domingo, julho 31, 2011

América Mineiro joga mal e Coritiba vence uma fora de casa

Em partida disputada na "Arena do Jacaré" em Minas Gerais o América deixou uma vitória sobre o Coritiba, com muitos erros individuais a equipe mineira perdeu por 3 a 1 para o Coritiba, ao final da partida a equipe coxa-branca comemorou como se tivessem ganhando a "copa do munndo'.."São 3 pontos fora de casa, e isso na mesma semana que perdemos para o São Paulo em casa, é muito bom, temos que comemorar", afirmou um membro da comissão técnica coxa-branca.

Fantasmas da Assembléia são investigados por nomeações na Câmara de Curitiba

Documentos obtidos com exclusividade pela Gazeta do Povo revelam que o escândalo dos Diários Secretos, que assolou a Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) no ano passado, respinga na Câmara Municipal de Curitiba. Pelo menos quatro funcionários da Assembleia – um deles operador do esquema de desvio de dinheiro dos Diários Secretos – foram nomeados ao mesmo tempo para cargos em comissão no Legislativo da capital, em períodos entre 1997 e 2006. Isso é proibido pela Constituição Federal.


O Ministério Público do Paraná (MP) já está investigando o caso e tem indícios de outra grave irregularidade, a de que os funcionários eram fantasmas da Câmara e, em três casos, também da Assembleia – o que permitia desvio de dinheiro público nas duas Casas.



O acúmulo de dois ou mais cargos públicos é vedado pela Constituição, que abre exceção somente para professores e servidores da área da saúde – o que não é o caso dos quatro servidores.
Os promotores do MP já solicitaram uma série de documentos para o presidente da Câmara, vereador João Cláudio Derosso (PSDB). A Gazeta do Povo apurou que a documentação enviada pelo Legislativo municipal ao MP traz indícios de desvio de recursos públicos que podem ultrapassar R$ 400 mil somente com a contratação de um dos quatro servidores que são alvo da investigação. Se corrigido, o montante sob suspeita chega a quase R$ 900 mil.
Se comprovadas as irregularidades, os promotores podem ajuizar uma ação de improbidade administrativa contra Derosso, responsável, como presidente da Câmara, pelas contratações dos supostos servidores fantasmas. As possíveis penas são pagamento de multa, devolução de dinheiro aos cofres públicos e até mesmo a cassação do mandato do tucano. Derosso é presidente da Câmara desde 1997, quando começaram as contratações suspeitas.
A investigação do MP está concentrada na contratação de João Leal de Mattos, que é funcionário efetivo da Assembleia e é acusado pelo MP de participar do esquema dos Diários Secretos, que desviou mais de R$ 200 milhões dos cofres públicos do Legislativo. No ano passado, ele chegou a ser preso por causa dessas denúncias.
Apesar do vínculo empregatício de mais de 24 anos com a Assembleia, os diários oficiais do município revelam que Mattos foi contratado em 1.º de janeiro de 1997 para trabalhar no gabinete do ex-vereador Éde Abib (PSDB), irmão do ex-diretor-geral da Assembleia Abib Miguel, o Bibinho, denunciado à Justiça sob a acusação de liderar o esquema dos Diários Secretos.
Ainda de acordo com os diários oficiais do município, Mattos permaneceu como servidor da Câmara até o fim de 2004, quando Éde Abib não conseguiu a reeleição. A partir daí, o vínculo de Mattos passou a ser com Derosso. Documento obtido pela reportagem (veja infográfico) mostra que o próprio Derosso indicou Mattos, em 1.º de janeiro de 2005, para trabalhar como consultor no Legislativo de Curitiba, por meio do gabinete da presidência da Câmara. Ele deixou a Câmara definitivamente em dezembro de 2006. No período em que foi servidor do Legislativo municipal, Mattos recebeu os R$ 400 mil que, atualizados, podem chegar a quase R$ 900 mil.
Próximo de Bibinho
A proximidade de João Leal de Mattos com Bibinho pode ser comprovada pelo endereço dele que consta em sua ficha funcional na Câmara de Vereadores: o mesmo onde Abib Miguel mantinha uma coleção de carros antigos.
Em depoimento aos promotores no ano passado por causa dos Diários Secretos, Mattos disse conhecer Bibinho há muitos anos e, quando questionado sobre a atividade profissional, não mencionou em nenhum momento o cargo na Câmara, informando apenas que “trabalha na Assembleia há 24 anos, ocupando o cargo de auxiliar administrativo”. E, questionado se tem outra atividade rentável, o servidor afirmou “que faz várias outras coisas, sem especificar a atividade”. Ele ainda disse ao MP que cumpria horário na Assembleia das 8h30 às 17 horas.
Esse depoimento levantou a suspeita de que Mattos seria fantasma na Câmara, pela incompatibilidade de horários de trabalho (o MP não denunciou ele por ser fantasma na Assembleia, mas por operar o esquema dos Diários Se­­­cre­­­tos). Familiares de Mattos corroboraram a suspeita de que ele não dava expediente no Legislativo de Curitiba ao dizerem aos promotores, em depoimento, que ele só trabalhou na Assembleia – sem nenhuma menção, novamente, à Câmara. “A declarante afirma que seu marido João [Leal de Mattos] só trabalha na Assembleia”, diz um trecho do depoimento de Iara Ro­­­sane da Silva Mattos, mulher dele.
Iara é outra integrante do grupo de quatro servidores que aparece como funcionária da Assembleia e da Câmara ao mesmo tempo. Ela foi contratada no Legislativo municipal no mesmo dia em que o marido – também designada para o gabinete de Éde Abib. Nesse período, ela já recebia salários da Assembleia. Pelos diários do município, Iara foi exonerada do cargo na Câmara em 2000. Mas, de acordo com a denúncia criminal feita pelo MP, há registros de depósitos bancários feitos pela Assembleia na conta de Iara desde 1995 – o que comprova o acúmulo de cargo entre as duas casas legislativas. Denúncia do MP referente ao caso dos Diários Secretos indica ainda que Iara era servidora fantasma da Assembleia.
A Gazeta do Povo procurou Mattos e Iara, por telefone. A filha do casal, Priscila Mattos, foi quem atendeu. Ela informou que não podia localizá-los. Mas disse à reportagem desconhecer que os dois tenham trabalhado na Câ­­­mara.

