizou exames para verificar o nível de potássio no sangue.

A possibilidade de arritmia e parada cardíaca foi descartada, mas Luciano permanece na UTI para acompanhamento psicológico. Os médicos que o atendem disseram que o cantor passa bem e está animado.

Os médicos também explicaram que a dieta do cantor já está normal, com a ingestão de frutas e legumes. Ele também jogou videogame nesta manhã com a mulher Flávia Fonseca e fisioterapeutas do hospital, como parte de uma atividade de terapia ocupacional.

“Uma vez começado o tratamento, vamos continuar, até porque ele não parece estar angustiado por estar na UTI. Agora há pouco, ele estava brincando de videogame com os fisioterapeutas e a esposa, e estávamos bravos com ele porque ele ganhou”, brincou o neurologista e coordenador médico da UTI Geral do Hospital Santa Cruz Hipólito Carraro Junior, durante a coletiva de imprensa no fim da manhã deste sábado.

Durante a madrugada, o artista recebeu visitas e foi acompanhado pelos pais, Francisco e Helena Camargo, o irmão Emanuel e a esposa Flávia Fonseca.

Show

Durante o show de sexta-feira (28) no Teatro Guaíra, em Curitiba, o cantor sertanejo Zezé di Camargo falou sobre a discussão com Luciano e o anúncio de separação dos dois. "Oi gente, tudo bem com vocês? Comigo mais ou menos", disse o cantor logo após a segunda música do espetáculo.

Camargo explicou que os dois tiveram um desentendimento no camarim antes da apresentação de quinta-feira (27) e que Luciano voltou para o hotel. Ele começou então o show sem o irmão e não esperava que Luciano voltasse nem que anunciasse o fim da dupla. O cantor afirmou ainda que foi pego de surpresa pela internação do irmão, na manhã desta sexta-feira.

O cantor disse que pretende continuar a dupla. "Melhoras aí. Estou junto com você, quer você queria, quer você não queira. Eu sou seu irmão e te amo", declarou. "Onde você for eu vou atrás". Emocionado, o cantor disse que estava sentindo falta do irmão no show desta sexta-feira.

"Ontem (quinta-feira) eu estava fazendo o show emburrado com o meu irmão. E hoje estou sentindo uma baita falta dele", confessou. O cantor disse que não levará em conta qualquer palavra que tenha sido dita e que pretende continuar a carreira ao lado de Luciano.

Internação

Uma alteração no nível de potássio, causada pelo uso de diuréticos, foi o motivo da internação de Luciano, conforme o primeiro boletim médico divulgado na tarde de sexta-feira.

Segundo o neurologista Hipólito Carraro Junior, "alterações do potássio podem levar à parada cardíaca e assim optamos por manter o Luciano sob observação na UTI". Na manhã deste sábado, o médico explicou que o risco de arritmia foi ocasionado pelo uso de diuréticos ligado a um maior consumo de laxante – que o cantor precisa usar periodicamente devido a um intestino preso - e uma má alimentação ocasionada pela “correria” da turnê. Para o médico, o tratamento com diuréticos estava sendo feito corretamente – o mal-estar sofrido pelo cantor seria um “efeito colateral” do tratamento.

O neurologista comentou que o artista usava diuréticos para conter inchaços no braço e na perna. O excesso do produto baixou o nível de potássio no sangue do cantor, que corria o risco de sofrer uma arritmia. Em coletiva de imprensa, o médico declarou que Luciano começou a sentir um desconforto no peito após o show de quinta-feira (27). Ele chegou ao hospital assustado na manhã de sexta-feira, por volta das 9h.

Apesar de ressaltar que Luciano possui uma dieta alimentar saudável, o médico confirmou que o cantor não havia se alimentado antes do show na noite de quinta-feira (27), o que contribuiu para diminuir o nível de potássio no sangue.

“A grande prescrição, a partir de agora, é uma preocupação maior dele com os hábitos alimentares durante o período de turnê”, afirmou o neurologista.

Segundo o boletim médico divulgado neste sábado, exames de controle do potássio no sangue apresentaram valores crescentes desde a internação do cantor. A última medida foi de 3,2 mEq/L (mili equivalentes por litro). O ideal é que essa medida chegue a 4 ou 4,5 mEq/L.

Visitas do irmão e da apresentadora Xuxa

Zezé di Camargo visitou, nesta tarde, o irmão Luciano, que está internado no Hospital Santa Cruz, em Curitiba. Na saída ele declarou à impressa que o irmão está bem e negou o fim da dupla. "Meu irmão está bem e nós nascemos para cantar juntos", disse o cantor.

A apresentadora Xuxa também visitou o cantor Luciano. Ela estaria em Curitiba para assistir a um jogo de vôlei da filha Sasha e ficou sabendo da internação. Além da artista, a família do cantor e cinco produtores da dupla também estão no hospital.

Movimentação

Durante todo o dia, houve uma grande movimentação da imprensa e de alguns fãs em frente ao Hospital Santa Cruz. Entre as mais de 40 pessoas no local, estava a dona de casa Deise Sabatke, de 62 anos, que foi "mandar energias positivas" para Luciano. “Quero muito que eles fiquem juntos, a dupla não pode se separar”, explicou.

Separação

No show do Teatro Guaíra, na quinta-feira, em Curitiba, a dupla sertaneja Zezé di Camargo e Luciano anunciou a separação. Zezé Di Camargo subiu sozinho no palco, iniciou a apresentação e fez um desabafo. Ele pediu a ajuda da plateia para cantar e disse que era a segunda vez que isso acontecia em mais de 20 anos de carreira.

A certa altura, Luciano também subiu ao palco e disse que cumpriria seus compromissos com a dupla até o fim do ano. No palco, ele deu a entender que está com problemas de saúde. "Não consigo mais lidar com isso e a culpa é da minha saúde. Vou dar o máximo de mim até o fim do ano, mas a partir do ano que vem meu irmão vai continuar sozinho. Vocês serão a segunda voz que ele sempre mereceu", disse Luciano.

Na rede de microblogs Twitter, a assessoria de imprensa da dupla desmentiu a separação. "A história de Zezé di Camargo e Luciano não acabou. Os dois, como todos irmãos, tem seus desentendimentos. A dupla continua! Equipe ZCL", foi o post.

Carreira

Atualmente, a dupla está comemorando 20 anos de carreira. São 35 milhões de cópias vendidas de seus 21 discos. Mesmo depois de tanto tempo, Zezé di Camargo e Luciano continuam sendo lembrados entre os artistas mais populares em pesquisas de opinião com jovens. A dupla também ganhou visibilidade com o filme “Dois Filhos de Francisco”, em 2005, de Breno Silveira. O primeiro LP, “É o Amor”, foi lançado em 1991.
Fonte: Gazeta do povo 29/10/2011

sexta-feira, outubro 28, 2011

Dupla Zezé Di Camargo e Luciano anuncia o fim em Curitiba


Depois de anunciar o fim da dupla sertaneja Zezé di Camargo & Luciano no show de quinta-feira (27), o cantor Luciano foi internado na UTI do Hospital Santa Cruz, em Curitiba, na manhã desta sexta-feira (28). O cantor passa bem, segundo informações de uma funcionária que prefere não ser identificada.

A causa da internação foi uma overdose de remédios. Não há no cadastro médico informação sobre a medicação ingerida, nem a quantidade. As assessorias dos artistas e do hospital não confirmam a informação.

O cantor deu entrada no hospital às 10 horas da manhã desta sexta-feira. Os produtores Júlio e Regina acompanham o artista. A assessoria de imprensa da dupla disse que nesta tarde fará um pronunciamento sobre o futuro da dupla, que está incerto.

Em frente ao Hospital Santa Cruz há uma grande movimentação da imprensa e de alguns fãs. Entre as mais de 20 pessoas no local, está a fã Deise Sabatre, de 62 anos, que foi "mandar energias positivas" para Luciano e torce para os irmãos continuem juntos na carreira.

Sobre o show desta noite em Curitiba, o empresário da dupla Silvio Luciano -- que está saindo de Congonhas (SP) vindo para Curitiba neste momento -- afirmou que não há garantia de que ele vá acontecer, pois que não há previsão de alta para o cantor. Já a produção local do show, afirmou que o espetáculo acontecerá somente com Zezé di Camargo.

Separação

No show do Teatro Guaíra, na quinta-feira, em Curitiba, a dupla sertaneja Zezé di Camargo e Luciano anunciou a separação. Zezé Di Camargo subiu sozinho no palco, iniciou a apresentação e fez um desabafo. Ele pediu a ajuda da plateia para cantar e disse que era a primeira vez que isso acontecia em mais de 20 anos de carreira.

A certa altura, Luciano também subiu ao palco e disse que cumpriria seus compromissos com a dupla até o fim do ano. Ele deu a entender que está com problemas de saúde. "Não consigo mais lidar com isso e a culpa é da minha saúde. Vou dar o máximo de mim até o fim do ano, mas a partir do ano que vem meu irmão vai continuar sozinho. Vocês serão a segunda voz que ele sempre mereceu", disse Luciano.

Na rede de microblogs Twitter, a assessoria de imprensa da dupla desmentiu a separação. "A história de Zezé Di Camargo e Luciano não acabou. Os dois, como todos irmãos, tem seus desentendimentos. A dupla continua! Equipe ZCL", foi o post.

