quinta-feira, março 31, 2011

Faltam ônibus para transporte especial de cadeirantes em Curitiba

Quase todos os dias, o cadeirante Maikol Rodrigo Brek, morador de Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, enfrenta o mesmo problema. Pela manhã, às 6h, ele fica à espera de ônibus para trabalhar na capital e encontra dificuldades para achar uma linha que tenha elevador de acesso para cadeirantes. Esse problema, somado à demora dos ônibus, segundo Brek, faz com que ele chegue muitas vezes atrasado na empresa onde trabalha. “Os ônibus equipados com elevador para cadeirante demoram de 30 a 40 minutos para passar”, denuncia Brek.

Para chegar ao seu trabalho, Brek tem a opção de pegar ou o Conjunto Atuba ou a linha Vila Palmital. Ele desce no Centro de Curitiba e pega outro ônibus para chegar a seu serviço. Brek entrega panfletos em um supermercado, como terceirizado, e afirma que mesmo pegando ônibus às 6 horas chega atrasado. Seu horário de entrada é 8h. “À medida do possível converso com meu chefe e explico os atrasos. Eles entendem, mas eu não gosto de chegar atrasado. Estou lutando pela minha cidadania”, afirma Brek.

A responsabilidade da programação dos horários das linhas de ônibus Vila Palmital e Conjunto Atuba é da Urbanização de Curitiba (Urbs). Os horários do ônibus Conjunto Atuba saindo do bairro Conjunto Atuba e em dias úteis, antes das 8h, são 5h20, 5h40, 6h35, 6h55 e 7h50. Já os horários do Vila Palmital em dias úteis, antes da 8h, saindo do bairro Palmital, são 6h17 e 7h46. Tanto uma linha como a outra possuem mais horários de coletivo com elevador após esses horários.

A Urbs informa que está reforçando o monitoramento dos horários das linhas Vila Palmital e Conjunto Atuba para verificar o que está ocorrendo, com o objetivo de melhorar as condições para os usuários. Segundo a Urbs, 79% dos ônibus de transporte coletivo da região de Pinhais já têm acessibilidade.

Ação

Brek disse que deve entrar, esta semana, com uma ação no Ministério Público contra a empresa que faz as linhas do Conjunto Atuba e Vila Palmital. Leonardo Zem, assessor da diretoria da empresa de transporte coletivo Expresso Azul, que faz essas linhas, lembrou que os horários dos ônibus têm programação pré-estabelecida pela Urbs.

“Como são pessoas com necessidades especiais, o mais importante é resolver o problema”, afirma Zem. Segundo ele, a empresa possui alguns ônibus sem elevador para cadeirante porque “a vida útil dos ônibus ainda não venceu”. Ele informa que ainda este ano, a empresa vai incorporar dez a 12 ônibus com elevador e retirar de circulação este mesmo número de ônibus que não tem acessibilidade.

Zem não soube informar quando termina “a vida útil” dos ônibus que compõem a frota da Expresso Azul. De acordo com ele, os ligeirinhos e os biarticulados já têm elevador para cadeirante e 60% dos alimentadores ainda não têm acessibilidade.

Prefeitura de Curitiba terá horários diferenciados nesta sexta-feira (1)

Será feriado municipal em Curitiba nesta sexta-feira (1º), por causa do aniversário de fundação da cidade, comemorado na terça-feira, dia 29 de março. Confira os serviços municipais que estarão disponíveis nesta sexta-feira:

As repartições públicas estarão fechadas. Os serviços municipais prestados nas Ruas da Cidadania também não acontecerão nesta sexta-feira e voltarão ao normal na segunda-feira (4).

O Departamento de Desenvolvimento de Política de Pessoas da Secretaria de Recursos Humanos estará aberto, apesar do recesso municipal, para atender as pessoas que passaram no último concurso para a função de educadores da Prefeitura de Curitiba. Os 185 aprovados têm até esta sexta-feira para tomar posse.

Abastecimento

As feiras livres funcionarão normalmente na sexta-feira e no fim de semana.
Os Armazéns da Família fecham na sexta-feira e abrem normalmente no sábado (2).
Os Restaurantes Populares vão funcionar normalmente para o almoço.
O Mercado Municipal também abrirá no horário normal nesta sexta, das 7h às 18h.

Saúde

As unidades básicas de saúde ficam fechadas nesta sexta-feira.

Os Centros de Urgências Médicas funcionarão normalmente, 24 horas, nos seguintes endereços:

• Centro de Urgências Médicas Sítio Cercado – Rua Levy Buquera, 158 – fone 3378-6405;
• Centro de Urgências Médicas Boa Vista – Avenida Paraná, 3654 – fone: 32511013
• Centro de Urgências Médicas Boqueirão – Rua Professora Maria Assumpção, 2.590 - fone 3277-3701;
• Centro de Urgências Médicas Pinheirinho – Rua Leon Nicolas, esquina com a Avenida Winston Churchill, ao lado da Rua da Cidadania;
• Centro de Urgências Médicas Fazendinha – Rua Carlos Klemtz, ao lado da Rua da Cidadania Fazendinha / Portão – fone 3314-5121;
• Centro de Urgências Médicas Campo Comprido – Rua Monsenhor Ivo Zanlorenzi, 3.495 – fone 3285-1896.
• Centro de Urgências Médicas CIC – Rua Senador Accioly Filho, 3370 – fone 3314-5098.
• Centro de Urgências Médicas Cajuru - Rua Eng. Benedito Mário da Silva, esq. Ceilão – fone 3261-4026.

Educação

As escolas municipais e creches vão funcionar normalmente.

Meio Ambiente

O Zoológico de Curitiba vai funcionar normalmente, das 8h às 17h.
Limpeza pública será normal nesta sexta-feira.

Transporte

Os ônibus do transporte coletivo funcionarão normalmente. O atendimento ao público na Urbs não vai funcionar nesta sexta-feira (1º) e voltará ao normal na segunda-feira (4).

O professor Luiz Monezi, poeta e ambientalista lança livro de versos em Curitiba

O professor Luiz Monezi lança o livro “Curitiba em Versos”, na quinta-feira (dia 31), às 19h na Livraria Dario Velosso, Largo da Ordem, em Curitiba.

Monezi é graduado em Letras pela Universidade Estadual de Maringá, pós-graduado em Fitoterapia pela UFLA e em Ciências do Meio Ambiente pela UEM.

Acadêmico de Musicoterapia pela FAP, o professor, que é filiado do PV, também é músico, compositor e escultor.
Monezi foi candidato a vereador pelo PV nas eleições de 2008 e a deputado estadual nas eleições de 2010.

Serviço
Lançamento do livro Curitiba em Versos
Dia: 31
Hora: às 19h
Local: Livraria Dario Vellozo, Praça Garibaldi, 07, Centro Histórico, Curitiba.

Com informações do Deputado Federal João Arruda

Atendimento do IML de Curitiba continua precário

Corpo de homem assassinado levou mais de oito horas para ser recolhido.
Carro do IML que atende Curitiba quebrou às 11h de quarta (30).


O Instituto Médico Legal (IML) de Curitiba enfrenta problemas de falta de estrutura há vários meses. Nesta quarta-feira (30), o corpo de um homem assassinado levou mais de oito horas para ser removido. O crime aconteceu no bairro Cidade Industrial, às 13h. O IML só chegou depois das 21h.

O carro do Instituto Médico Legal (IML) que atende Curitiba quebrou às 11h desta quarta (30). A viatura de Paranaguá foi emprestada, mas o veículo só chegou na capital às 16h.

Por volta das 19h, uma mulher de 25 anos que atravessava a canaleta do ônibus foi atropelada por dois ônibus biarticulados, no bairro Água Verde, em Curitiba. O corpo da jovem só deu entrada no IML às 23h.

quarta-feira, março 30, 2011

Marcos Isfer confirma a existência de contratos entre URBS, Dataprom e Instituto Curitiba de Informática


Em entrevista dia 22/03/2011 na radio CBN Curitiba o presidente da URBS, Marcos Isfer tentou esclarecer os contratos da URBS com a Dataprom, sendo que alguns destes contratos são através do Instituto Curitiba de Informátia. Confira a entrevista (vídeo acima) e tire suas conclusões.

Gustavo Fruet terá apoio de Beto Richa na eleição do ano que vem

Gustavo Fruet " governador não irá contra candidatura própria do PSDB em Curitiba"

O governador Beto Richa (PSDB) liberou o caminho para o ex-deputado federal Gustavo Fruet ser candidato a prefeito pelo PSDB no próximo ano. Um almoço nesta quarta-feira, entre Gustavo, o presidente estadual do PSDB, Valdir Rossoni, e o líder do governo, Ademar Traiano, deixou Gustavo mais confiante de que o governador não irá trabalhar contra a candidatura própria do PSDB em Curitiba.

Detalhes da conversa não foram revelados, mas a mensagem é que Gustavo não terá obstáculos se quiser construir sua candidatura, ainda que uma ala do partido trabalhe para se juntar ao projeto de reeleição do prefeito de Curitiba, Luciano Ducci (PSB).

A prova da disposição de Beto em não obstruir os canais para o ex-deputado ser indicado pelo partido já será dada neste final de semana, quando Gustavo entra em estúdio para gravar o programa do PSDB, que será exibido no horário eleitoral gratuito do dia 11 de abril.

O presidente nacional do PSDB, Sérgio Guerra, também entrou no circuito. Telefonou para Gustavo e incentivou-o a seguir em frente. Os deputados estaduais e federais tucanos apontaram na mesma direção. A disposição também seria igual na Câmara Municipal, mas as relações próximas com o prefeito Luciano Ducci (PSB) impedem que os vereadores expressem publicamente essa posição.

Direto ao ponto

“Foi uma conversa muito objetiva e franca. Demos um passo à frente. Agora, vamos trabalhar”, disse Gustavo, que já considera sua candidatura a prefeito irreversível. Seja no PSDB ou em outro partido, ainda que pequeno e com pouco tempo de propaganda no horário eleitoral gratuito. “Não tenho como deixar de ser candidato”, afirmou Gustavo.

Ele não cobrou apoio nem compromisso do governador. Perguntou apenas se era possível ou não ser candidato pelo PSDB. “Não quero que isso se transforme em impasse ou agonia lá na frente. Esse processo acabou se precipitando e gerando um desgaste que não pode se estender. Então, precisava saber se havia possibilidade ou não de ser candidato”, afirmou.