Legislativo Municipal
Casa é alvo de duas investigações
A Câmara de Curitiba é alvo neste momento de duas investigações abertas pelo Ministério Público Estadual para apurar supostas irregularidades. O acúmulo de cargos de servidores da Assembleia na Câmara e a possibilidade de eles serem fantasmas vêm sendo investigados desde junho. A investigação foi aberta depois que auditores do MP detectaram pagamento de salários das duas Casas Legislativas nas contas bancárias em nome do servidor João Leal de Mattos.
A segunda investigação, mais recente, foi aberta no último dia 19. E apura supostas ilegalidades nos contratos de publicidade firmados pela Câmara de Curitiba com empresas de comunicação, no valor de R$ 30 milhões por 5 anos. Reportagem da Gazeta do Povo revelou que uma das agências que venceram a licitação é a Oficina da Notícia, cuja dona é a jornalista Cláudia Queiroz Guedes, mulher do presidente João Cláudio Derosso (PSDB). Durante o processo licitatório, Cláudia era funcionária comissionada da Câmara – o que vedado pela Lei de Licitações.
O Tribunal de Contas de Estado (TC), que também investiga os contratos publicitários, apontou 16 irregularidades envolvendo a licitação de publicidade da Câmara. 

MP acusa servidor por desvio de R$ 13 milhões
O funcionário efetivo da Assembleia Legislativa João Leal de Mattos foi preso e denunciado pelo Ministério Público no ano passado sob a acusação de envolvimento na quadrilha que desviou pelo menos R$ 200 milhões dos cofres do Legislativo estadual por meio do esquema dos Diários Secretos, revelado em uma série de reportagens da Gazeta do Povo e da RPC TV.
Investigação do MP concluiu que Mattos tinha a função de cooptar familiares para contratá-los para a Assembleia e usá-los como laranjas para o desvio de dinheiro. Na denúncia, os promotores relatam que, por meio do núcleo familiar de Mattos, foram desviados pouco mais de R$ 13 milhões da Assembleia.
Mattos teria obtido documentos pessoais de oito parentes – entre elas o da irmã Jermina e da sobrinha Vanilda Leal, ambas agricultoras de Cerro Azul, na região metropolitana de Curitiba. Pelas contas bancárias das duas, a Assembleia depositou salários que ultrapassavam R$ 30 mil mensais – dinheiro que Jermina e Vanilda disseram nunca ter visto. As duas sobreviviam com o dinheiro do programa federal Bolsa Família.
O MP começou a investigar os funcionários fantasmas da Assembleia depois que a Gazeta do Povo e a RPC TV divulgaram uma série de reportagens com irregularidades no Legislativo. Duas operações policiais foram desencadeadas pelo MP, resultando na prisão de mais de 20 pessoas, entre elas a de Bibinho.
Depois das prisões preventivas – já revogadas –, os promotores ajuizaram ações civis e criminais contra os envolvidos com as irregularidades – entre eles os deputados estaduais e ex-presidentes da Assembleia Nelson Justus (DEM) e Hermas Brandão; e os ex-primeiros secretários Alexandre Curi (PMDB) e Nereu Moura (PMDB). O MP ainda investiga as denúncias na Assembleia. 