Carreira

Atualmente, a dupla está comemorando 20 anos de carreira. São 35 milhões de cópias vendidas de seus 21 discos. Mesmo depois de tanto tempo, Zezé Di Camargo e Luciano continuam sendo lembrados entre os artistas mais populares em pesquisas de opinião com jovens. A dupla também ganhou visibilidade com o filme “Dois Filhos de Francisco”, em 2005, de Breno Silveira. O primeiro LP, “É o Amor”, foi lançado em 1991.
Fonte: Gazeta do povo 28/10/2011

Dia do funcionário público

O dia 28 de outubro é dedicado ao funcionário público como uma data comemorativa de especial significado no calendário brasileiro.
Trata-se de um momento de grande importância, por contemplar milhões de brasileiros, nas diversas esferas de poder, que contribuem e servem ao Estado e, em especial, à sociedade, nas mais diferentes áreas de trabalho.

Parabéns a todos os servidores municipais, estaduais e federais pelo Dia do Funcionário Público, comemorado nesta sexta-feira (28)!
Fonte: olhoabertopr.blogspot.com

Curitiba: Gustavo Fruet ou Léo de Almeida Neves deverá assumir a presidência do PDT

Noticias da Rede PDT dão conta que a executiva estadual do PDT vai apreciar nos próximos dias uma nova composição para o partido na Capital, que está sendo reconstituído pelo ex-deputado Gustavo Fruet (foto) “com o acompanhamento” dos presidentes nacional, Carlos Lupi, e estadual, Osmar Dias.
Mas há quem discorde sobre esta decisão, de volta ao PDT, o jornalista Sylvio Sebastiani acha que Gustavo Fruet não deve ser presidente do PDT de Curitiba, Seria mais uma tarefa para o pré-candidato a prefeito e poderia gerar “atritos de mando” com os companheiros, tem que estar livre.
Léo de Almeida Neves (foto) é o ideal, pois tem tarimba nesta área de muitos anos, tem conceito, tem respeito de todos, até dos adversários e nacionalmente também é respeitado, defendeu Sebastiani.

Rede PDT
Fonte: http://olhoabertopr.blogspot.com/

quinta-feira, outubro 27, 2011

Confira o que funciona nesta sexta-feira em Curitiba

Nesta sexta-feira (28) é comemorado o Dia do Servidor Público. Por conta da data, parte dos funcionários da prefeitura de Curitiba será liberada do trabalho e a prestação de alguns serviços será prejudicada, principalmente os serviços administrativos. O prédio central da prefeitura de Curitiba, as ruas da Cidadania, os Armazéns da Família e as Unidades Básicas de Saúde não abrem. Os outros serviços públicos municipais devem funcionar normalmente.

A dispensa do trabalho não ocorrerá nas repartições do Governo do Paraná. Uma circular da Casa Civil foi divulgada nesta semana transferindo a folga dos servidores estaduais desta sexta-feira (28) para o dia 14 de novembro, uma segunda-feira. Graças a isso, os funcionários estaduais poderão emendar o feriadão com o dia 15 de novembro, data em que é comemorada a Proclamação da República.

Veja abaixo o que abre e o que fecha

Funciona normalmente nesta sexta-feira (28)

Centros de Urgências Médicas
Feiras livres, noturnas, orgânicas e gastronômicas
Mercado Municipal
Sacolão da Família
Varejão Capão da Imbuia e Varejão Capão Raso
Restaurantes populares
Câmbio Verde e Família Curitibana
Mercado Central (Rui Barbosa)
Coleta do lixo
Zoológico
Escolas municipais
Transporte coletivo

Serviços fechados nesta sexta-feira (28)

Ruas da Cidadania
Armazéns da Família
Unidades Básicas de Saúde
Prédio central da prefeitura de Curitiba

Veja a lista dos oito centros de Urgências Médicas, que irão concentrar o atendimento de saúde à população nesta sexta-feira.

• Centro de Urgências Médicas Sítio Cercado – Rua Levy Buquera, 158 – fone 3378-6405
• Centro de Urgências Médicas Boa Vista – Avenida Paraná, 3654 – fone: 3251-1013
• Centro de Urgências Médicas Boqueirão – Rua Professora Maria Assumpção, 2.590 - fone 3277-3701;
• Centro de Urgências Médicas Pinheirinho – Rua Leon Nicolas, esquina com a Avenida Winston Churchill, ao lado da Rua da Cidadania, fone 3212-1470.
• Centro de Urgências Médicas Fazendinha – Rua Carlos Klemtz, ao lado da Rua da Cidadania Fazendinha / Portão – fone 3314-512
• Centro de Urgências Médicas Campo Comprido – Rua Monsenhor Ivo Zanlorenzi, 3.495 – fone 3285-1896
• Centro de Urgências Médicas CIC – Rua Senador Accioly Filho, 3370 – fone 3314-5098
• Centro de Urgências Médicas Cajuru - Rua Eng. Benedito Mário da Silva, esq. Ceilão – fone 3261-4026.
Fonte: Gazeta do povo 27/10/2011

Criatividade e interação na Feira de Ciências





"A diversão é descobrir". A frase do estudante Jaques Oliveira, da Escola Municipal Campo Mourão, resume a essência da V Feira de Ciências e Tecnologia da Rede Municipal de Ensino, aberta nesta terça-feira (25), no Marumby Expo Center.
Jaques é um dos monitores do estande da escola, que apresenta o sentido do tato. O menino guia os visitantes que, com olhos vendados, caminham sobre folhas secas e massa de modelar para perceberem a sensibilidade das solas dos pés.
"Pisei em várias coisas diferentes, não conseguia identificar o que era e pensei até que iria afundar", disse Bruno Ribeiro, aluno da Escola Municipal Paulo Esmanhotto, ao participar da experiência. "Cheguei a ficar com medo", disse Jean de Jesus Pereira Araujo, colega da mesma escola.
A interação com as crianças de outras escolas e os demais visitantes é a meta da exposição, que vai até sexta-feira (28). A expectativa é que 12 mil pessoas visitem a feira, que é aberta ao público e tem entrada franca. Neste ano, o evento também abriga a etapa regional do torneio de robótica First Lego League.
"São 87 trabalhos que os estudantes elaboraram com os professores visando o desenvolvimento do conhecimento e a interação com os visitantes, para que todos possam vivenciar conceitos da ciência", disse a secretária municipal da Educação, Liliane Sabbag, ao abrir a feira.
Para tornar a feira ainda mais interativa, os professores passaram por um curso preparatório. As visitas podem ser feitas das 8h30 às 11h e das 13h30 às 16h.
Caso queiram, os alunos podem apresentar os trabalhos caracterizados como personalidades que contribuíram para o progresso da ciência. Gustavo Henrique Gonçalves, aluno da Escola Municipal Bairro Novo do Caic Guilherme Lacerda Sobrinho, fez sucesso vestido como o astrônomo Galileu Galilei.
"Vamos mostrar as fases da lua, a distância entre os planetas e o sistema solar, é divertido aprender aqui", disse Gustavo ao lado das colegas Lorena Santos e Jessica de Paula, que também participaram da apresentação da experiência.
Os trabalhos exibidos na feira foram orientados pelos professores e executados com criatividade por estudantes do 1º ano a 8ª série do ensino fundamental. O tema deste ano é "Interagir para Aprender". As pesquisas foram produzidas com o uso de computadores, programas educativos e os princípios de ciências.
"Os professores vestiram a camisa para orientar os estudantes neste espetáculo da capacidade humana e da inteligência bem direcionada", disse a diretora do departamento de Ensino Fundamental da secretaria, Maria José Diniz Serenato.
São dez as temáticas: Viagem pelo Planeta; Arte? Ciência? Cultura!; Conhece-te a ti Mesmo!; Biotecnologia, para Processar, Alimentar e Dividir!; Robótica, do Desenho ao Movimento!; Criar, Mover e Manter...; Do Machado à Fibra Ótica; Vai Chover Hoje?; Nem Tudo Que Reluz é Estrela!; e A Humanidade Inventa Cada Uma!.
Além dos trabalhos das escolas haverá apresentação das instituições Mineropar – Serviço Geológico do Paraná; Instituto Tecnológico Simepar; Parque de Ciências Newton Freire Maia; Projeto FiBrA do Departamento de Física da Universidade Federal do Paraná, e Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar).
A cobertura da mostra é feita por estudantes dos projetos Radioescola e Jornal Eletrônico Extra, Extra!.
Robótica - nesta terça-feira (25), a feira também abriga a etapa regional do torneio de robótica First Lego League (FLL.
O tema é “Corpo em Movimento”. O torneio envolve estudantes do 5º ano a 8ª séries e se divide em Pesquisa e Missões com o Robô. Na Pesquisa, o desafio é explorar o mundo da Engenharia Biomédica para descobrir meios inovadores de curar lesões, superar doenças e deficiências e tornar os corpos mais saudáveis e fortes.
As equipes terão que escolher um problema associado a uma parte, função ou sistema do corpo para pesquisar e sugerir uma solução, uma nova ideia ou aperfeiçoar uma ideia já existente.
Nas Missões com o Robô, as equipes devem construir um robô e criar estruturas com as peças da indústria LEGO para cumprir os desafios, que são simulações de problemas ligados a Biomedicina.
Participam as escolas municipais Professor Herley Mehl, Albert Schweitzer, São Miguel, Coronel Durival Britto e Silva, Prefeito Omar Sabbag, Papa João XXIII, CAIC Candido Portinari, CAIC Bairro Novo e turma de Altas Habilidades.
Nos dias 26, 27 e 28 acontecerá a exposição interativa LEGO Ideias, com apresentação de montagens em LEGO para que os visitantes participem seguindo a metodologia “interaja, observe, reflita e compreenda”.