A próxima etapa da batalha de Gustavo é a conquista da direção do partido em Curitiba. Há dez dias, Rossoni forçou a suspensão da convenção municipal do partido, que sido convocada pelo presidente da Câmara Municipal, João Claudio Derosso, atual presidente, apontado como articulador do apoio a Ducci no partido.

Em noite chuvosa Paraná Clube perde para o Botafogo na copa do Brasil

Em partida disputada sob chuva na cidade de Curitiba, o Botafogo deu um grande passo rumo à classificação para as oitavas de final da Copa do Brasil. Na estreia do técnico Caio Júnior, justamente contra o clube que o projetou como treinador, a equipe alvinegra bateu o Paraná por 2 a 1 - gols do zagueiro Antônio Carlos e do garoto Willian - e pode até perder por 1 a 0 na partida de volta, marcada para 6 de abril, no Engenhão.

Quem passar do confronto pega nas oitavas de final o vencedor do duelo entre Ipatinga e Avaí. No jogo de ida, em Minas Gerais, as equipes ficaram no empate por 1 a 1.

Com um esquema seguro na marcação, o Botafogo se impôs na partida e freou o veloz trio de ataque do Paraná, formado por Kelvin, Diego e Léo. A etapa inicial teve pouca criatividade no meio de campo e os dois primeiros gols saíram na bola parada.

Na segunda etapa, o atacante Willian, 19 anos, entrou e mudou a cara do jogo. Ele aproveitou falha do goleiro tricolor para definir a vitória carioca e puxou vários contra-ataques perigosos. O time alvinegro ainda teve chances de fazer 3 a 1 e eliminar o jogo de volta, mas falhou na pontaria.

O jogo

A forte chuva que atingiu Curitiba nesta quarta-feira prejudicou o início do duelo. Dono de uma equipe com jogadores rápidos como a revelação Kelvin, o Paraná não conseguiu desenvolver o jogo pelas laterais diante do Botafogo, bem armado defensivamente por Caio Júnior - o treinador apostou na forte marcação de Rodrigo Mancha, Marcelo Mattos e Somália no meio.

A presença dos três volantes tornou o Botafogo bem compacto e posicionado. A equipe carioca controlou os primeiros instantes de partida e assustou o goleiro adversário logo aos 8min, quando o atacante argentino Herrera arriscou de longe e viu a bola passar rente à trave paranista.

Mais atuantes no ataque, os cariocas abriram o placar aos 15min, aproveitando uma das virtudes do time desde o período de Joel Santana. Depois de cobrança de escanteio de Éverton pela direita, o zagueiro Antônio Carlos subiu mais alto que a defesa rival e fez 1 a 0 para o Botafogo.

O empate dos donos da casa, porém, saiu logo no minuto seguinte - e em jogada praticamente idêntica à do gol alvinegro. Após cobrança de escanteio, Rodrigo Defendi subiu de cabeça e acertou o canto esquerdo de Jefferson, igualando o marcador.

Após o começo acelerado, as equipes passaram a acertar a marcação no meio de campo e o jogo ficou mais truncado. Só aos 24min, novamente na bola parada, houve outra chance de gol: após escanteio, a zaga do Paraná não cortou e Antônio Carlos chegou atrasado no lance, perdendo ótima oportunidade.

Com um alto número de faltas, a partida tinha muita luta pela bola, mas pouca qualidade técnica. O Paraná apostava na velocidade de seu trio de frente para chegar: aos 37min, Diego fez a finta dentro da área e bateu na rede pelo lado de fora. Já o Botafogo, apesar de mais bem postado, errava passes e tinha dificuldades para acionar os atacantes Herrera e Caio.

Já nos acréscimos do primeiro tempo, o time tricolor ficou com um jogador a menos. Antes de batida de falta, o volante Luiz Camargo acertou uma cotovelada em Herrera fora do lance; o assistente percebeu o incidente e chamou o árbitro Elmo Alves Resende Cunha, que expulsou o jogador paranista.

Caio Júnior resolveu soltar mais o time para a segunda etapa e voltou do intervalo com o jovem atacante Willian no lugar de Rodrigo Mancha, deixando o Botafogo em um 4-3-3. A postura deu certo logo aos 2min de bola rolando: Somália arriscou de fora da área, o goleiro Thiago Rodrigues não segurou e Willian aproveitou o vacilo, marcando o segundo gol alvinegro no rebote.

Um minuto depois, o Botafogo perdeu sua vantagem numérica. Somália deixou a perna em cima de Diego, recebeu o segundo cartão amarelo e também foi expulso. Para reorganizar a equipe, Caio Júnior tirou Márcio Azevedo para a entrada do volante Fahel, deslocando Éverton para a lateral esquerda.

Mesmo com o Paraná, perdendo, a torcida tricolor não parou de apoiar. O time da casa tentava pressionar na base do "tudo ou nada"; porém, o Botafogo se defendia bem e seguia melhor na partida. Aos 31min, Willian arrancou pela esquerda em contra-ataque e cortou a marcação para dentro, mas preferiu chutar em vez de tocar para Caio e acabou mandando para fora.

Ameaçando constantemente no contragolpe, a equipe carioca teve outra chance de eliminar a partida de volta aos 39min. Após nova arrancada de Willian, desta vez pela direita, Alessandro ficou com a bola e arriscou de fora da área, mas mandou muito longe do alvo. O Paraná continuou se lançando à frente nos minutos finais, mas o placar não se alterou mais.

FICHA TÉCNICA

Paraná 1 x 2 Botafogo

Gols
Paraná: Rodrigo Defendi, aos 16min do 1º tempo
Botafogo: Antônio Carlos, aos 15min do 1º tempo, e Willian, aos 2min do 2º tempo

Paraná
Thiago Rodrigues; Paulo Henrique, Rodrigo Defendi e Luciano Castán; Henrique (Luizinho), Anderson, Luiz Camargo e Lima (Marquinhos); Kelvin e Diego (Ricardinho); Léo. Técnico: Ricardo Pinto

Botafogo
Jefferson; Alessandro, Antônio Carlos, Márcio Rosário e Márcio Azevedo (Fahel); Marcelo Mattos, Rodrigo Mancha (Willian) e Somália; Éverton; Caio (Cidinho) e Herrera. Técnico: Caio Júnior

Cartões amarelos
Paraná: Henrique e Anderson
Botafogo: Rodrigo Mancha, Somália e Alessandro

Cartões vermelhos
Paraná: Luiz Camargo
Botafogo: Somália

Árbitro
Elmo Alves Resende Cunha (GO)

Local
Estádio Durival de Britto, Curitiba (PR)

Banco Santander coloca Vereadora Noemia Rocha no SEPROC

A Vereadora de Curitiba NoemiA Rocha escreveu em seu twitter (http://twitter.com/Ver_NoemiaRocha) sua indignação com o banco Santander, segundo ela o banco pagou 6 cheques dela após o encerramento da conta e devolveu outros 6 que foram foram roubados, no twitter a Vereadora escreveu que está tendo problemas com o banco central.....

terça-feira, março 29, 2011

Prefeito Luciano Ducci não recebe professores e põe policiais para intimidá-los

Dezenas de professores municipais foram à Prefeitura de Curitiba na tarde desta terça-feira, 29, à espera de negociações. Em vez do prefeito Luciano Ducci, com quem queriam dialogar, encontraram soldados do GOE - Grupo de Operações Especiais da Guarda Municipal, armado com escopetas.
A mídia presente captou a indignação da categoria diante da atitude intimidatória do prefeito. Preocupada com possível arranhão na imagem de Ducci, a administração municipal fez o GOE recuar.
Mesmo assim, a comissão de servidores não foi recebida para tentar estabelecer conversações. Conseguiram o compromisso de que o prefeito receberá a categoria ainda na primeira quinzena de abril.
Professores e servidores municipais querem uma conversa direta com o prefeito para fazer as negociações avançarem. Não adianta pôr o quinto escalão para tratar das reivindicações porque eles não têm autonomia para fazer avançar qualquer proposta.
Tem ocorrido que os representantes do prefeito chegam às reuniões negando as reivindicações. Se os sindicatos refazem a proposta para buscar pontos em comum que façam o diálogo evoluir, esbarram na falta de capacidade da outra parte para decidir.

Este é o motivo por que não houve qualquer avanço na pauta educacional, na correção de problemas do plano de carreira e mesmo na questão salarial. O único ponto positivo foi a reposição da inflação nacional do último ano, de 6,5%. Não fosse isto, aumentariam ainda mais as perdas salariais, que chegam a 14,84%.
A manifestação dos servidores contou também com o corte e distribuição de um bolo com a marca da Campanha de Lutas, em homenagem aos 318 anos de Curitiba, comemorados neste dia 29. Um pedaço do bolo foi levado ao gabinete do prefeito para ser entregue a Ducci, para simbolicamente lembrar o bolo que ele deu nos servidores.
Diante da postura de intransigência do prefeito, professores e os demais servidores municipais vão dar continuidade à mobilização. Se o diálogo não evoluir, podem parar as atividades no serviço público municipal.

No final da tarde a comissão de mobilização reuniu-se na sede do Sismmac para avaliar a situação e propor novas atividades, que serão levadas à categoria.

Fiquemos todos atentos e participemos! Vamos defender nossos direitos!

Veja mais fotos no http://www.sismmac.org.br/noticias.asp?ID=1149&ID_CAT=1

No aniversário de 318 anos Curitiba, Chik Jeitoso (PPS) lança sua pré-candidatura a prefeito de Curitiba

Jardim Botânico de Curitiba foi o "palco" da entrevista polêmica e bombástica do pré-candidato a prefeito de Curitiba Chik Jeitoso (PPS)

Parte 1

Na abertura da entrevista Chik Jeitoso pré-candidato a prefeito de Curitiba pelo PPS explica quem é Chik Jeitoso e fala sobre o coringa que ele tem para a capital do Paraná.

Parte 2

Chik Jeitoso fala sobre a criação da "secretaria do bairro", uma secretaria em cada bairro de Curitiba, assim cada bairro terá um secretario, sendo que este secretario (a) será um morador do bairro, facilitando assim o "elo" de ligação entre o povo, vereador e o prefeito, fortalecendo a população Curitibana.

Parte 3

Chik Jeitoso fala sobre a criação da secretaria da defesa civil de Curitiba, tendo assim uma grande estrutura de prevenção e socorro a vítimas de catastrofes, montar uma estrutura nesta secretaria semelhante a do corpo de bombeiros.

Parte 4

Chik Jeitoso falou sobre as novas secretarias que Curitiba deve ter, comentou sobre o nepotismo existente e afirmou que vai valorizar os projetos dos ex-prefeitos de Curitiba, projetos esses que por motivos politicos e de siglas partidárias não foram executados ou até "cortados" do cronograma municipal, citando o exemplo o projeto do farol do saber do ex-prefeito Rafel Greca.

Parte 5

O pré-candidato Chik Jeitoso explanou sobre os recursos não investidos e até investidos errôneamente na capital do Paraná, Chik falou sobre como serão investidos os recursos públicos em sua gestão como prefeito de Curitiba

Parte 6


Um assunto polêmico de Curitiba é o ESTAR - estacionamento regulamentado. Chik falou sobre as mudanças que pretende fazer em relação a este serviço em Curitiba, o pré-candidato contou que irá criar um incentivo para o usuário no sentido dele ter algum retorno com o pagamento do ESTAR.

Parte 7

Chik tem projetos para beneficiar as crianças portadoras de doenças como o câncer, aids e outras que de certa forma prejudicam o bom desenvolvimento delas, Chik criará um benefício municipal para atender todas essas crianças.

Parte 8

O pré-candidato a prefeito de Curitiba Chik Jeitoso (PPS) falou que é um absurdo a lei que dispõe sobre o desacato ao servidor público em exercício da função, assumiu o compromisso que se prefeito for irá priorizar o bom atendimento ao cidadão Curitibano, porque analisa que se o cidadão vai nervoso em uma repartição pública é porque o serviço não está sendo bem prestado pelo poder público.

Parte 9

Chik falou sobre o vestuário que irá usar se prefeito for em Curitiba, "sou simples, serei simples igual quando for prefeito de Curitiba", afirmou Chik Jeitoso, falou que em certas situações exige que o prefeito use um terno e gravata, mas no dia a dia irá trabalhar até de bermuda e camiseta.

Parte 10


O polêmico pré candidato a prefeito Chik Jeitoso (PPS) inovou ao ser questionado sobre o perfil do seu vice-prefeito (a) para disputar as eleições de 2012, Chik foi objetivo na resposta e disse que não quer saber de vice, ele quer uma prefeita administrando com ele, frizou que uma mulher junto com ele administrando Curitiba e que não será vice, será sim uma prefeita e que juntos vão administrar Curitiba.

Parte 11

O pré-candidato a prefeito Chik Jeitoso (PPS) motrou sua preocupação com o cidadão Curitibano em relação a segurança pública, contou sobre seu projeto de implantação de módulos policiais em todos os bairros de Curitiba aproveitando a guarda municipal e fortalecendo a segurança pública.

Parte 12

Chik Jeitoso contou sobre seu projeto para a construção das praças futuristas nos bairros de Curitiba, projeto fortalecerá o incentivo ao esporte dando melhor qualidade de vida aos atletas de periferia e menos assistidos pelo poder público nos dias de hoje.

Parte 13

Chik contou sobre a sua preocupação com nossas crianças, hoje a imagem que as crianças, jovens e adolescentes tem da política é muito ruim devido a tantos e tantos escandalos envolvendo políticos, a politica está desacreditada, precisamos renovar e recuperar a credibilidade, em meu governo implantarei a disciplina de introdução a política pública nas escolas municipais, assim poderemos mostrar para nossas crianças como deve ser a política, certa, honesta e objetiva.

Parte 14

O polêmico Chik Jeitoso e pré-candidato a prefeito de Curitiba solta uma "bomba" referente a venda de bebidas alcólicas e cigarros em Curitiba, Chik Jeitoso disse que ninguém vai vender bebidas alcólicas e cigarros em Curitiba se não apresentarem projetos funcionais para a recuperação dos viciados, "sem projetos ninguém vai vender", afirmou Chik Jeitoso.

Parte 15

Mais polêmica na entrevista, Chik Jeitoso declara que vai acabar com as locações de veículos da COTRANS para a prefeitura de Curitiba, segundo o pré-candidato os valores são abusivos e fora da realidade, Chik falou que se prefeito for irá adquirir veículos próprios para a prefeitura, assim fortalecerá o patrimônio público e diminuirá as despesas com veículos, pois não existirão veículos locados.

Parte 16

Chik falou sobre os pronto-socorros de Curitiba, comentou que irá fazer parcerias com os prefeitos vizinhos da grande Curitiba buscando solução para amenizar o atendimento na capital, em seu projeto Chik foi incisivo, paciente de outro município só será atendido nos PS de Curitiba se comprovarem que passaram no PS da cidade de origem, assim os prefeitos da região metropolitana terão que investir na saúde em seus municípios, pois não é justo esses municípios somente usufruirem da estrutura de Curitiba.

Parte 17

A terceira idade ou a melhor idade assim chamada pelo pré-candidato Chik Jeitoso (PPS) será valorizada em seu governo, Chik tem projetos para o pessoal da melhor idade valorizando e prestigiando essas pessoas que já deram sua parcela de contribuição para construir o município.

Parte 18


Com muita irreverência Chik Jeitoso declara que a rua 24 horas não deu certo, segundo ele Curitiba precisa de uma Avenida 24 horas, com muito mais opções aos curitibanos e com vários seguimentos de comércio nesta avenida, " eu vou construir a Avenida 24 horas de Curitiba, e pense na avenida", declarou Chik.

Parte 19

O audacioso pré-candidato Chik Jeitoso (PPS) fala sobre os projetos para facilitar o acesso dos estudantes de Curitiba, falou sobre o passe escolar que hoje é muito burocrático e no seu governo não será burocrático, Chik irá simplificar o sistema do passe escolar. Além disso Chik tem uma preocupação enorme com o ensino, Jeitoso tem projeto para parcerias com SEBRAE, SENAI e outros para de fato o estudante saber e descobrir sua vocação para o trabalho ainda na escola, para assim ingressar na faculdade na certeza do curso que irá fazer.

Parte 20

O polêmico Chik Jeitoso aproveitou a ocasião para presentear o blogueiro Cesar Minotto com uma linda camiseta de Curitiba, Chik comprometeu-se em criar um parque temático denominado "show das aguas", onde sábados, domingos e todas as noites o Curitibano terá mais essa opção de lazer e cultura na capital paranaense.

Parte 21

Chik Jeitoso comentou sobre políticos que falam bonito, com palavras dificeis e na verdade cometem um "estelionato eleitoral" com o povo Curitibano, Chik falou que deu a "cara para bater" lançando sua pré-candidatura, que não tem medo de debate e muito menos de pegadinhas, convida quem quiser para vir debater com ele projetos para Curitiba e manda o recado que não vai se preocupar em falar bonito e sim trabalhar pelo povo nem que tenha que fazer calo na mão.


Parte 22


Chik Jeitoso fala sobre a instalação do metrô em Curitiba, fala que isso não é novidade e sim mais uma opção de transporte para Curitiba, o pré-candidato ainda citou outras formas de melhorar o transporte coletivo em Curitiba como os moto-táxi e outros.

Parte 23

Após várias explanações sobre projetos e idéias para Curitiba, o pré-candidato a prefeito de Curitiba Chik Jeitoso (PPS) falou sua mensagem de carinho e esperança ao povo Curitibano, Chik aproveitou para convidar o povo a vir junto nesse ousado e audacioso projeto político administrativo para Curitiba que tem o simples objetivo de melhorar a qualidade de vida do povo Curitibano, em especial as classes menos favorecidas da capital Paranaense,"Sim nós também podemos", finalizou Chik Jeitoso.

Em breve matéria completa com esposa do pré-candidato Chik Jeitoso (PPS), a pré-candidata a primeira dama "Chik Jeitosa".. Aguardem!!!

Morre aos 79 anos o ex-vice-presidente José Alencar

O ex-vice-presidente da República José Alencar morreu às 14h41 desta terça-feira (29) de câncer e falência múltipla dos órgãos, aos 79 anos. A informação foi confirmada pelo boletim médico do Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, divulgado às 15h. Alencar lutava contra um câncer na região do abdôme e estava internado no Sírio-Libanês desde segunda-feira (28), com um quadro de suboclusão intestinal.

Desde 1997, ele lutava contra o câncer. Nos últimos 14 anos, Alencar foi internado diversas vezes, passou por um tratamento experimental nos Estados Unidos e se submeteu a dezesseis cirurgias.


Políticos e autoridades paranaenses lamentam a morte de José Alencar

A morte do ex-vice-presidente José Alencar está repercutindo entre os políticos e autoridades paranaenses. Alencar morreu na tarde desta terça-feira (29), aos 79 anos, de falência múltipla dos órgãos.

Em entrevista a Gazeta do Povo, o ex-senador Osmar Dias lamentou a morte de Alencar. “Eu gostava muito do Alencar. Convivi muito com ele quando era senador. Sempre almoçávamos juntos e ele me contava muitas histórias sobre a vida dele”, conta. Para Osmar, o ex-vice-presidente teve uma vida muito rica. “Foi um vencedor, um trabalhador que chegou a vice-presidente. Era autêntico, ao contrário de muitos políticos por aí", afirma.

Perfil

José Alencar Gomes da Silva nasceu em 17 de outubro de 1931, na localidade de Itamuri, município de Muriaé, na Zona da Mata mineira. Foi o décimo primeiro dos quinze filhos de Antônio Gomes da Silva e Dolores Peres Gomes da Silva. Aos sete anos, Alencar já trabalhava na loja do pai e aos 14 anos deixou a casa da família para trabalhar de balconista numa loja de armarinhos da cidade de Muriaé.

Aos dezoito anos, iniciou seu próprio negócio. Para isto contou com a ajuda do irmão Geraldo Gomes da Silva, que lhe emprestou quinze mil cruzeiros. Na loja “A Queimadeira” vendia tecidos, calçados, chapéus, guarda-chuvas, sombrinhas e produtos de armarinho. Em 1967, em parceria com o empresário e político Luiz de Paula Ferreira fundou a Companhia de Tecidos Norte de Minas – Coteminas.

A Coteminas, um dos maiores grupos industriais têxteis do país, tem mais de 16 mil funcionários e fábricas em seis estados e uma na Argentina. Em 1989 e 1995, foi presidente da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (FIEMG) e também vice-presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI).

José Alencar Gomes da Silva era casado com Mariza Campos Gomes da Silva e tinha três filhos: Josué Christiano, Maria da Graça e Patrícia.

Vida pública

Ingressou na carreira política em 1994. Foi candidato ao governo de Minas Gerais pelo PMDB, mas não chegou ao segundo turno. Em 1998, foi eleito senador por Minas Gerais, com praticamente 3 milhões de votos, a segunda maior votação do país. Em 2002, já no PL, foi eleito vice-presidente da República na chapa de Lula. No começo, Alencar gerou polêmica, tendo sido uma voz discordante dentro do governo contra a política econômica defendida pelo ex-ministro da Fazenda Antonio Palocci.