Concurso - Os visitantes (profissionais da educação e alunos) também poderão participar do concurso Fotógrafo por um Dia. Para concorrer, eles devem levar câmeras fotográficas e registrar os melhores momentos da feira.
A foto deverá ser enviada para o e-mail do Portal Cidade do Conhecimento (portal@sme.curitiba.pr.gov.br). As três melhores fotos de cada categoria (alunos e profissionais da educação) serão selecionadas pela comissão organizadora do evento e premiadas com a viagem de trem para Morretes.

Evolução na participação
2007
100 estudantes
20 escolas
800 visitantes
2008
85 estudantes
17 escolas
1550 visitantes
2009
300 estudantes
54 escolas
12.000 visitantes
2010
425 estudantes
73 escolas
14.100 visitantes

Serviço:
V Feira de Ciências e Tecnologia da Rede Municipal de Ensino
Local: Marumby Expo Center (avenida Presidente Wenceslau Braz, 1046, Guaíra)
Data: até sexta-feira (28)
Horário: visitação 8h30 às 11h e das 13h30 às 16h
Entrada grátis
Fonte: http://www.cidadedoconhecimento.org.br 25/10/2011 por Claudia Muniz

Gansos vigiam presos e animam delegacia



Vinte e cinco gansos “vigiando” presos. Parece brincadeira, mas isso é o que vem acontecendo há doi meses na Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos de Curitiba, no bairro Vila Izabel. Em agosto o delegado Marco Antônio de Góes adquiriu os animais, que já se sentem donos do lugar e até já procriaram.

Os “cachorros de polaco”, como ficaram conhecidas as aves no anedotário curitibano, servem como seguranças para a delegacia e acabam dificultando a fuga dos presos. O prestador de serviços que cuida da manutenção da delegacia – e também dos gansos –, Luiz Domingues, considera a atuação deles fundamental. “Se eles ouvem algo nas grades, já sabem que têm de gritar e acordam o pessoal de plantão. Desde que temos os gansos, ninguém mais fugiu”, afirma.

Animação

O delegado diz que eles não foram comprados para fazer a segurança, mas sim para ajudar a animar o am­­biente. “O lugar fica mais leve, apesar de estarmos em uma delegacia. É claro que, se os presos quisessem fugir, não seriam gansos ou cachorros que iriam impedi-los”, afirma. Além de auxiliar na segurança, os gansos também ajudam a reduzir alguns gastos. “Eles co­­mem a maior parte da grama, o que diminui o desembolso com jardinagem”, acrescenta Góes.

Domingues brinca dizendo que os gansos são teimosos. “Às vezes, quando chove, eu tenho de levá-los para outro lugar, mas eles relutam em ir. Se estão sentados na grama, não querem levantar de jeito algum”, conta o prestador. Com os novos moradores, Domin­­gues teve até de aumentar as horas de trabalho. “Antes eu ficava de segunda a sexta, agora preciso passar aqui no fim de semana para dar comida e água”, completa.

Durante o dia, os gansos ficam soltos pelo pátio da delegacia, onde estão estacionados alguns carros furtados e roubados. À noite, eles permanecem próximos aos presos. “Eles agem como cachorros, mas fazem menos sujeira e até deram um sumiço nos ratos”, diz Domingues.

Vizinhos

Mas, para as pessoas que moram próximo ao local, os gansos não são só alegria. “Eles são um incômodo, gritam demais. Não temos culpa se a polícia não tem efetivo para fazer a segurança. Temos crianças e idosos na região e a reclamação é geral”, diz uma moradora da região que não quis ser identificada, mas que admite: “Eles são bonitinhos, têm até filhotes, mas incomodam”, diz.
Fonte: Gazeta do povo 27/10/2011

Fãs fazem fila por ingressos dos shows de Chico Buarque em Curitiba

Mais de 300 pessoas faziam fila para garantir um lugar em um dos três shows de Chico Buarque, por volta de 12h desta quinta-feira (27), na bilheteria do Teatro Guaíra, em Curitiba.

Rodolfo Stancki/Gazeta do Povo
Ampliar imagemFãs aguardam início da venda dos ingressos para shows de Chico Buarque, no Teatro Guaíra, em Curitiba1 2 3Próxima
A primeira pessoa da fila é a estudante Ana Carolina Ramos Santos, de 18 anos, que chegou ao local às 5 horas. A advogada Kleyde Chagas, 53, veio de Florianópolis especialmente para comprar nove ingressos para o show do dia 17 de dezembro. "Esta será a apresentação do século e toda minha família virá", disse Kleyde, que é "fã de Chico Buarque desde sempre".

A venda dos ingressos começa a partir das 12h no local e às 14h no site do Guairão. O artista se apresenta na capital paranaense nos dias 15, 16 e 17 de dezembro, com ingressos que custam entre R$ 75 e R$ 290.
Fonte: Gazeta do povo 27/10/2011

Transporte de carga especial na BR-277 é suspenso por causa do mau tempo

O mau tempo suspendeu temporariamente o transporte de uma carga especial na BR-277, no sentido litoral-Curitiba, nesta quinta-feira (27). A prensa hidráulica saiu do Porto de Paranaguá por volta das 23 horas de quarta-feira (26) e deveria chegar ao quilômetro 62, em São José dos Pinhais, nesta manhã.

Havia muita neblina na madrugada na BR-277 e a Polícia Rodoviária Federal (PRF) considerou que seria perigoso subir a Serra do Mar nessas condições, de acordo com a concessionária Ecovia. A carga foi levada para um abrigo fora da pista no quilômetro 29, em Morretes. A prensa hidráulica está estacionada nesse local desde as 2h30.

Não havia previsão de quando o transporte da carga será retomado. A decisão caberá à PRF. A Ecovia informou que a prensa seguirá pela BR-277 até o quilômetro 70, depois entrará no Contorno Leste (BR-116). O destino é uma empresa de cerâmica em São Mateus do Sul, na região Sul do estado.

O equipamento tem 76 metros de comprimento e pesa cerca de 380 toneladas. A carga trafega com velocidade máxima de 10 km/h e no trecho da rodovia na Serra do Mar fica ainda mais lento, <5 km/h. Deve haver lentidão na BR-277 quando o transporte da carga for retomado.

Para informações ou emergências, entre em contato com a concessionária no 0800 410 277. Para mais informações sobre o trânsito na rodovia por conta da carga especial, acompanhe o Twitter da PRF (@PRF191PR) e da Ecovia (@ecovia).
Fonte: Gazeta do povo 27/10/2011

quarta-feira, outubro 26, 2011

Hospital da PM assumirá Serviço de Atendimento de Saúde

O Hospital da Polícia Militar (HPM), que fica no bairro Jardim Botânico, em Curitiba, irá assumir a partir desta sexta-feira (28) o Serviço de Atendimento de Saúde (SAS) na região da capital. Com isso, o HPM assume a prestação de serviços de saúde para cerca de 118 mil servidores públicos do Governo do Paraná que moram e trabalham em Curitiba, cidades da região metropolitana e no litoral.

O convênio, sem data definida para ser encerrado, foi anunciado nesta quarta-feira (26) pelo governador Beto Richa (PSDB) em um encontro com Fórum das Entidades Sindicais do Paraná (FES).

A parceria com o hospital militar foi a solução encontrada para substituir o convênio, que acaba nesta quinta-feira (27), entre a Secretaria da Administração e Previdência (Seap) e a Fundação de Estudos das Doenças do Fígado (Funef) – entidade mantenedora dos hospitais São Vicente e Santa Isabel. Até o fim de novembro, o HPM irá prestar apenas atendimentos de urgência e emergência. Gestantes continuarão a ser acompanhadas por médicos da Maternidade Santa Brígida, como já acontecia no convênio anterior.

Calendário

Somente após novembro é que os funcionários públicos do estado devem retomar os atendimentos ambulatoriais, serviços de exames e consultas. O calendário do início das consultas em especialidades médicas será divulgado nos próximos dias pelo governo estadual. “O HPM vem trabalhando com capacidade ociosa”, disse o secretário de Administração e Previdência, Luiz Eduardo Sebastiani, ao explica um dos motivos da escolha do hospital público. Atualmente, cerca de 40 mil policiais militares e seus familiares na região de Curitiba utilizam o HPM.

Para viabilizar o convênio, o Governo do Paraná irá repassar R$ 3,2 milhões ao hospital para prestar os serviços de saúde aos servidores civis. O valor se soma aos R$ 700 mil entregues mensalmente para o cuidado com a saúde dos militares.

Licitação

O governo do estado tentou fazer uma licitação, no último dia 10 de outubro, para substituir o atual convênio com o Funef, mas o procedimento não deu certo por falta de interessados. As informações sobre a possibilidade de um novo processo licitatório são contraditórias depois do anúncio da parceria com o HPM.

Sebastini descartou uma nova licitação disse que o convênio com o HPM só seria cancelado se houvesse problemas financeiros ou no atendimento. Ele destacou ainda que a contratação de hospitais públicos para atender os servidores estaduais é estudada para ser expandida ao interior, através dos hospitais universitários. “O Hospital da Polícia Militar pode servir de modelo”, falou.

Já o superintendente do SAS, José Fernando Macedo, declarou em entrevista a Agência Estadual de notícia, órgão do Governo do Paraná que uma nova licitação deve ocorrer em breve. “O projeto de um novo modelo de assistência à saúde continua sendo construído”, declarou.

Heitor Rubens Raimundo, coordenador da FES e diretor do Sindicato dos Servidores da Secretaria de Agricultura do Paraná (SindiSeab), elogiou o convênio com o HPM e disse que a medida atende uma reivindicação da categoria, que é destinar dinheiro público para entidades públicas. “O HPM pode melhorar o atendimento”, acredita o servidor.
Fonte: Gazeta do povo 27/10/2011

Ladrões invadem joalheria de Curitiba e levam relógios e dinheiro

Uma joalheria foi assaltada nesta quarta-feira (26), no bairro Juvevê, em Curitiba. Três homens invadiram a loja, renderam os funcionários e levaram 50 relógios no valor total de R$ 25 mil, além de R$ 500 que estavam no cofre da empresa. Os homens fugiram em direção ao bairro do Santa Cândida.
Segundo o delegado Amarildo Antunes, esse foi o segundo assalto a joalherias registrado na capital, neste ano. Ele disse também que a ação foi diferente dos outros assaltos que têm sido investigados na cidade. “Esse grupo agiu diferente de outros que temos investigado”, contou.
De acordo com o delegado, a polícia vai investigar se os ladrões tinham algum tipo de informação privilegiada. “A ação foi bastante rápida, segundo as vítimas”, contou. A polícia também deverá usar as imagens do circuito interno de televisão para tentar identificar os homens.
Fonte: G1 Paraná 26/10/2011

A partir desta quarta-feira a Rua Teffé terá sentido único em Curitiba

A Rua Teffé, conhecida como pólo comercial de calçados em Curitiba, passa a ter mão única a partir desta quarta-feira (26), segundo a Prefeitura Municipal. O trecho total, de onze quadras, fica entre as ruas Domingos Nascimento e José Antoniassi. A mudança faz parte do projeto de 25 quilômetros do anel viário da prefeitura que contorna a região central da capital.
Esses trechos vão receber nova pavimentação, calçadas, iluminação, paisagismo e sinalização.
Além da RuaTeffé ganham mão única, em sentido contrário, a quadra da Rua Júlio Perneta entre a Teffé e a Doutor Roberto Barrozo, e da Rua Tenente João Gomes da Silva, entre a Doutor Roberto Barrozo e a Teffé. Agentes da Diretoria de trânsito (Diretran) estão nos locais orientando motoristas e pedestres.

terça-feira, outubro 25, 2011

Morre rapaz que se afogou na piscina do 3 Marias Clube de Campo



Morreu por volta das 14h desta terça-feira (25) no Hospital do Trabalhador (HT) o jovem de 23 anos que se afogou no 3 Marias Clube de Campo, em Curitiba, no último domingo (23). O hospital não deu detalhes sobre o motivo da morte e limitou-se a informar que foi em decorrência do afogamento. Carlos Eduardo Santana Dallagnol teria invadido uma das piscinas do clube junto com Larissa Fonseca da Silva, de 16 anos. Ela morreu na tarde de segunda-feira (24), também no HT.

Carlos Eduardo estava internado em estado grave na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) desde o fim da tarde de domingo, quando o acidente aconteceu. Ele era mantido inconsciente pelas equipes médicas e respirava com a ajuda de aparelhos.

Os motivos do afogamento dos dois não estão claros até esta terça-feira. O major Maurício Aliski, relações-públicas do Corpo de Bombeiros, relatou que a hipótese mais provável é de que a adolescente e o rapaz se afogaram porque não sabiam nadar. Eles teriam sido retirados do fundo da piscina, que na parte mais funda tem em torno de 2,20 metros, por populares.

Aliski, porém, não descarta a hipótese dos dois terem passado mal ao entrarem na piscina por terem ingerido bebida alcoólica e/ou alimentos pesados. As vítimas também podem ter tido um mal súbito. “Não sabemos o que ocorreu no 3 Marias. A informação que temos é de que eles não sabiam nadar”, afirmou Aliski

Afogamento no 3 Marias

Uma associada do clube fez um churrasco com colegas de trabalho a partir das 12h de domingo e entre os convidados estavam a menina e o rapaz. Segundo o relato do advogado do 3 Marias, Oscar Silvério, os dois saíram da churrasqueira por volta das 16h30 e foram até a piscina. Como o local estava fechado, o advogado supõe que eles pularam uma cerca de metal com altura entre 1,60 metro e 1,80 metro para entrar na água. A irmã de uma das vítimas, que estava no churrasco, notou falta dos dois e foi procurá-los e encontrou-os já gritando por ajuda.

O acidente aconteceu em uma área grande com pouca profundidade, entre 30 e 40 centímetros. Apenas em um trecho próximo a um trampolim o nível da água chega a 2,20 metros. “A gente imagina que eles tiveram algum tipo de mal súbito ou o rapaz foi tentar resgatá-la”, disse o advogado.

O coronel Ricardo Silva, comandante do 7° Grupamento do Corpo de Bombeiros, disse que o casal foi retirado por populares do fundo da piscina e quando as equipes médicas chegaram os dois estavam com parada cardíaca. Depois da reanimação, eles foram levados ao hospital. Segundo o bombeiro, não havia informação durante o resgate de como os dois se afogaram.

Houve consumo de bebidas alcoólicas no churrasco, mas não há nenhuma confirmação de que os dois tenham bebido.

Segurança na piscina

Para evitar afogamentos, o Corpo de Bombeiros orienta que as pessoas entrem nas piscinas dos clubes somente quando houver um salva-vidas contratado pela entidade por perto.

Outra recomendação é para ficar atento à profundidade da piscina. “Às vezes uma das bordas da piscina é mais funda e é preciso ter cuidado. Isso ocorre, normalmente, na área próxima ao trampolim”, orientou o relações-públicas da corporação.


Não se deve entrar na água após ter feito uma refeição ou ingerido bebidas alcoólicas. É importante também nadar quando houver outras pessoas por perto, pois em caso de emergência poderão chamar ajuda e prestar os primeiros socorros.
Fonte: Gazeta do povo 25/10/2011

segunda-feira, outubro 24, 2011

Invadiram piscina, diz clube sobre jovens na UTI após afogamento no PR

Dois jovens se afogaram em uma piscina de um clube de Curitiba na tarde de domingo (23). Um helicóptero da Polícia Rodoviária Federal (PRF) ajudou no resgate do rapaz de 19 anos e da adolescente, de 16 anos.

Segundo o clube, a área das piscinas estava fechada e os dois – que participam de um churrasco - teriam invadido o local e entrado na água.
"Não havia qualquer movimentação em torno das piscinas, inclusive com as suas chancelas devidamente fechadas, onde essas pessoas, para ingressar na piscina, acabaram pulando a cerca divisória", disse o advogado do clube, Oscar Silvério.

De acordo com informações da equipe de resgate, os jovens tiveram parada respiratória, foram reanimados e então encaminhados para o hospital. Até a manhã desta segunda-feira (24), eles estavam internados na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital do Trabalhador, na capital paranaense.
Fonte: G1 24/10/2011

Curitiba: shopping é evacuado após vazamento de gás

Um vazamento de gás foi registrado no Shopping Água Verde, em Curitiba, na manhã desta segunda-feira (24). O Corpo de Bombeiros foi acionado por volta das 9h07. Equipes ainda estavam no local, por volta das 11 horas. Cheiro de gás foi sentido no shopping e os bombeiros constataram que o vazamento era de gás natural.

O shopping não funcionará pelo menos até as 14 horas desta segunda-feira, segundo os bombeiros. A expecativa é de que até esse horário todo o gás que vazou tenha se dissipado.

As lojas abriram às 9 horas e havia poucas pessoas no local por volta das 9h07. Todas as pessoas foram retiradas do shopping por questão de segurança.

O Corpo de Bombeiros informou que foi encontrado um ponto de vazamento na tubulação de gás. O local fica perto da loja Casa China, mas não se localiza no interior desse estabelecimento. A suspeita inicial do Corpo de Bombeiros era de que o vazamento tivesse ocorrido na Casa China – o que não se confirmou. Uma equipe da Companhia Paranaense de Gás (Compagas) foi acionada e o fornecimento de gás no Shopping Água Verde foi suspenso.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, ainda havia gás acumulado no interior do shopping, por volta das 11 horas. As portas e janelas foram abertas para que o gás pudesse se dissipar. As lojas seguiam fechadas. Não houve explosões e ninguém ficou ferido.

O trânsito estava complicado na Avenida República Argentina, nas proximidades da entrada principal do shopping. A lentidão ocorria por causa da movimentação das equipes do Corpo de Bombeiros, Polícia Militar, Guarda Municipal e Compagas que ainda estavam no local. Equipes da Diretoria de Trânsito de Curitiba (Diretran) orientavam o trânsito.
Fonte: Gazeta do povo 24/10/2011

domingo, outubro 23, 2011

Paraná terá mapeamento on-line de crimes

Uma nova ferramenta na internet para aumentar a transparência das informações de crimes no Paraná será lançada, neste domingo, no site da campanha “Paz Sem Voz é Medo”, do Grupo Para­naense de Comunicação (GRPCom). O Mapa do Crime será um instrumento que possibilita que o cidadão registre delitos, com a intenção de deixar os dados sobre a violência cada vez mais próximos da realidade.