Vice-presidente

Já a partir de 2004, passou a acumular a vice-presidência com o cargo de ministro da Defesa. Por diversas oportunidades, demonstrou-se reticente quanto à sua permanência em um cargo tão, mas a pedido do presidente Lula, exerceu a função até março de 2006. Renunciou para poder disputar as eleições. Foi reeleito vice-presidente, desta vez pelo PRB, para o mandato 2007/2010.

Saúde


O estado de saúde do vice-presidente sempre foi motivo de preocupação. Em 1997, durante um check-up, Alencar descobriu tumores malignos, um no rim direito e outro no estômago. Desde então, se submeteu a várias cirurgias. Na primeira intervenção, o político perdeu dois terços do estômago e o rim direito. Dois tumores foram retirados.

Três anos depois, em 2000, Alencar descobriu um novo câncer, desta vez na próstata. Ele foi operado e o órgão removido. Em 2004, um cálculo obstruiu a vesícula do vice-presidente, fato que também resultou na remoção do órgão. No ano seguinte, Alencar passou por uma angioplastia para desobstruir as artérias coronárias.

Em 2006, o político foi internado duas vezes, para a retirada de um tumor maligno e de um nódulo no retroperitônio, na região do abdome. Um novo tumor na mesma região foi descoberto, em 2007. José Alencar teve de ser operado outra vez. No segundo semestre de 2008, passa por nova intervenção cirúrgica na região do abdome. Três tumores malignos foram extirpados.

O vice-presidente estava sendo tratado com um medicamento espanhol durante as sessões de quimioterapia. Em janeiro de 2009, com a droga estrangeira não surtindo o efeito esperado, o político passou por uma complexa operação de mais de 17 horas de duração. Um tumor principal e outros oito menores foram retirados. Partes dos intestinos delgado e grosso, além de dois terços do ureter, canal responsável pelo transporte da urina entre o rim e a bexiga, precisaram ser removidas. O ureter foi substituído por uma parte do intestino delgado.

Em maio do mesmo ano, foram descobertos 18 novos tumores malignos na região do abdome. O vice-presidente decide viajar para os Estados Unidos para fazer um tratamento experimental. A nova droga ataca as células que provocam o tumor, e o impedem de agir. Em julho de 2009, Alencar passa por outras duas intervenções. A primeira, no dia 9, para desobstruir uma das alças do intestino delgado e a segunda, no dia 24, para tratar a obstrução do intestino grosso em razão de tumores, alguns removidos na cirurgia.

No começo de 2010, Alencar é submetido a exames apontam anemia e um quadro congestivo pulmonar. O problema seria decorrente da quimioterapia. Em julho, os médicos identificaram uma isquemia cardíaca (deficiência na irrigação sanguínea do coração) e o vice passa por um cateterismo.

Alencar volta ao hospital com quadro infeccioso em setembro. No mesmo mês, ele é internado mais uma vez, agora para tratar um edema no pulmão. No final de outubro, foi internado para tratar uma obstrução intestinal. Ele não pode votar no segundo turno das eleições e recebeu a visita do presidente Lula e de Dilma Rousseff no hospital. Em novembro sofreu um infarto no miocárdio e passou por mais uma cirurgia para desobstruir o intestino.

Alencar volta ao hospital com quadro infeccioso em setembro. No mesmo mês, ele é internado mais uma vez, agora para tratar um edema no pulmão. No final de outubro, foi internado para tratar uma obstrução intestinal. Ele não pode votar no segundo turno das eleições e recebeu a visita do presidente Lula e de Dilma Rousseff no hospital. No dia 23 de novembro, ele sofreu um infarto no miocárdio e passou por mais uma cirurgia para desobstruir o intestino e fez a retirada de parte do tumor do abdome. O vice-presidente passou alguns dias internado na UTI Cardiológica e realizou algumas sessões de hemodiálise, após a equipe médica detectar piora da função renal.

Em 17 de dezembro, Alencar recebeu alta do hospital. Cinco dias depois deu entrada novamente no Hospital Sírio-Libanês com uma hemorragia intensa abdominal. O vice passou por uma cirurgia de emergência, e a equipe médica não conseguiu controlar a hemorragia, pois os tecidos no local estavam fibrosados (colados) e decidiram, assim, encerrar a operação. Alencar chegou a perder quase dois litros de sangue, passou por uma cirurgia, e recebeu antibióticos, plasma, plaquetas e transfusões de sangue. O sangramento foi controlado com medicamentos horas depois.

No dia 23 de dezembro, o vice-presidente recebeu visita do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, e da presidente eleita Dilma Rousseff, e chegou a manifestar o desejo de participar da cerimônia de posse de Dilma, no dia 1º de janeiro. "Espero estar lá e que os médicos me liberem para tomar um golinho", segundo relato da Assessoria de Imprensa do Planalto.

Entretanto, na véspera de Natal, Alencar teve nova piora do quadro clínico. Uma nova hemorragia no abdome foi diagnosticada pelos médicos. Novas sessões de transfusões de sangue foram realizadas e tratamento de hemodiálise. O sangramento era considerado em "moderada quantidade". O quadro impediu Alencar de participar da cerimônia de posse de Dilma Rousseff e do novo vice, Michel Temer.

No discurso de posse, Dilma fez uma homenagem a Alencar. “Que exemplo de coragem e amor à vida nos deu esse homem”, foram as palavras da presidente eleita. Um dia depois, o vice-presidente Michel Temer visitou Alencar no Hospital em São Paulo.

Já no dia 3, o ex-vice-presidente reiniciou o tratamento com quimioterapia.
Já no papel de ex-presidente, Luiz Inácio Lula da Silva visitou José Alencar em São Paulo no dia 18 de janeiro, após voltar de férias. Na oportunidade, ele realizava quimioterapia por via oral. Na visita de Lula, Alencar estava se alimentando normalmente e respirava sem a ajuda de aparelhos.

Homenagem

Em cerimônia que reuniu partidos adversários, o prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (DEM), entregou no dia 25 de janeiro, aniversário da cidade, a Medalha 25 de Janeiro ao ex-vice-presidente José Alencar. O evento foi o primeiro encontro público da presidente Dilma Rousseff e do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva após a posse. Debilitado Alencar chegou de cadeira de rodas acompanhado por uma equipe de médicos. O ex-vice-presidente, emocionado, admitiu que chorou ao saber que Dilma e Lula estariam juntos na homenagem. "Eles vieram e eu achava que não poderia deixar de vir", disse Alencar.

Diante de parentes e políticos de diversos partidos, o ex-vice-presidente discursou por 9 minutos e 40 segundos lembrando os 90 dias de internação. Alencar ainda destacou que durante o tratamento contra o câncer, teve enfarte, edema pulmonar e até hemorragias. Ele também agradeceu o carinho de Kassab e do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB). "Para mim, (a homenagem) é uma honra muito grande", afirmou.

Alencar só foi liberado para permanecer em casa no dia 26 de janeiro, após mais de um mês internado. Em fevereiro, no dia 9, Alencar voltou a ser internado no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, devido a um quadro de peritonite, infecção na membrana que protege a cavidade abdominal. No dia 15 de fevereiro, Lula voltou a visitar Alencar. "Você olhando para o José Alencar ele está ótimo. Está maravilhoso, mas quem pode falar [sobre a saúde dele] são os médicos", declarou o ex-presidente na oportunidade. Com um quadro de saúde estável, ele permaneceu internado e no dia 3 de março voltou a receber visita de Lula.

Alencar só recebeu alta no dia 15 de março. Na oportunidade, o médico do ex-vice-presidente disse que Alencar teria que realizar hemodiálise três vezes por semana.

No dia 28 de março, O ex-vice-presidente voltou a apresentar quadro de perfuração abdominal e de peritonite, uma infecção na membrana que protege a cavidade abdominal. Ele precisou ser internado no Hospital Sírio Libanês em São Paulo.

Alencar morreu às 14h45 do dia 29 de março com falência múltipla dos órgãos.

Nasce bebê de gestante que estava em ambulância que capotou no Rebouças

A vítima gestante do acidente entre uma ambulância e um automóvel deu à luz nesta terça-feira (29). A mulher estava na ambulância, em trabalho de parto, e seguia para a Maternidade Victor Ferreira do Amaral, localizada na Avenida Iguaçu. Ela foi socorrida e encaminhada para o Hospital Evangélico.

A colisão ocorreu na esquina da Rua Desembargador Westphalen com a Avenida Iguaçu, no bairro Rebouças, em Curitiba, por volta das 8h50. Outras seis pessoas ficaram feridas.

A criança nasceu no Hospital Evangélico pouco antes do meio-dia e pesa 3,4 quilos. O menino deve se chamar Nícolas. A mãe, de 24 anos, e o bebê passam bem, segundo a assessoria de imprensa do hospital.

O Corpo de Bombeiros havia informado que o estado da mulher era considerado grave por se tratar, naquele momento, de uma gestante.


Fonte: Gazeta do Povo 29/03/2011

SER HONESTO NÃO COMPENSA!!!‏

Por ser honesto ...
Minha mulher me perguntou:
Com quantas mulheres você já dormiu ?
E eu, orgulhosamente, respondi:
Só contigo, meu amor. Com as outras eu fiquei acordado...

Horario de visitas no Hospital: das 15 ąs 17 horas.

Colisão entre carro e ambulância deixa cinco feridos no bairro Rebouças

Colisão ocorreu na esquina da Avenida Iguaçu e Rua Desembargador Westphalen; mulher em trabalho de parto estava sendo transportada

Uma ambulância de Piraquara, na região metropolitana de Curitiba, e um automóvel, com placas de São Paulo, colidiram na esquina da Rua Desembargador Westphalen com a Avenida Iguaçu, no bairro Rebouças, em Curitiba, na manhã desta terça-feira (29). O acidente ocorreu por volta das 8h50 e cinco pessoas ficaram feridas.

O Corpo de Bombeiros informou que quatro vítimas tiveram ferimentos moderados. A quinta vítima foi uma gestante que estava em trabalho de parto e o estado era grave.

O trânsito estava lento nas proximidades do cruzamento onde ocorreu a batida e uma das faixas da Avenida Iguaçu estavam bloqueadas, por volta das 9h30, de acordo Batalhão de Polícia de Trânsito (BPTRan).