O instrumento foi inspirado no sucesso de plataformas como o site “Wikicrimes”, o “New York City Homicides Map” e o “Spotcrime”, criados todos com o mesmo objetivo. Segundo uma das desenvolvedoras da nova ferramenta, a designer Tatiane Campos, os usuários poderão cadastrar, a cidade e o endereço onde o crime ocorreu no o Paraná. “A pessoa terá a navegação livre”, afirma.

Mapa do Crime



O Grpcom cria o Mapa do Crime uma ferramenta para dar mais voz à população do Paraná. Aqui você pode cadastrar os crimes dos quais foi vítima, além de registrar sua denúncia

De acordo com ela, o usuário precisará apenas preencher um cadastro rápido. “Nos termos de uso estará claro que as informações pessoais do cidadão não serão abertas ou divulgadas em nenhum momento”, explica.

A ideia do Mapa do Crime é que as informações atinjam um alto grau de credibilidade. Por isso, a vítima poderá indicar pessoas que tenham presenciado o crime ou que conheçam o fato para confirmar as informações postadas. Essas pessoas receberão um e-mail para confirmação das informações. Todos os casos estarão registrados em um mapa, onde os locais de crime receberão pontos coloridos, indicando quais crimes ocorreram. Será possível registrar os crimes de agressão, homicídio, furto, roubo e tráfico de drogas.

Em um segundo momento, cerca de 15 dias depois do lançamento da ferramenta, o site vai filtrar informações com mais ou menos credibilidade, separando-as com selos diferentes. Essas marcas serão os carimbos de confiabilidade das informações cadastradas.

Wikicrimes

O Mapa do Crime não é a primeira ferramenta de colaboração em massa no país. Desde sua criação, em 2008, o site Wikicrimes (wikicrimes.org) já registrou milhares de delitos no Brasil inteiro. A ferramenta tem acesso livre e foi criada também para aumentar a transparência dos dados da violência no país. Idealizado pelo doutor em inteligência artificial Vasco Furtado, professor da Universidade de Fortaleza, o site busca diminuir o número de subnotificações de crimes. De acordo com Furtado, o número de delitos não notificados é muito grande no país e a ferramenta possibilita o registro sem incômodo. “Os dados oficiais podem não condizer com a realidade. E uma forma de resolver isso é simplificar a vida das pessoas”, afirma.

A ferramenta tem ainda outro objetivo. Segundo o professor, as pessoas podem utilizá-la como um serviço, recebendo e-mails sobre determinadas regiões para saber que caminho é mais seguro tomar em determinadas horas. O conteúdo pode ser acessado, inclusive, por dispositivos móveis.

O maior desafio para o Wiki­­crimes é ainda a credibilidade da informação. Apesar disso, Furtado lembra que o número de pessoas com má intenção no registro de crimes, certamente, é menor do que o de subnotificações. No Wiki­­crimes, o processo também engloba e-mails para testemunhas, para tentar aumentar a confiabilidade. O grupo de pesquisa da universidade, coordenado por Furtado, também trabalha arduamente para confirmar as informações com órgãos oficiais. Segundo ele, o site ainda compila as informações oficiais das secretarias estaduais de Segurança Pública.
Fonte: Gazeta do povo 23/10/2011

sábado, outubro 22, 2011

Deputado do Paraná e esposa são agredidos por assaltantes, diz polícia

O deputado estadual Luiz Accorsi (PSDB) e a esposa dele foram violentamente agredidos por assaltantes armados na tarde desta sexta-feira (21), em casa, no bairro Santa Felicidade, em Curitiba. Os ladrões invadiram a residência aproveitando a chegada da mulher, por volta das 17h, e permaneceram por uma hora e quarenta minutos. As informações são do delegado-adjunto da Delegacia de Furtos e Roubos de Curitiba, Guilherme Rangel Melo Alberto, em entrevista ao G1.
“A segurança da casa acabou ajudando [os ladrões], porque ela é toda murada, sem grade, ninguém podia imaginar o que se passava dentro”, explicou.
A mulher de Accorsi foi sufocada com uma sacola pelos assaltantes e uma faca foi colocada ao lado do rosto dela, no momento em que procuravam por dinheiro e outras coisas de valor. “Ela ficou muito machucada”, definiu. Somente o casal estava na residência.
“Os assaltantes sabiam muitos detalhes sobre as vítimas. Chamavam Accorsi de deputado, o tempo todo, por exemplo. Sabiam que ele é médico e tem ponte de safena. Sempre que diziam essas coisas, citavam uma fonte ainda desconhecida”, anotou o delegado na investigação. Alberto disse: “Esse é um dos casos mais violentos que já peguei”.
O sistema de monitoramento por vídeo da casa não estava funcionando. Os ladrões fugiram em um veículo. A polícia vai procurar por câmeras de circuitos vizinhos.
O delegado saiu da casa do deputado por volta da meia noite. “Estavam lá o presidente da Assembleia Legislativa, Valdir Rossoni (PSDB), e o secretário de Segurança, Reinaldo de Almeida Cesar”.
Fonte: G1 Paraná 22/10/2011

sexta-feira, outubro 21, 2011

“Guerra” no trânsito sobrecarrega sistema de emergência no Paraná


A violência no trânsito está sobrecarregando o sistema de urgência e emergência médica no Paraná. A alta demanda de atendimento a vítimas de acidentes é apontada por administradores de prontos-socorros como um dos maiores culpados pela oferta insuficiente de leitos de UTI no estado. Nos últimos dez anos, o número de feridos no trânsito no estado cresceu 54%. Só no ano passado foram 56.926 vítimas de colisões e atropelamentos, segundo o Anuário de Trânsito do Paraná 2010.

“Vivemos hoje uma epidemia de acidentes de trânsito. Nos últimos seis anos, o número de acidentes de moto aumentou em sete vezes. Nos municípios com menos de 20 mil pessoas, esse número aumentou nove vezes”, afirma o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, que esteve em Curitiba na última terça-feira. “O trânsito se tornou uma fonte inesgotável de pacientes”, lamenta Gustavo Justo Schulz, coordenador da Câmara Técnica de Urgência e Emergência do Conselho Regional de Medicina do Paraná.

A saúde pública no Paraná conta hoje com 824 vagas em Unidades de Terapia Intensiva (UTIs), mas somente 32 cidades oferecem esse tipo de leito. A região metropolitana de Curitiba (RMC) concentra a maior parte: são 297 em toda a RMC e 179 em Curitiba, segundo dados do DataSUS.

Entrevista
Marcelo Rangel, deputado estadual e relator da CPI dos Leitos.

O Paraná precisa urgentemente aumentar a rede de urgência e emergência médica. Essa é uma das conclusões que constam no relatório final da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos Leitos, da Assembleia Legislativa, que vistoriou 32 hospitais, em 14 cidades do estado, nos últimos quatro meses. Relator da comissão, Marcelo Rangel defende a criação de uma central de leitos on-line.

Qual a impressão da CPI sobre o atendimento de urgência e emergência no estado?

Muitos prontos-socorros estão saturados. Algumas entidades poderiam fazer esse atendimento de emergência, mas não estão contratualizados ou estão simplesmente ociosas porque a demanda não chega. Em um hospital da capital, vimos muita gente na portaria para ser atendida. Mas o local poderia dar um atendimento maior porque tem estrutura e funcionários. O que precisa mesmo é uma fiscalização mais apurada e severa porque na porta do hospital está lotado, mas lá dentro, às vezes, a situação é diferente.

Faltam leitos de UTI no Paraná?

Os leitos resolutivos e de UTI estão realmente saturados. É necessária a abertura de novas vagas, mas também muitos leitos se encontram ociosos. Nos últimos anos houve um aumento muito grande de acidentes de trânsito, especialmente envolvendo motos. E esses acidentes são graves, o que aumentou o número de pacientes que precisam de UTI. Cerca de 90% dos hospitais que visitamos estão com as unidades lotadas. Por outro lado não constatamos a sonegação de UTIs para atender pacientes particulares. Os hospitais estão com a capacidade quase esgotada ou lotada, mas o atendimento do SUS não está sendo prejudicado.

A CPI sugeriu a criação de uma central de leitos on-line. Por quê?

Hoje ninguém sabe quantos leitos estão vagos. Em quase todos os hospitais, nem a direção sabia quantos leitos estavam usados e quantos estavam disponíveis. Hoje você entra na internet e sabe se um hotel tem vagas e isso precisa acontecer na saúde pública. Hoje se verifica por telefone se tem ou não vagas para os pacientes que precisam. Se isso estivesse na internet, acabaria com as filas.

Uma das soluções para desafogar os atendimentos de urgência nos hospitais referência seria a instalação das Unidades de Pronto Atendimento 24 horas, conhecidas como UPAs, um projeto do Ministério da Saúde. Mas apenas nove estão em funcionamento no estado e a construção das 43 previstas caminha lentamente.

A superintendente de gestão da Secretaria de Saúde de Curitiba, Anna Paula Penteado, diz que é nos finais de semana que a rede de urgência mais sofre com a falta de vagas. “De quinta a domingo acontece de tudo: acidentes de trânsito, acidentes com idosos, violência. Com isso, os prontos-socorros ficam lotados até segunda-feira”, afirma.

Saturado

Recentemente, os Hospitais do Trabalhador e do Cajuru, em Curitiba, foram obrigados a recu­­sar mais pacientes nos prontos-socorros por causa da superlotação no fim de semana. O pico de atendimento durou menos de 48 horas, mas foi suficiente para causar transtornos.

Segundo o diretor do Hospital do Trabalhador, Geci Labres de Souza Junior, o fechamento da emergência foi um caso pontual, mas a demanda realmente aumentou. Para ele, o sistema de atendimento de saúde em geral deve funcionar em rede. “Pacientes mais leves têm que ficar em atendimentos mais simples e casos graves e complexos devem ser atendidos em hospitais”, afirma.

“Grande parte do excesso que chega é fruto de uma falta de estruturação do sistema como um todo. O termômetro dessa rede é a emergência. Quando acende uma luz vermelha significa que alguma coisa está errada”, opina Schulz.

Segundo o secretário de estado da Saúde, Michele Caputo Neto, a situação atual é reflexo da falta de atenção ao setor. “É um problema histórico. Foram muitos anos de falta de investimento e de prioridade. Mas vamos qualificar nosso atendimento”, diz.

Schulz considera que apenas a criação de novos leitos de UTI não é suficiente. “Também precisamos resolver os casos mais rápido, para haver um giro dos leitos. Mas isso não é só culpa do médico e, sim, do sistema como um todo, do subfinanciamento da saúde”, diz.
Fonte: Gazeta do povo 21/10/2011

quinta-feira, outubro 20, 2011

TRE-PR cassa mandato do deputado Bernardo Ribas Carli (PSDB)

Por unanimidade os juízes do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Paraná votaram nesta quarta-feira (19) pela cassação do mandato do deputado estadual Bernardo Guimarães Ribas Carli (PSDB). O advogado do parlamentar, Julio Brotto, afirmou que vai recorrer da decisão assim que o acórdão for publicado.

Conforme denúncia do Ministério Público Eleitoral (MPE), o deputado realizou gasto ilícito de recursos nas eleições de 2010. O MPE também questionou algumas doações.
Segundo o MPE, a gratuidade de serviços prestados por cabos eleitorais mencionada na prestação de contas do deputado não foi real. Além disso, houve despesas com pessoal na ordem de R$ 11,3 mil, em dinheiro, que teriam sidos recebidos via doação não comprovada e R$ 3.180,00 em efetivo desembolso financeiro.

“Nós respeitamos a decisão do TRE, mas não concordamos (...) Mesmo se fosse verdade, jamais justificaria a cassação do mandato”, afirmou Júlio Brotto. Segundo o jurista, a Justiça deve dosar a pena conforme a gravidade do ato e diante de um montante superior a R$250 mil em doação os valores mencionados pelo MPE não causaria um desequilíbrio no pleito. Broto afirmou também que vai aguardar a publicação do acórdão para ter conhecimento pleno da decisão, mas, de qualquer forma, irá recorrer à Justiça para rever a determinação.

O deputado está em Guarapuava, na região central do Paraná, que é a base eleitoral dele, acompanhando o governador Beto Richa. Por enquanto, segundo a assessoria de imprensa, ele não vai atender aos jornalistas sobre o assunto.

Bernardo Ribas Carli assumiu o cargo em agosto deste ano, quando o então deputado Osmar Bertoldi (DEM) se afastou da Assembleia Legislativa para assumir a Secretaria de Habitação de Curitiba.

O parlamentar recebeu 33.645 votos e se elegeu segundo suplente da coligação estabelecida pelo partido dele. Bernardo é irmão do ex-deputado Fernando Carli Filho que é acusado de matar dois jovens em um acidente de trânsito ocorrido em Curitiba, em maio de 2009.

Caso Bernado Ribas Carli não consiga reverter a decisão, quem deve assumir a vaga é terceiro suplente da coligação, Antonio Carlos Belinati (PP). Filho do ex-prefeito de Londrina Antonio Belinati.
Fonte: gazeta do povo 20/10/2011

quarta-feira, outubro 19, 2011

Polícia suspeita que mercados de Curitiba encomendam carga roubada

Os roubos de cargas de caminhões têm assustado os motoristas que transportam produtos a diferentes regiões do Paraná e do Brasil. Este ano, segundo a polícia, foram registrados quase 100 casos de roubo de cargas apenas na região de Curitiba. Mais da metade, são a veículos menores e dentro da cidade.
Um caminhoneiro que foi assaltado enquanto estava parado em um semáforo, próximo ao Centro da capital paranaense, conta que está assustado. “Ando com medo. Paro o caminhão, já tranco as portas. (...) Até na hora do almoço não tem sossego. Qualquer barulho que você ouve pensa que é uma pessoa que está querendo te assaltar”, disse.
Neste caso, o assaltante armado levou toda a carga de alimentos e peças de madeira avaliada em R$ 10 mil.
De acordo com a Delegacia de Estelionato e Roubo de Cargas, investigações apontam que pelo menos dez mercados pequenos de Curitiba são suspeitos de fazer a encomenda de carga roubada. “Tem já o pessoal responsável por fazer o assalto e o pessoal que faz a encomenda da mercadoria antes mesmo do assalto”, afirmou o delegado Cassino Aufiero.
“Não tem o que fazer, o cara para na tua frente com uma arma. Reagir? Não tem como”, relatou um caminhoneiro.

G1 Paraná - 19/10/2011

Explica pro gorila!

Um casal está no zoológico e passa pela jaula do gorila macho.

A MULHER PERGUNTA AO MARIDO-
- Raimundo, sabia que os gorilas são os animais mais parecidos com o ser humano
relativamente ao seu comportamento?
Olha só, vou mostrar um seio meu e aposto que vai se excitar como um homem.
Maria mostra o seio e o gorila começa a ficar excitado e a mover as barras da jaula.

- Viu? - diz a mulher - os homens são iguaizinhos a eles, não conseguem
controlar os seus instintos animais.

E Raimundo diz-lhe:
- Agora lhe mostra os dois seios, para ver o que acontece.

A mulher levanta a blusa e mostra-lhe os dois seios, e o gorila fica ainda
mais excitado e desesperado por sair.

Raimundo diz:
- Incrível, agora desce as calças e mostra a bunda, só para ver o que se
acontece!

A mulher abaixa a calça, e o gorila, completamente excitado, arrebenta as
barras da jaula, sai e agarra a mulher.

- Raimundo me ajuda!

E Raimundo fala:

- Agora, explica pra ele:

Que hoje não está com vontade..

Que está com dor de cabeça...

Que está cansada...

Que está com dor de garganta...

Que trabalhou demais...

Que tão depressa nãooooo...

Que te entenda como mulher...

Que está deprimida...

Que está menstruada...

Que está enjoada...

Que só quer que te abrace...

Que está nervosa...

Que tem que acordar muito cedo...

Que hoje acordou muito cedo...

Que andou muito hoje...

Que está super carente e só quer carinho...

Que está muito tensa e só quer massagens de relaxamento...

Que está com vontade de ver TV...

Que não quer perder a novela...

- Se ele é parecido comigo... vai entender!!!
Thomas, o gatão

Vereador de Curitiba sugere arquivar de uma das denúncias contra Derosso

O vereador Dirceu Moreira (PSL), relator da representação que sugeria que o legislativo de Curitiba gastou irregularmente R$ 14 milhões com a impressão da Revista ‘Câmara em Ação’, assinalou na segunda-feira (17) pelo o arquivamento do processo. Segundo Moreira, as diligências feitas por ele não permitiam outra medida.
Após o anúncio do parecer, a vereadora Noêmia Rocha (PMDB) solicitou vistas do relatório e na quinta-feira (20) deve apresentar um novo voto ao Conselho de Ética, que vai votar se acompanha ou não a orientação do relator.

A representação foi apresentada pela vereadora Professora Josete (PT) contra o presidente da Câmara, João Cláudio Derosso (PSDB). Na avaliação dela, podem ter ocorrido duas situações. A Casa pode ter pago por uma quantidade que não foi impressa na totalidade ou sequer houve a impressão da Revista.
O material, de acordo com o relator, possuia de 16 a 20 páginas e custou a Câmara cerca de R$ 1,8 a R$ 2. De 2005 a 2010, período em que o material teria sido publicado, foram gastos R$ 14 milhões. O valor corresponde a quase a metade do dinheiro gasto em contratos de publicidade pela Câmara que são investigados em uma Comissão Especial de Inquérito.
Moreira explicou ao G1 que foram checadas as notas fiscais, os orçamentos das gráficas e o mapa de distribuição da Revista em Ação. Ele afirmou que não é possível provar que o serviço não foi realizado e, portanto, não é possível punir Derosso por quebra de decoro. Segundo ele, a revista era entregue mensalmente em parques, em terminais rodoviários e quando sobravam exemplares eram direcionados à unidades de saúde. Moreira declarou que havia cópias das edições da Revista na Direção Administrativa e Financeira da Casa.