Entrevista com pré-candidato a prefeito de Curitiba Chik Jeitoso será publicada hoje

Entrevista polemica com Chik Jeitoso, pré-candidato a prefeito de Curitiba pelo PPS será publicada hoje neste portal.
A programação da publicação era para ontem (28), mas Chik Jeitoso pediu para ser publicada somente hoje. Por não gostar de iniciar projetos na segunda-feira, o pré-candidato em contato com nossa redação fez o pedido para alterar a data da publicação para hoje.

A qualquer momento a entrevista será levada ao "ar" aqui no blog mais democratico de Curitiba, aguardem......

segunda-feira, março 28, 2011

Servidores públicos de Curitiba foram agredidos durante manifestação

A comemoração dos 318 anos de Curitiba no parque Barigui foi marcada também por protesto de servidores públicos municipais.

Segundo informações da rádio Banda B, um grupo de servidores chegou ao local com faixas e nariz de palhaço e cobrou respostas nas negociações de reajuste salarial com a prefeitura. Houve confusão e alguns sindicalistas afirmam terem sido agredidos por seguranças do prefeito.

“Nós não fomos convidados para esta festa, mas viemos para mostrar que os servidores não estão satisfeitos com as negociações até o momento. Só não esperava que alguns funcionários da prefeitura iriam se voltar contra nós. Eu fui agredido com um soco no rosto por um deles. Não esperava este tipo de comportamento, parece que ainda estamos na época da ditadura quando não se podia protestar livremente”, afirmou Patrick Baptista, membro da diretoria do Sismuc, à Banda B.

Além do protesto, os sindicalistas confirmaram a paralisação da Guarda Municipal para terça-feira (29).

Com informações de http://esmaelmorais.com.br/?p=52073

Curitiba agora tem o maior ônibus do mundo, com 28 metros em comemoração dos 318 anos de Curitiba

O prefeito Luciano Ducci lançou neste domingo (27) o novo modelo de ônibus biarticulado. De cor azul, movido a óleo à base de soja e com 28 metros, é o maior ônibus do mundo em comprimento. O governador Beto Richa participou do lançamento, no Parque Barigui.

"É um ônibus moderno, confortável e ecológico, garantindo mais qualidade no transporte público para o cidadão curitibano", disse Luciano Ducci. "Neste mês, estamos entregando 97 novos ônibus para renovar a frota. Ainda neste ano, a cidade vai ganhar 544 ônibus zero quilômetro, o que significará uma renovação de 29% da frota operante da Rede Integrada de Transporte."

Depois do lançamento do ônibus, prefeito e governador cortaram e distribuíram à população o bolo gigante comemorativo ao aniversário da capital, que completará 318 anos nesta terça-feira (29). "Curitiba está de parabéns, pelo aniversário, pelas obras que a Prefeitura está entregando e por este novo e maravilhoso maior ônibus do mundo", disse Beto Richa, ao lado da secretária estadual da Família e Desenvolvimento Social, Fernanda Richa. A presidente da Fundação de Ação Social, Marry Ducci, também participou do evento.

Os novos ônibus azuis farão as linhas Pinheirinho-Carlos Gomes, na Linha Verde, e Ligeirão Boqueirão, na Marechal Floriano. Juntos, transportam cerca de 50 mil passageiros por dia. Ainda neste semestre, Curitiba terá um total de 24 ônibus deste modelo, com 28 metros de comprimento. A capacidade do ônibus azul é de 250 passageiros.

Produzidos pela Volvo, com carroceria Neobus, os novos ônibus azuis têm vidros com película fumê, exaustores e ventiladores para manter a temperatura interna mais amena, bancos ergonômicos com estofados; sinal luminoso para indicar a abertura das portas, o que beneficia especialmente pessoas com dificuldade de audição, e plaquetas em braille indicando o nome da linha colocadas nos braços e encostos dos bancos reservados a portadores de deficiência, idosos e gestantes.

O projeto, tecnicamente conhecido como B 100 (100% Biocombustível), foi implantado em caráter experimental em agosto de 2009, com seis ônibus da Linha Verde, o que significou uma redução de 50% de emissão de fumaça. A partir de agora todos os Ligeirões rodam exclusivamente com combustível de soja.

As viagens do Ligeirão são mais rápidas. Com o desalinhamento de estações-tubo, a Prefeitura conseguiu espaço para criar pontos de ultrapassagem, o que permite manter a linha com parada em todas as estações tubo, e implantar o Ligeirão, com paradas apenas nos terminais e um reduzido número de estações.

O Ligeirão Boqueirão, por exemplo, faz apenas três paradas – nos terminais, Hauer, Carmo e na Estação UTFPR – enquanto o expresso convencional faz 16 paradas, aí descontados os pontos de chegada e saída (Terminal Boqueirão e Praça Carlos Gomes).

População aprova o novo Ligeirão

Surpresos com o tamanho e novo design do Ligeirão Azul, os curitibanos que participaram da festa da cidade no Parque Barigui, comemoraram a chegada do novo ônibus. Dona de casa, 51 anos, Nilza Marcondes fez questão de entrar no ônibus e observar detalhes. "É bonito mesmo", disse ao desembarcar. "Acho que todo mundo vai querer usar esse ônibus. Com certeza vai melhorar ainda mais o transporte", disse.

Mario Scziduski, aposentado, conta que foi ao Barigui com a mulher, Maria Aparecida e três filhos adolescentes para comemorar o aniversário da cidade com o prefeito Luciano Ducci e para conhecer o Ligeirão. "Festa de aniversário se comemora em família", afirma, aplaudindo os investimentos que vêm sendo feitos na área do transporte. "É o que o povo mais precisa", afirmou Aparecida.

O estudante do curso de Design da Unidade Tecnológica da Universidade Federal do Paraná (UTFPR), Thiago Barbosa Crespo, comemorou duplamente a chegada do novo ligeirão. Ele usa a linha Ligeirão Boqueirão que já considera excelente. "Agora vai ficar melhor ainda", afirma. Thiago conta que pela manhã, no horário de pico, faz o trajeto, do Hauer à UTFPR em apenas 12 minutos. "É excelente, não tem nem o que discutir".

O outro motivo de comemoração para Thiago foi o design do novo ônibus. "Quero me especializar nesta área e a possibilidade de ver os dois ônibus juntos, o primeiro Expresso (de 1974) e este ônibus totalmente diferente, vale um estudo", disse, enquanto tentava tirar uma foto sem que alguém estivesse na frente do novo ônibus, algo impossível durante um bom tempo.

Quando o prefeito Luciano Ducci descerrou a embalagem que cobria o ônibus, milhares de celulares, câmeras fotográficas foram acionados mostrando a boa impressão causada pelo ônibus. Um motivo a mais, ouvia-se em meio a multidão, para cantar parabéns a Curitiba.

Ministro do TSE lança hoje recadastramento de eleitores de Curitiba

Tribunal regional eleitoral - Curitiba

O ministro Ricardo Levandowski, presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) lança nesta segunda-feira (28), em Curitiba, os trabalhos de revisão do eleitorado da capital às 10h30, na Central de Atendimento ao Eleitor nas dependências do Fórum Eleitoral de Curitiba, situada na Rua João Parolin, 55, no bairro Prado Velho. O recadastramento terá início terça-feira (29).

Todo o eleitorado de Curitiba – 1,2 milhão de pessoas segundo o último levantamento do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), será recadastrado pelo sistema biométrico, que identifica o eleitor através das impressões digitais. O comparecimento é obrigatório. O eleitor que não comparecer terá o título cancelado.

Todos devem se apresentar com o título do eleitor, identidade e comprovante de residência. No TRE, o eleitor será fotografado, e suas digitais serão colhidas para o novo sistema.

Investimento

O valor aproximado do investimento será de 6 milhões de reais, podendo ultrapassar esse valor até o final da implantação.

Em todo o País

Seis milhões de brasileiros serão convocados pela Justiça para coleta das impressões digitais, em recadastramento para identificação biométrica nas eleições municipais de 2012. O recadastramento de eleitores ocorrerá em todos os municípios de Alagoas e Sergipe, em seis cidades de Pernambuco (Aliança, Caruaru, Catende, Macaparana, Sanharó e Vicência), em Curitiba, Goiânia e nos municípios paulistas de Jundiaí e Itupeva.

Horário de atendimento

O atendimento ao eleitor em Curitiba funcionará de segunda à sexta-feira, das 9h às 18h. No ato da revisão o eleitor poderá regularizar possíveis pendências, alterar local de votação e fazer retificações, bem como, receberá um novo título de eleitor. Quem tiver dúvidas pode entrar em contato com o TRE-PR por meio dos telefones (41) 3330-8673 (8674) ou (41) 3330-8500.

O chamamento será feito levando em consideração o mês de nascimento do eleitor:

Nascidos em janeiro serão atendidos em abril/2011;

Nascidos em fevereiro e março serão atendidos em maio/2011;

Nascidos em abril e maio serão atendidos em junho/2011;

Nascidos em junho e julho serão atendidos em julho/2011;

Nascidos em agosto serão atendidos em agosto/2011;

Nascidos em setembro serão atendidos em setembro/2011;

Nascidos em outubro serão atendidos em outubro/2011;

Nascidos em novembro serão atendidos em novembro/2011;

Nascidos em dezembro serão atendidos em dezembro/2011 até 20 de janeiro de 2012.

sábado, março 26, 2011

Licitação de novas placas de taxi em Curitiba gera preocupação

O boato de uma possível licitação pela Urbanização de Curitiba (Urbs) para a aquisição de novas placas de táxi em Curitiba acendeu a discussão entre a categoria. O presidente do Sindicato Intermunicipal dos Condutores Autônomos de Veículos Rodoviários (Sinditáxi), Pedro Chaluz, disse que a licitação não é viável porque “táxi não é serviço público, mas transporte individual, que não se encaixa em serviço público”. Ele explica ainda que não existe vencimento de concessão dos serviços de táxi.

“Se a prefeitura de Curitiba tiver que fazer licitação terá de recolher todas as placas, comprar todos os táxis e contratar motoristas. Existe um movimento na cidade prometendo placas aos taxistas”, denuncia Chaluz.

A Urbs não se pronunciou sobre a questão da licitação para a aquisição de novos táxis. Por meio de sua assessoria de imprensa, o órgão disse que criou uma comissão para levantar e analisar todas as questões relativas ao serviço de táxi de Curitiba. Segundo a Urbs, cabe a esta comissão estudar e propor soluções para tornar o serviço de táxi ainda melhor para a cidade. Assim que tiver um parecer sobre o que poderá ser feito, a comissão apresentará propostas a serem debatidas com taxistas e a população em geral”.