O vereador disse ainda que a Revista tinha como objetivo imprimir o conteúdo jornalístico publicado no site da Câmara Municipal de Curitiba e que a assessora de imprensa da Casa, Priscila Carneiro, assinava o veículo como jornalista responsável. Carneiro confirmou a informação. Disse que como ela é responsável pelo conteúdo divulgado na internet, assinou a Revista.
Sobre a dificuldade de se encontrar as edições publicadas, Moreira afirmou que ninguém guarda jornal de 2005, 2006 e isso foi inventado pela oposição. “Você lê e joga fora”, complementou.
“Na verdade os argumentos para arquivar, são os que eu uso para dizer que tem que continuar investigando”, declarou professora Josete. Segundo ela, por não se conseguir provar é preciso se aprofundar a investigação. Ela não acredita na distribuição da revista.

A vereadora informou que entrou em contato com algumas unidades de saúde e que os funcionários declararam a ela que o jornal aparecia raramente. Josete afirmou que é preciso checar as contas da Visão Publicidade, empresa que foi contratada para produzir o material.
Josete questiona o argumento do vereador Dirceu Moreira de não ter encontrado o proprietário da Visão para solicitar mais informações. “O proprietário vai depor na CPI na quinta-feira (20)”, afirmou a vereadora. Neste caso, complementou a vereadora, o relator deveria ter pedido ampliação do prazo de entrega do relatório.

Esta questão da Revista Câmara em Ação deve ser atentada pelos integrantes da Comissão Especial de Inquérito, que investiga denúncias de irregularidades que teriam sido cometidas por Derosso, destacou Josete. “É um dos principais pontos já que representa quase a metado do valor gasto em publicidade”, afirmou a vereadora.
Fonte: G1 Paraná 19/10/2011

Cemitério do Água Verde terá seis câmeras de segurança

Já estão instaladas e devem começar a funcionar “em breve” seis câmeras de segurança no entorno do Cemitério Municipal do Água Verde, em Curitiba. O equipamento foi comprado pelo Hipermercado Condor e será operado pela Guarda Municipal em uma central de monitoramento, que será instalada no interior do local. O custo foi de R$ 60 mil. O efetivo de agentes também será reforçado e cada turno deverá ter três guardas, segundo a prefeitura de Curitiba. Um agente a mais será destacado para trabalhar no local e operar a central de monitoramento.

O equipamento foi colocado sobre o muro do cemitério para vigiar, principalmente, o lado externo. O entorno do local é apontado por moradores da região como um local perigoso, com freqüência de assaltos e roubos a carros.

A prefeitura de Curitiba informou por meio da assessoria de imprensa que as câmeras ainda não estão funcionando porque faltariam detalhes técnicos para colocar em operação a central de controle. Quando funcionarem as seis câmeras, a cidade contará ao todo com 97 câmeras de monitoramento utilizadas para melhorar a segurança.

Esta instalação faz parte do plano da prefeitura de implantar 26 novas câmeras somente neste semestre e chegar ao início da Copa de 2014 com pelo menos 450 equipamentos em operação.

Compensação

A gerente de marketing da Rede Condor, Elaine Munhoz, explica que pagar as câmeras faz parte de um acordo da empresa com a prefeitura para compensar os impactos da instalação de uma loja do grupo nas proximidades do cemitério. “Na conversa com moradores (durante a discussão da construção do empreendimento) foi levantado a questão da segurança. Mas as câmeras são um dos pontos de investimentos que foram feitos na região.”

Segundo ela, ao todo foram gastos R$ 236 mil em melhorias urbanas para compensar os impactos do hipermercado da marca inaugurado em dezembro do ano passado no Água Verde. Além do monitoramento no entorno do cemitério, a rede pagou a modernização de semáforos, melhorias na iluminação pública e reestruturação de uma praça.
Fonte: Gazeta do povo 19/10/2011

segunda-feira, outubro 17, 2011

Compras coletivas pela internet podem não ser uma boa ideia

Um engenheiro e um advogado foram lesados após comprar um pacote de viagens em um site de compras coletivas, em Curitiba. Eles compraram pacotes de viagens internacionais com descontos de 50%, efetuaram o pagamento e não conseguiram desfrutar dos benefícios porque não receberam os vouchers. Mesmo depois reclamar junto aos órgãos defesa do consumidor, os dois ainda não conseguiram recuperar o dinheiro.
O engenheiro Maurício Guimarães pagou R$ 6,6 mil por sete dias pela Europa e precisou abrir um boletim de ocorrência na delegacia de crimes contra a economia e proteção ao consumidor. “Eles pegaram o meu dinheiro, me venderam uma fantasia e ficaram me induzindo ao erro dizendo que estava tudo certo e que era só eu aguardar em casa que ia chegar o voucher. Passei vergonha diante dos meus amigos e da família e fiquei indignado por não conseguir resgatar o dinheiro de uma maneira mais direta”, conta Guimarães.
O advogado Anderson Lovato também iria viajar para a Europa. Ele comprou dois pacotes para ir com a esposa mas também não conseguiu realizar a viagem. “Depois que percebi que ninguém me atendia por telefone, eu resolvi pesquisar pra saber se outras pessoas tinham sido lesadas pela empresa. Foi quando descobri que sete mil pessoas estavam insatisfeitas com o serviço. Como eu tinha documentado tudo, fiz uma reclamação junto ao Ministério Público Estadual”, explicou o advogado.
O promotor de Defesa do Consumidor Maximiliano Deliberador disse que vai investigar os casos. “Tanto o site quanto a própria pessoa que vendeu o produto serão investigados. O código de defesa do consumido trata isso como responsabilidade solidária, quando todos respondem de maneira igual”, completa.

Diários Secretos ganha prêmio internacional



Em uma decisão unânime dos jurados, a série Diários Secretos ganhou um prêmio mundial de imprensa inédito para o jornalismo brasileiro. A sequência de reportagens, elaborada pela Gazeta do Povo e pela RPC TV no ano passado, conquistou o “Global Shining Light Award”, entregue na noite de sábado, em Kiev, na Ucrânia, durante a 7.ª Conferência Global de Jornalismo Investigativo. O trabalho paranaense, que mostrou um esquema milionário de desvio de recursos públicos na Assembleia Legislativa do Paraná se consagrou como melhor exemplo de jornalismo investigativo produzido em nações em desenvolvimento.

Podiam concorrer ao prêmio reportagens publicadas nos 154 países considerados emergentes. No total, 30 trabalhos foram avaliados pelos jurados. A série Diários Secretos disputou o Global Shining Light com investigações sobre a corrupção ligada à polícia na África do Sul e sobre o contrabando na China e na Coreia do Norte. Na manhã de ontem, os jornalistas Karlos Kohlbach, Katia Brembatti, James Alberti e Gabriel Tabatcheik apresentaram aos participantes da conferência detalhes de como o trabalho foi desenvolvido.

Prêmios

Veja quais os prêmios recebidos pela série Diários Secretos:

• Global Shining Light Award – outubro de 2011 – melhor reportagem investigativa feita em país em desenvolvimento em 2010.

• Prêmio Latino-Americano de Jornalismo Investigativo – setembro de 2011 – primeiro lugar.

• Grande Prêmio Esso de Jornalismo – novembro de 2010 – melhor trabalho brasileiro.

• Troféu Tim Lopes/Embratel – novembro de 2010 – melhor reportagem investigativa.

Investigação

Esquema de corrupção desviou R$ 200 mi da Alep

A série de reportagens Diários Secretos revelou um esquema de corrupção que, pelas estimativas do Ministério Público, resultou no desvio de pelo menos R$ 200 milhões dos cofres públicos. Os diários oficiais da Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) não eram públicos. Os documentos foram reunidos, digitados e organizados pela equipe de jornalistas da Gazeta do Povo e da RPC TV. Mais de 700 diários serviram de base para a sequência de reportagens. As informações culminaram em um banco de dados que mostrava toda a movimentação de funcionários do Legislativo. Foi possível desvendar um sistema de contratação de funcionários fantasmas e laranjas.

Três dos principais diretores da Assembleia foram afastados e estão sendo processados. Bens de envolvidos foram bloqueados pela Justiça. Mais de 30 pessoas chegaram a ser presas. Novas regras para o controle de frequência e para a contratação de funcionários foram estabelecidas. Por ordem judicial, os diários oficiais passaram a ser publicados na internet.

A partir da série, a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) encabeçou o movimento “O Paraná que queremos”, que levou milhares de pessoas às ruas, em 13 cidades do Paraná, para protestar contra os desmandos na Assembleia. Um projeto de lei de iniciativa popular, que estabelece regras de transparência para a gestão de recursos em todos os órgãos estaduais, foi apresentado e aprovado no Legislativo.

Para o dinamarquês Henrik Kaufholz, organizador da Conferência Global que reuniu cerca de 450 jornalistas de aproximadamente 50 países, o que chamou a atenção foi a bagunça dos documentos da Assembleia Legislativa e a maneira sistemática que os jornalistas paranaenses utilizaram para organizar uma base de dados com informações encontradas nos diários oficiais e, assim, descobrir várias irregularidades.

Editora do jornal O Globo e ganhadora de dois prêmios Esso, a jornalista brasileira Angelina Nunes fez parte do grupo de jurados. “A série Diários Secretos é um exemplo de integração de mídias, persistência e jornalismo em profundidade. (...) Um material para ser estudado nas faculdades e nas redações. É uma aula de jornalismo”, declarou.

O Global Shining Light Award é o segundo prêmio internacional concedido à Gazeta do Povo e à RPC TV pela série Diários Secretos. No mês passado, o trabalho conquistou o título de melhor reportagem investigativa feita na América Latina. A sequência de matérias venceu também os dois mais importantes prêmios de jornalismo no Brasil – o Grande Prêmio Esso de Jornalismo e o prêmio Tim Lopes de reportagem investigativa.

Premiação mostra importância do jornalismo do PR

Para o presidente da Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji), Fernando Rodrigues, a conquista do Global Shining Light coroa o trabalho feito pelo Grupo Paranaense de Comunicação (GRPCom). “A premiação da série Diários Secretos é mais um merecido reconhecimento para uma das mais completas reportagens de jornalismo investigativo feitas no Brasil. É um orgulho para o jornalismo investigativo brasileiro esse novo prêmio, justamente num dos fóruns mais respeitados do jornalismo investigativo mundial.”

Já o presidente do Sindicato dos Jornalistas do Paraná, Márcio Rodrigues, destacou a transformação social promovida pela série, com foco no interesse do cidadão. “As denúncias colocaram a público irregularidades que ainda estão sendo apuradas, mas o ponto central é a responsabilidade dos jornalistas em apontar soluções para problemas da gestão pública.”

Para Eduardo Aguiar, chefe de redação da Gazeta do Povo, a série é uma demonstração evidente de que a imprensa é fundamental para a sociedade na fiscalização do poder público e no combate à corrupção. “Todos esses prêmios recebidos são um reconhecimento a um dos principais trabalhos de investigação jornalística já feitos no Brasil, cuja apuração perfeita, fruto de uma incessante coleta de provas documentais e depoimentos de dezenas de envolvidos, resultou numa verdadeira revolução política no Paraná.”
Fonte: Gazeta do povo 17/10/2011

domingo, outubro 16, 2011

Termina oficialmente a greve dos bancários em Curitiba

Uma assembleia realizada pelo Sindicato dos Bancários de Curitiba e Região, na tarde deste domingo (16), em Curitiba, decidiu pelo fim da greve e retorno imediato ao trabalho. As agências devem abrir já nesta segunda-feira (17). Os funcionários aceitaram as propostas de aumento salarial feitas pelos bancos.
De acordo com o sindicato, os bancários decidiram realizar a assembleia neste domingo para evitar que a população fique mais um dia sem atendimento e também para terem um dia a menos de serviço para repor. Os bancários consideram crítica a situação dos clientes, que não conseguem atendimento há 20 dias.
O movimento de paralisação começou no dia 27 de setembro em todo o Brasil. De acordo com o Sindicato dos Bancários de Curitiba e Região, 310 agências aderiram à greve. Ao todo 11 mil bancários suspenderam as atividades.
Nos demais estados, os sindicatos precisam aprovar a proposta em assembleias, previstas para ocorrer na segunda-feira. Se o acordo for aprovado pela maioria dos cerca de 140 sindicatos da categoria, os bancários retornam ao trabalho na terça-feira (18).
Greve ilegal
A greve chegou a ser considerada ilegal pelos bancos. HSBC e Bradesco entraram na justiça e conseguiram liminares que obrigaram os funcionários a voltar ao trabalho. Entretanto, todos os outros bancos permaneceram fechados.
Entre as reivindicações da categoria estavam, o reajuste salarial de 12% e mudanças nos critérios para pagamento de Participação nos Lucros e Resultados (PRL) dos bancos. A categoria pediu três salários mais o fixo de R$ 4,5 mil.
Os bancos ofereceram 9% de reajuste, que representa aumento real de 1,5% e os dias parados não serão descontados. Os bancários terão até o 15 de dezembro para repor esses dias.
Fonte: G1 Paraná 16/10/2011

Vinte e dois presos rendem policial de plantão e fogem de delegacia

Vinte e dois homens fugiram da delegacia de Campina Grande do Sul, no Paraná, na noite deste sábado (15). Os homens renderam o único policial de plantão e fugiram. Mais tarde, em confronto com policiais do Batalhão de Operações Especiais (Bope), cinco foram recapturados e um morreu. A polícia ainda procura pelos outros 16 foragidos.
O policial foi agredido pelos detentos, na hora em que servia o jantar. Os homens o jogaram dentro de uma das celas e escaparam. Eles levaram as armas da delegacia e o carro do agente.
Horas depois, policiais do Bope se depararam com alguns dos foragidos, em um posto, às margens da BR-116. Um deles atirou contra os policiais e foi morto. Cinco homens foram recapturados e os outros do grupo fugiram. Todas as armas da delegacia e o carro do agente foram recuperados, mas a polícia ainda não tem pistas dos foragidos.
A carceragem da delegacia tem capacidade para abrigar oito detentos, mas 47 homens estavam presos no momento da fuga. Os outros 25 ainda permanecem na delegacia.
Fonte: G1 16/10/2011

sábado, outubro 15, 2011

Feliz dia do professor!

Obra pode afetar o abastecimento de água em 19 bairros de Curitiba

Uma obra da Companhia Paranaense de Saneamento (Sanepar) deve deixar os moradores de 19 bairros de Curitiba sem água durante parte da tarde deste sábado (15) e a madrugada de domingo (16). A empresa fará uma revitalização nos reservatórios do Portão e do Corte Branco.
As obras iniciam às 16h de sábado e terminam às 7h de domingo. Os bairros que poderão ser afetados são Água Verde, Capão Raso, Fany, Portão, Fazendinha, Guaíra, Lindóia, Vila Izabel, Santa Quitéria, Novo Mundo, Pinheirinho, Seminário, Xaxim, Cidade Industrial, Boqueirão, Cajuru, Guabirotuba, Jardim Américas e Uberaba. O Hospital do Trabalhador será abastecido pelo sistema do Pinheirinho.
Dúvidas e reclamações podem ser resolvidas pelo telefone 115.

Fonte: G1 Paraná - 15/10/2011

Adiante o relógio à meia-noite de sábado

Dias mais longos e noites mais curtas. Começa neste domingo e se estende até 25 de fevereiro a 37.ª edição do horário de verão. Segun­­do o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), será o mais longo período desde 1985, com 133 dias de duração. À meia-noite deste sábado (ou zero hora de domingo), os relógios deverão ser adiantados em uma hora em 10 estados das regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste, além do Distrito Federal e da Bahia, que foi incluída neste ano. O horário de verão só terminará no domingo seguinte ao fim do Carnaval de 2012.

Muita gente reclama da hora de sono perdida nesse adiantamento do relógio. “A gente ganha ela de volta depois, mas o sono já foi perdido. É difícil até o organismo se acostumar”, lamenta a recepcionista Vanessa de Oliveira.

Previsão

Dias mais quentes com chuva rápida

Apesar de o horário ser de verão, a mudança ocorre em plena primavera. Portanto, os primeiros meses de dias mais longos serão acompanhados das características climáticas da estação das flores. No Paraná, nesse período, ocorre tradicionalmente um aumento natural no volume das chuvas e das temperaturas médias em todo o estado.

Segundo previsão do Instituto Tecnológico Simepar para os próximos três meses, os efeitos do fenômeno La Niña voltam com pouca intensidade, trazendo principalmente chuvas rápidas e irregulares. Também estão previstos longos períodos de estiagem em diversos pontos do estado. Até dezembro, a quantidade de chuvas deve ficar próxima das médias históricas para a estação, assim como as temperaturas. Pela previsão, devem ocorrer grandes variações na temperatura em períodos curtos devido ao rápido deslocamento de frentes frias.

Para não perder mais horas de sono do que o necessário, não há outra saída a não ser se adequar. O problema é que muitos não conseguem se acostumar tão facilmente. Como o organismo humano tem um ciclo que é guiado pela luminosidade, o horário de verão exige do cérebro um período de adaptação que pode durar de três a 15 dias. “Por mais que o corpo peça, a pessoa não deve dormir de acordo com o horário antigo, mas tentar se adaptar ao horário novo”, sugere o endocrinologista Guilher­­me Figueiredo Marque­­zine. Outra dica do médico é evitar a ingestão de substâncias estimulantes, como café, nos primeiros dias do novo horário.

Enquanto muita gente reclama do fato de ter de acordar uma hora mais cedo, outros comemoram a chegada do horário de verão. “O dia mais longo é mais proveitoso. Dá tempo de fazer mais coisas com o dia ainda claro”, justifica a estudante Márcia Correia, que planeja aproveitar as horas extras de sol para praticar exercícios físicos ao ar livre.

Economia

No Paraná, a economia de energia gerada pelos dias mais longos é estimada pela Copel em 5% do total produzido, o suficiente para abastecer por um dia uma cidade com 200 mil residências.

Mais do que reduzir o consumo, o horário de verão alivia a demanda por energia no período crítico do dia, que é entre 18 e 21 horas. “Imagine um carro subindo a serra. Se ele estiver muito carregado, as condições de freio, refrigeração e tudo mais ficam em condições desfavoráveis. O mesmo acontece com o sistema elétrico”, compara o gerente do Centro de Operação do Sistema Elétrico da Copel, Nelson Cuquel.

Com o horário de verão, segundo ele, se antecipa a demanda máxima de consumo nas casas, levando o pico para um horário em que ainda há luminosidade natural, criando uma folga operacional.


Fonte: Gazeta do povo 15/10/2011

sexta-feira, outubro 14, 2011

Seja um doador de medula óssea

Amanhã, sábado (15) na Praça Osório em Curitiba tem cadastramento de doadores de medula óssea, venha cadastrar-se também, é rápido, não dói nada e salva vidas !!!

Seja um doador !!!

Participem!!!