Taxistas

Samuel José Cardoso, taxista há 18 anos, é contra a licitação e acha que ela é uma forma de ceder a placa para alguém trabalhar. “Dependendo do valor da licitação fica difícil um taxista que é empregado poder ter acesso à placa”, diz Cardoso. Ele denuncia o comércio paralelo de táxis. “Tem gente vendendo o direito ao uso da placa de táxi por R$ 220 mil. Está acontecendo de gente ir trabalhar no exterior, voltar e comprar duas a três placas de táxi. Eles falam para a Urbs que as placas foram cedidas”, afirma Cardoso. A numeração da placa equivale ao direito de uso do táxi.

Para Júlio Cesar de Souza, taxista há seis anos, existe muita reclamação sobre a falta de taxis na cidade. “Isso só acontece em horários de maior movimento”, disse Souza. Taxista há 18 anos, Olímpio Soares, acha que tem táxi demais na cidade. “Tem dia que a fila de táxi da rodoferroviária vai até a Rua Nilo Cairo; às vezes vai até a Comendador Macedo”, comenta o taxista.

Segundo o presidente do Sinditáxi, Pedro Chaluz, “o que acontece em Curitiba é o problema de deslocamento, de mobilidade no trânsito”.

Antonio Gromowski, taxista há três anos, acha que não deve haver licitação para concessão de novas placas de táxi em Curitiba. “Tem táxi empilhado em cima do outro. O que acontece é que o passageiro liga para as centrais e eles não têm carro o suficiente para atender a demanda. Ninguém quer se filiar às centrais por causa do preço do rateio”, reclama. Ele explica que essa divisão é o que a central de táxi cobra para passar a corrida ao profissional. Segundo Gromowski, o rateio custa hoje de R$ 600 a R$ 800 por mês para cada motorista.

Outro lado

Taxista há 18 anos, I.H.R. não quis se identificar. Ele é a favor da licitação, mas desde que ela seja direcionada para quem já trabalha como empregado em táxi e cadastrado pela Urbs.

Atualmente a frota de táxi de Curitiba é de 2.252 veículos e está dividida em três categorias: táxi convencional (2.228), táxi especial para pessoas portadoras de necessidades especiais (4) e táxi executivo (20). O serviço de táxi em Curitiba foi criado pela Lei Municipal nº 3.812 de 9 de outubro de 1970 e regulamentado pelo Decreto nº 18/90 de 31 de janeiro de 1990.

Bolo gigante e Ligeirão são atrativos da comemoração dos 318 anos de Curitiba


A grande festa de aniversário dos 318 anos de Curitiba, neste domingo (27), a partir das 10h, no maior parque da cidade, o Barigui, terá dois momentos especiais. O corte do bolo gigante, às 16h, pelo prefeito Luciano Ducci, e a apresentação do novo ônibus Ligeirão.

"Todos os curitibanos estão convidados para a grande festa no parque Barigui, quando iremos comemorar os grandes avanços de Curitiba, a cidade que estamos transformando juntos, prefeitura e população, num lugar melhor para se viver", diz o prefeito Luciano Ducci.

O bolo gigante, com 318 quilos, será oferecido pelo Sindicato da Indústria de Panificação e Confeitaria do Paraná e Moinhos Anaconda e distribuído gratuitamente para os participantes da festa, acompanhado de um copo de refrigerante, patrocinado pela indústria Spaipa.

Vinte profissionais trabalham para preparar o bolo gigante, feito com 100 quilos de farinha de trigo, 90 quilos de açúcar e 2.040 ovos, entre outros ingredientes. O bolo será cortado ao som do tradicional "Parabéns a Você", tocado pela Banda Lyra.

Atividades

Além do bolo de aniversário, até as 18h30 estão programadas diversas atividades culturais, educativas, recreativas e esportivas no parque Barigui, como apresentação de música e dança, jogos gigantes, cama elástica, oficinas, brinquedos infláveis, entre outros. Na festa do ano passado, 40 mil pessoas foram ao parque Barigui comemorar os 317 anos da cidade.

As comemorações dos 318 anos de Curitiba também acontecerão nas Regionais da cidade, no sábado (26) e no domingo (27), com diversas atrações (veja programação abaixo).

A programação do aniversário da cidade começou no início do mês, com uma agenda de inauguração de obras. O prefeito Luciano Ducci entregou novos equipamentos de saúde, obras de pavimentação, quadras cobertas, Centros de Referência da Assistência Social, academias ao ar livre e lançou novos programas, como o de despoluição dos rios Belém e Uvu.

ACOMPANHE A PROGRAMAÇÃO DE ANIVERSÁRIO NO FIM DE SEMANA

Sábado, dia 26

Boca Maldita - Regional Matriz
Hora: 10h às 15h
Programação:
10h - Banda Namorada Belga – Rock Pop/MPB
11h10 - Banda Zig Zag – Pop/Rock
12h30 - Jacarandá Brasileiro – Instrumental (jazz, tango, samba e choro)
13h40 - Banda Lenda Zero – Rock Pop
15h - Willian & Renan
Local: Boca Maldita
Endereço: Rua XV de Novembro - Praça Osório.
Ingresso: entrada franca

Regional Boqueirão
Rua da Cidadania do Carmo

Hora: 13h às 18h
Atração: Música e Dança
Programação:
Atividades: brinquedos infláveis, jogos gigantes, jogos sobre educação alimentar e orientações sobre saúde.
13h - Alunos de Ballet da FCC/Regional Boqueirão
13h30 - Grupo de dança do CRAS Boqueirão
14h - Grupo Folclórico Alemão das E. M. Nossa Senhora do Carmo/Grupo de violões do Programa Comunidade Escola/CEI Bento Mossurunga
14h30 - Grupo de Capoeira de Angola Zimba
15h - Movimento 161 - Grupo de bailarinos do Guaíra
15h30 - Sérgio Cardoso e Serginho/Palavra do Administrador Regional
16h - Missa na Paróquia Nossa Senhora do Carmo
16h30 - Grupo de dança “Flor de Lótus”
17h - Grupo de dança “Luzes do Oriente”
17h30 - Fanfarras das Escolas Municipais da Regional Boqueirão
Local: Quadra de Esportes da Rua da Cidadania do Boqueirão
Endereço: Rua Marechal Floriano Peixoto, Terminal do Carmo.
Ingresso: entrada franca

Regional Portão
Rua da Cidadania da Fazendinha

Hora: 13h30 às 18h
Atração: Programações Diversas
13h - Solenidade Execução do Hino Nacional e da Marcha de Curitiba
13h45 - Apresentação de JAZZ, com o Grupo de Dança da CEL Fazendinha (parceria com a SMEL)
14h - Espaço para talentos locais (Poesia)
14h15 - Apresentação de HI-HOP, com o Grupo de Danças Pró Jovem
14h45 - Espaço para talentos locais (Música)
15h - Coral do CATI Água Verde, em parceria com a FAS
15h20 - Espaço para talentos locais (Dança)
15h45 - Show de Danças Afro, com o Grupo de Danças Ginga Total
Local: Ginásio de Esportes da Rua da Cidadania do Portão
Atividades Simultâneas:
Contação de Historias, com a Contadora de histórias Claudia Lanzioulo Perez (parceria com a SME).
Local: Sala de reuniões da Rua da Cidadania do Portão
Varal de Poesia, Desenho e Pintura Infantil e Interação Lúdica, com a Bruxa Marizilda.
Local: Na extensão da Rua da Cidadania do Portão
Endereço: Rua Carlos Klemtz, s/n - Fazendinha.
Ingresso: entrada franca


Regional Pinheirinho:

Horário: Das 13h às 18h

Endereço: Avenida Winston Churchill, 2033, Pinheirinho (ao lado do Terminal de Ônibus do Pinheirinho )

13h - Danças de Salão e de Folclore - Grupo Nativos do CTG

13h30 - Banda "Som do Terra"

14h - Dança sênior

14h30 - Coral Seresta em Ação

15h - Banda "Som do Terra"

15h30 – Grupo ZImba – Capoeira de Angola

16h - Dança do Ventre - Grupo de Dança do Ventre Simara Rosa.

Domingo, dia 27

Parque Barigui – Regional Santa Felicidade
Hora: 10h às 18h30
Atração: Música
Programação:
10h - Rodrigo Simões e Banda
10h50 - Banda Marcial Colégio Padre João Bagozzi
11h30 - Orquestra de Câmara da PUC, com o Maestro Paulo Torres
12h40 - Grupo Choro e Seresta - Chorinho
13h30 - Maxixe e Machine – Poesias e Inovações
14h20 - Banda Carenagem - Rock
15h30 - Guitarra Paranaense – Musica Instrumental Contemporânea
16h - Chegada do prefeito
16h40 - Corte do Bolo e Parabéns para Curitiba, com a Banda Lyra Curitibana
17h - Banda Lefigaroo – Pop/Axé/Sertanejo e MPB
17h40 - Banda Djambi - Reggae
Local: Parque Barigui e Regionais de Curitiba.
Endereço: Parque Barigui - BR 277 - Rodovia do Café, Km 0 - Santo Inácio.

Regional Bairro Novo
Centro de Esporte e Lazer - Ginásio do Bairro Novo

Hora: 13h às 18h
Atração: Música e Dança
Programação:
13h - Abertura
13h50 - Grupo de Capoeira Arte e Raça- CRAS Xapinhal
14h20 - Cantor Fogaça e Banda- Fundação Cultural de Curitiba
14h50 - Grupo de Dança Star Dance, do Centro de Esporte e Lazer Xapinhal
14h55 - Coral Raízes do Passado- Grupo de Convivência da Unidade de Atendimento Central
15h10 - Grupos de Dança Infantil Pantera e Mix Dance, do Centro de Esportes e Lazer Bairro Novo
15h15 - Grupos de Dança Panteras, Mix Dance e Versátil, do Centro de Esportes e Lazer Bairro Novo
15h20 - Grupo de Dança Versátil, do Centro de Esportes e Lazer Bairro Novo
15h25 - Cerimônia Oficial (Bolo)
15h35 - Roda de Viola- CRAS Umbará
15h50 - Ativação do Grupo Zimba de Capoeira- Edital Circuito de Arte e Cultura- Fundação Cultural de Curitiba
16h30 - Swing Total Axé & Cia- Fundação Cultural de Curitiba
16h45 - Dupla Fernando e Fabrício e Banda Novo Horizonte- Fundação Cultural de Curitiba
Local: Ginásio de Esportes Bairro Novo
Endereço: Rua Ourizona, 1681 - Bairro Novo
Ingresso: entrada franca

Regional Cajuru
Parque Peladeiros

Hora: 14h às 18h
Atração: Música e Dança
Programação:
14h - Cerimonial Entrada das Bandeiras/ Guarda Municipal
14h10 - Grupo de Dança - Remelexo
14h20 - Grupo de Dança CTE – Amigos do Mundo
14h40 - Grupo de Capoeira Centro da Juventude
15h - Grupo Fanfarra da Escola Enéas Farias/Maestro Iraja
15h30 - Banda Novo Horizonte com Fernando e Fabrício
16h - Banda Luar /MPB e Sertanejo
17h - Banda Rambo Vilão “O Rock de Rua de Curitiba”
Local: Parque dos Peladeiros
Endereço: Rua Antonio Moreira Lopes, s/n – Uberaba
Ingresso: entrada franca

Comida vencida tinha data de validade alterada e era vendida em Curitiba

Um esquema de falsificação da data de validade de diversos produtos alimentícios foi descoberto na manhã de quinta-feira (24), em Curitiba. Paulo Rodrigues dos Reis, 45 anos, é suspeito de alterar a data de validade das mercadorias utilizando uma máquina especial.

Após a adulteração, ele supostamente vendia os produtos a mercados de bairro que revendiam para a população. Assim queijos e caldo de carne vencidos, por exemplo, eram consumidos. O suspeito conseguiu fugir ao ver a movimentação da polícia. Já sua esposa, Nilza Barrozo da Silva, de 39 anos, foi presa em flagrante

Os produtos foram encontrados na garagem de Reis, em uma mansão, localizada na Rua Marco Antônio Malucelli, no bairro Caiuá. Segundo a polícia, a mercadoria além de vencida era mal conservada.

“Recebemos denúncias de que indivíduos desviavam cargas vencidas e adulteravam as datas. Então conseguimos chegar até o comandante desta quadrilha, que seria o Reis, só que ao perceber a movimentação da polícia, o suspeito fugiu do local. São vários produtos que após ter o vencimento adulterado eram vendidos para mercadinho menores, sendo consumidos gerando riscos enormes à população”, explicou, o delegado da Delegacia de Estelionato e Desvio de Carga, José Vitor Pinhão Lopes.

Nilza será autuada por adulteração de produto alimentício e receptação de carga roubada. Devido ao risco da venda de alimentos estragados a atividade criminosa poderá ser considerada hedionda. Com relação a Reis, os policiais intensificam a busca pelo suspeito e também por outros membros da quadrilha.

sexta-feira, março 25, 2011

TRE adota urna biométrica em Curitiba e eleitores terão de se recadastrar.

As eleições municipais de Curitiba de 2012 terão sistema biométrico, onde os eleitores serão identificados por meio da impressão digital. A determinação do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) fará com que 1 milhão e 250 mil eleitores da capital tenham de comparecer ao Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR) para se recadastrar. O prazo começa na próxima terça-feira (29) e vai até 20 de janeiro de 2012. O horário será das 9 às 18 horas, de segunda a sexta-feira.

O recadastramento seguirá um calendário de acordo com a data de nascimento do eleitor.

Confira o calendário de recadastramento no TRE

- Eleitor nascido no mês de janeiro: deve comparecer ao TRE em abril de 2011;

- Eleitores nascidos nos meses de fevereiro e março: deve comparecer ao TRE em maio de 2011;

- Eleitores nascidos nos meses de abril e maio: deve comparecer ao TRE em junho de 2011;

- Eleitores nascidos nos meses de junho e julho: deve comparecer ao TRE em julho de 2011;

- Eleitor nascido no mês de agosto: deve comparecer ao TRE em agosto de 2011;

- Eleitor nascido no mês de setembro: deve comparecer ao TRE em setembro de 2011;

- Eleitor nascido no mês de outubro: deve comparecer ao TRE em outubro de 2011;

- Eleitor nascido no mês de novembro: deve comparecer ao TRE em novembro de 2011;

- Eleitor nascido no mês de dezembro: deve comparecer ao TRE de dezembro de 2011 até 20 de janeiro de 2012.

Vale ressaltar que a medida é válida somente para as pessoas que votam em Curitiba e não inclui os eleitores da região metropolitana.

Quem não se recadastrar terá o título eleitoral cancelado e não poderá votar. A pessoa também sofrerá outras penalidades, como não poder tirar o passaporte ou não poder se matricular em nenhum curso superior (tanto em universidades públicas como nas particulares). Os servidores públicos que não forem ao TRE terão o pagamento do salário suspenso.

Segundo Rogério Born, assistente da Central de Atendimento ao Eleitor do TRE-PR, não deve haver filas para o recadastramento. Cinquenta e quatro funcionários irão atender à população. “O TRE-PR fará licitação para a contratação de mais 150 funcionários terceirizados e isso irá diminuir ainda mais a espera”, afirmou Born. Não havia previsão de quando será feita a contratação dos terceirizados e nem quando passarão a atender os eleitores.

Quando comparecer ao TRE, o eleitor fará o cadastramento de sua impressão digital, irá tirar fotografia digital e também fará a atualização de seus dados cadastrais. No dia da eleição, ele deverá ser identificado em sua seção eleitoral por meio da impressão digital e o sistema biométrico irá liberar a urna eletrônica para votação.

Será preciso levar um documento de identidade oficial – preferencialmente com foto para - fazer o recadastramento. O eleitor poderá apresentar RG, carteira de trabalho e certidão militar de reservista. Segundo o TRE o passaporte do modelo antigo (verde) será aceito. No caso passaporte do modelo novo (azul) , será necessário também apresentar outro documento que informe a filiação.

A carteira nacional de habilitação será aceita. No caso do primeiro título, o eleitor terá de apresentar também um documento que contenha a informação sobre a nacionalidade.

Se o eleitor não tiver nenhum documento com foto, poderá apresentar certidões de nascimento e casamento.

A informação inicial do TRE era de que passaporte, carteira nacional de habilitação, ou certidões de nascimento e casamento não seriam aceitos para fazer o recadastramento. O eleitoral não poderá levar cópias dos documentos, apenas os originais.

Outro item exigido será um comprovante de residência do eleitor ou em nome de um familiar. Serão aceitos comprovantes de residência de até um ano atrás.

As pessoas que tiverem o título eleitoral e o CPF também devem levá-los para dar agilidade ao procedimento, mas não serão obrigatórios.

O eleitor que tiver em dúvidas pode entrar em contato com o TRE-PR por meio dos telefones (41) 3330-8673 (8674) ou (41) 3330-8500. O endereço do Tribunal Regional Eleitoral do Paraná é Rua João Parolin, 224, no bairro Prado Velho.

Fonte: Gazeta do Povo 25/03/2011

Após rompimento, Urbs estuda usar radar “móvel”

A Urbs estuda utilizar radares estáticos para fiscalizar o trânsito na capital do Paraná. Essa é uma das medidas emergenciais para um possível desligamento do sistema de radares fixos da cidade. De acordo com a diretora de Trânsito da Urbs, Rosângela Battistella, a ideia poderá ser colocada em prática caso a Consilux não aceite repassar os equipamentos que estão nas ruas para a prefeitura.

“Caso a gente não chegue a um consenso [com a empresa], o radar estático seria uma solução técnica viável. Precisamos ter uma opção para não deixar a cidade totalmente descoberta”, explica.

Outras cidades usam o aparelho

Outras cidades brasileiras já usam radares estáticos. Em Criciúma (SC), dois equipamentos começaram a operar no mês passado. De acordo com o gerente de Segurança, Trânsito e Transporte do município, Telmo Fontoura, o sistema se mostrou eficiente. Ele conta que um dos aparelhos foi instalado na Avenida Centenário, uma das vias mais movimentadas da cidade. “Em três horas, 296 veículos ultrapassaram a velocidade permitida no local, que é de 70 quilômetros por hora. Eles só não foram multados porque os equipamentos ainda funcionam de forma experimental.”

Fontoura destaca que o uso do radar estático estimulou a conscientização dos motoristas. “Mesmo após retirarmos o radar do local, o índice de abusos de velocidade e acidentes caiu. Boa parte desse resultado foi pelo fato de o condutor desconhecer quando e em qual parte da via estará o radar. Os aparelhos tiveram uma eficiência muito boa”, afirma.

Sistema semelhante funciona em São José dos Campos (SP). Quatro ruas são fiscalizadas diariamente com os aparelhos estáticos. De acordo com a assessoria de comunicação do município, o trabalho com esse tipo de equipamento complementa a fiscalização feita com radares fixos e lombadas eletrônicas.

Cronologia

Acompanhe o passo a passo do escândalo dos radares em Curitiba:

13 mar – O programa Fantástico, da Rede Globo, leva ao ar uma reportagem que denuncia a existência de uma “máfia dos radares” no país, que movimenta cerca de R$ 2 bilhões por ano por meio de pagamento de propinas a gestores públicos de prefeituras.

15 mar – O prefeito de Curitiba, Luciano Ducci, rompe o contrato com a empresa Consilux, citada na reportagem, e anuncia que vai estatizar o sistema de radares na capital. Ministério Público e Tribunal de Contas do Estado começam a investigar o caso.

17 mar – Em nome da prefeitura, a Urbs assume integralmente a operação dos radares. Mas não sabe o que fará com os 140 radares e 50 lombadas eletrônicas, além do software utilizado para operar o sistema, que são de propriedade da Consilux.

18 mar – A Consilux recebe comunicado oficial da prefeitura informando sobre a rescisão unilateral do contrato, mas afirma que não vai discutir o mérito político da decisão e que vai buscar os seus direitos na Justiça. A empresa tem direito a pedir indenização por lucro cessante e pelo investimento feito nos equipamentos.

21 mar – Marcos Isfer, presidente da Urbs, anuncia uma auditoria externa a ser feita pelo Lactec.

Outra proposta em análise é a aquisição de novos radares fixos e do software para gerenciamento do sistema via licitação. “Estamos buscando um programa que seja direcionado para utilização da Urbs, inclusive o setor de Tec­nologia de Informação da prefeitura está em busca de um software livre para esse serviço. Essa é uma proposta a médio prazo. Enquanto não tivermos esse aparelhos, utilizaríamos os radares estáticos”, explica.

Mesmo que opte pelos equipamentos estáticos, a prefeitura terá de lançar uma licitação em caráter emergencial para adquirir entre cinco e dez aparelhos. A diferença para a versão atual é que o radar estático tem maior mobilidade, podendo ser transferido de um cruzamento para outro. O custo para essa operação ainda não foi estimado. “Nós já testamos este tipo de radar na Linha Verde e em vias expressas com resultados bastante satisfatórios. Além disso, radares estáticos também são utilizados com eficiência em capitais como São Paulo, Porto Alegre e Florianópolis”, diz Rosângela.

Revezamento

Atualmente, Curitiba tem 119 radares e 50 lombadas eletrônicas em funcionamento, número muito superior aos cerca de dez radares estáticos que a prefeitura pensa em adquirir. Para atender o município de maneira eficaz, a Urbs informa que os aparelhos podem ser utilizados em forma de revezamento, atendendo as vias mais perigosas.

Na avaliação de Marcelo Araújo, advogado especialista em trânsito, o sistema continuaria a coibir os excessos de velocidade, no entanto, de uma forma diferente. “O fato de ser um radar itinerante faria com que os motoristas olhassem para o velocímetro e não para os postes, pois a fiscalização pode estar em qualquer lugar. É algo muito semelhante ao que é feito pela Polícia Rodoviária Federal”, explica. Araújo ressalta que os radares não podem ser instalados em qualquer lugar, mas somente em locais que contam com sinalização indicando a presença de marcadores de velocidade.

Para usar o radar estático, bastaria a presença de um fiscal ou policial de trânsito. “Esse radar se assemelha muito ao portátil. A diferença é que a ‘pistola’ [do radar móvel] é operada por uma pessoa, que mira em direção a um determinado veículo. Já o estático é montado em um tripé e apontado para o fluxo de veículos”, informa Araújo.

Vistoria

Oito vereadores foram até a Urbs ontem para conhecer o Sistema de Monitoramento dos Radares e Barreiras Eletrônicas de Curitiba. O vereador João do Suco (PSDB) acredita que não há como apagar multas. “Não vemos como burlar as medidas de segurança que estão em funcionamento.”

Na Câmara, a oposição mantém a disposição de abrir uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar o contrato da Consilux. Até ontem, seis vereadores subscreveram o requerimento: Algaci Tulio e Noêmia Rocha, do PMDB; Pedro Paulo, Professora Josete e Jonny Stica, do PT, e Paulo Salamuni, do PV. Para abrir a CPI são necessárias 13 assinaturas.

Fonte: Gazeta do Povo 25/03/2011

quinta-feira, março 24, 2011

Chik Jeitoso concedeu entrevista como pré-candidato a prefeito de Curitiba

Chik Jeitoso concedeu entrevista exclusiva ao "olho aberto Curitiba" como pré-candidato a prefeito de Curitiba, o local escolhido para a gravação (filmagem) da entrevista foi o belo e maravilhoso Jardim Botânico, a entrevista completa e bombástica deverá ir ao ar nas próximas horas aqui neste portal.

Vereador da base do prefeito pede cpi dos radares em Curitiba

A visita de vereadores à Diretoria de Trânsito (Diretran) de Curitiba nesta quinta-feira, que seria uma maneira de a prefeitura tranquilizar os vereadores sobre a situação dos radares de trânsito na capital a mostrar que não há necessidade, neste momento da abertura de uma CPI pela Câmara Municipal de Curitiba, pode ter efeito contrário.

O vereador Jair Cézar (PSDB), da bancada de apoio ao prefeito Luciano Ducci (PSB) saiu da Diretran defendendo uma investigação profunda pelos vereadores, que, até agora, só era requerida pela bancada de oposição.

“Se dissesse para você que saí de lá plenamente convicto de que o sistema funciona regularmente e que não há como manipulá-lo, estaria mentindo. Saí de lá crente que precisamos investigar a fundo esse serviço”, disse o vereador. “Se uma CPI for a única forma para fazermos com que a Consilux vá até a Câmara prestar os esclarecimentos a todas as dúvidas que nós temos, vamos criar a CPI”, avisou.

Jair Cézar disse que só não assinou a CPI proposta pela bancada de oposição porque o tema foi politizado. “Não é a CPI dos radares, é a CPI da oposição. Assim, não assino. Eles trazem isso como uma questão política, como se fossem os únicos interessados, os paladinos da moralidade. Não é assim”.

O vereador disse, no entanto, que, segunda-feira levará a questão ao presidente da Câmara, João Cláudio Derosso para que a Casa crie algum mecanismo de investigação. “Todos os vereadores querem esclarecer o caso, não só a oposição. Não há nenhuma restrição do prefeito para que investiguemos, tanto que ele tomou aquela decisão de romper os contratos, mesmo com o risco de contestações judiciais. Não sei se uma CPI, ou algum outro mecanismo, mas vamos investigar sim”, disse o vereador.

Lixeiros fazem acordo e não vão entrar em greve em Curitiba

Uma proposta de reajuste salarial proposta pela Cavo e acatada pelo Tribunal Regional do Trabalho (TRT), colocou fim na possibilidade de greve anunciada nesta semana pelo Sindicato dos Empregados em Empresas de Asseio e Conservação de Curitiba e Região (Siemaco).

Os trabalhadores haviam agendado ainda uma assembleia para o próximo dia 29, onde seria discutida a possibilidade de paralisação dos serviços de coleta de lixo da capital, o que não vai mais acontecer.

Agora, portanto, a decisão é definitiva e os serviços prestados pela Cavo permanecem normalizados. “Achei o acordo bom em razão do que o Tribunal vem julgando”, disse o presidente do Sindicato dos Empregados das Empresas de Asseio e Conservação (Siemaco), Manasses Oliveira.

Os trabalhadores aceitaram a proposta de reajuste salarial que varia de 10% a 35% de acordo com a função. A Cavo também decidiu aceitar como assiduidade as faltas justificadas e os atestados médicos para os coletores. Outra reivindicação atendida foi o prêmio de R$ 50,00 de assiduidade para os varredores.

A Cavo aumentou também em mais 2% os vales refeição e alimentação dos trabalhadores. Eles já haviam recebido aumento de 10% desses benefícios. Com os aumentos, os trabalhadores receberão cerca de R$ 298 de vale refeição e cerca de R$ 169 de vale alimentação.

É hoje a entrevista bombástica com Chik Jeitoso pré-candidato a prefeito de Curitiba

Chik Jeitoso com Beto Richa em recente encontro político

Na tarde desta quinta-feira a equipe "olho aberto" estará realizando a tão esperada entrevista com o "Bruxo Chik Jeitoso", o local escolhido será um dos maiores e mais bonito cartões postais da capital paranaense.
Chik falará dos seus 77 projetos para Curitiba, projetos populares que visam uma melhorias revolucionárias da nossa capital e principalmente a população menos assistida de Curitiba, falaremos sobre o pleito eleitoral de 2012, pleito esse que Chik Jeitoso irá "estremecer" com suas puras e reais idéias para administrar Curitiba.

Abaixo clip da musica preferida do Bruxo chik Jeitoso

Agora para saber mais sobre Chik Jeitoso vocês terão que agaurdar ......

Cadê o prefeito Luciano Ducci?

Moradores do bairro Vila Hauer estão "procurando" o atual prefeito de Curitiba Luciano Ducci

Na foto enviada pelo leitor internauta vemos a imagem constrangedora que moradores da Vila Hauer, mas especificamente na Rua Frei Henrique de Coimbra próximo a Igreja Santa Rita de Cassia atravessam para ter que utilizar a via de pedestre na lateral da rua, o mato tomou conta dificultando a utilização da mesma.

Cade o prefeito?

quarta-feira, março 23, 2011

Veiculo estaciona irregularmente em via pública atrapalhando o trânsito

Acima vemos mais um flagrante de imprudência do motorista curitibano, um veículo Astra placas MNV 7376 de Curitiba estacionado irregularmente hoje pela manhã na esquina do "Armazém da Maria" esquina com a linha verde, Vila Fanny....

Viaturas da polícia militar atrapalham na calçada e acesso de cadeirantes

Viaturas do polícia militar da batalhão de eventos trancaram calçadas e acessos a cadeirantes na Avenida Brasília na manhã desta quarta-feira, várias reclamações foram enviadas a este blog que de imediato enviou uma equipe para o local para registrar o descaso com os pedestres e cadeirantes, quem sabe da próxima vez o comandante da polícia militar "referende" aos seus comandados para não trancarem calçadas e acessos de cadeirantes durante o serviço...

Tá dado o recado....

terça-feira, março 22, 2011

Cansados de esperar a boa vontade da prefeitura moradores fazem lombada por conta própria

Enquanto alguns moradores aprovam a iniciativa, outros veem prejuízos. Ideal era uma lombada com sinalização oficial.

Moradores da Rua Carlos Amadeus Tessari, na Vila Venizia, na Cidade Industrial de Curitiba (CIC), decidiram colocar na rua uma lombada de concreto, por conta própria, para controlar os motoristas apressados que passam em alta velocidade durante horário de maior movimento. A ideia também foi colocada em prática na Rua Soldado Hudson, no mesmo bairro, onde moradores construíram duas lombadas.

Os moradores das ruas afirmam que reivindicam as lombadas há dois anos e, como não foram atendidos, decidiram se reunir para construir o obstáculo.

Segundo a comerciante, Cleonice Melo, moradora há 20 anos, até mesmo com as lombadas as pessoas não respeitam. “Os motoristas aceleram até mesmo de uma lombada para outra”.

“A lombada improvisada ajudou, agora os carros são obrigados a reduzir a velocidade” afirma Antonio Luiz, morador. Ieda Sporh fala que a atitude foi aprovada pela maioria. “Apenas uma medida de segurança para a população, passa muito carro e a rua é estreita”.

O aposentado Alcimar Pedra, que já perdeu vários animais de estimação atropelados, disse que as pessoas cansaram de solicitar o necessário. “O jeito foi realizar um mutirão e fazer”.

Prejuízos

Mas há controvérsias de opinião porque alguns moradores reclamam que a obra improvisada tem causado prejuízos. Vilmar Machado morador do bairro há 22 anos conta que a falta de sinalização na lombada acaba danificando os carros desavisados. “A noite fica ainda pior. Precisamos de lombadas sim, mas regularizadas”, diz.

Segundo Vilmar, foi solicitado à Urbanização de Curitiba S/A (Urbs) a retirada da lombada de concreto. “Recebemos protocolo e até agora, nada”, reclama.

De acordo com a assessoria da Direção de Trânsito de Curitiba (Diretran), foi feito recentemente um estudo na região e as ruas não têm um padrão técnico para a instalação de lombadas. A Secretaria de Governo Municipal, já acionou uma equipe de manutenção urbana, que vai retirar as lombadas dos locais.