Via Gazeta do Povo

Campanha pelo aleitamento materno começa nesta segunda na capital

Começam nesta segunda-feira (1º), em Curitiba, as atividades da Semana Mundial do Aleitamento Materno 2011. Uma abertura oficial está programada para as 10h, na Boca Maldita, no Centro.
De acordo com a nota oficial, faz dez anos que a cidade participa da campanha que “estimula a amamentação como fator de redução da mortalidade infantil e de promoção da qualidade de vida dos bebês, numa tenda onde acontecem palestras e prestação de informações”.
A pediatra e coordenadora do Programa do Aleitamento Materno (Proama), Claudete Closs, diz que “além de nutrição, o leite (...) significa proteção contra doenças nos primeiros meses de vida, desenvolvimento dos ossos da face e oportunidade de estreitamento dos laços afetivos entre mãe e bebê”.
De acordo com uma pesquisa empreendida pela prefeitura, a incidência de amamentação materna em crianças de seis meses a dois anos de idade é maior entre as acompanhadas na rede pública, na comparação com a rede privada. Os dados são do ano passado.

Carro atinge poste em alta velocidade e casal tem que ser retirado das ferragens

Pista molhada e alta velocidade podem ter sido os causadores de um acidente que deixou um casal gravemente ferido no final da manhã deste domingo (31) na Estrada de Colombo, pouco antes do início da Rodovia da Uva, no bairro Santa Cândida.
Um homem identificado apenas como Rubens, 47 anos, conduzia o Gol ANM-9775 sentido Colombo, acompanhado de Ernerdina Lima Vidal, 40, por volta das 11h30. Moradores da região viram quando o veículo se perdeu em uma curva após o cemitério, rodou na pista e atingiu um poste.
"Por pouco eles não bateram em um ônibus, que vinha na pista contrária. Se não tivesse o poste, com certeza o carro ia parar dentro da minha casa", conta Marcelo da Silva, uma das testemunhas da batida.
Duas ambulâncias do Siate, com apoio médico, além de um caminhão do Corpo de Bombeiros, se dirigiram até o local. Vários equipamentos foram utilizados para abrir o veículo e retirar o casal, que ficou preso nas ferragens.
Ernerdina foi encaminhada ao Hospital Cajuru e Rubens ao Evangélico. Os dois estavam conscientes mas, de acordo com os socorristas, apresentavam ferimentos gravíssimos.

sábado, julho 30, 2011

Enquete aponta vantagem de Rafael Greca em Curitiba

Uma enquete realizada pelo blog "olho aberto Curitiba" entre os dias 17 e 23 de Julho nos terminais de ônibus de Curitiba, boca Maldita (calçadão da rua Xv) e na praça Rui Barbosa, atingindo principalmente as classe menos favorecidas.

Foram incluídos vários nomes de pré-candidatos e possíveis pré-candidatos a prefeito de Curitiba, confira abaixo a relação dos nomes:

Luciano Ducci, (PSB), Ratinho Júnior (PSC), Gustavo Fruet (sem partido), Dr. Rosinha (PT), Tadeu Veneri (PT) Angelo Vanhoni (PT), Rafael Greca (PMDB), Roberto Aciolli (PV), Dr. Zequinha (PCdoB),Ney Leprevost (PSD), Luiz Felipe (PSOL), Ella Teixeira (PRTB), Chik Jeitoso (PPS),Mauro Moraes (PSDB), Francischini (PSDB)


A pergunta da enquete foi a seguinte:

Se a eleição para Prefeito de Curitiba fosse hoje em quem você votaria?

Gráfico 01 (clique na imagem para ampliar)

Gráfico 02 (clique na imagem para ampliar)
3.452 pessoas participaram da enquete.

A preferência da maioria

Rafael Greca (PMDB) teve a preferência da maioria dos participantes da enquete, Greca obteve 23% da preferência seguido por Luciano Ducci (PSB) e Gustavo Fruet (sem partido). Confira o resultado da enquete na íntegra clicando nos gráficos acima.

Hemepar precisa de doação de sangue urgente

Se você conhece alguém que mora em Curitiba e região metropolitana e possa doar sangue, o nome do local é HEMEPAR, segue os dados:

Mencionar o nome dele, OLIVIO MACHADO e mencionar também o Nome do Hospital que ele está internado ANGELINA CARON

Endereço do HEMEPAR:
Travessa João Prosdocimo, 145Alto da Rua XV, Curitiba / PR

Horário de atendimento:
De segunda a sexta, das 7h30 às 18h30. Sábado, das 8h às 18h.
Telefones:
(41) 3281-4000
0800-6454555

Muito obrigado amigos

Acidente entre caminhões e carro deixa dois mortos perto do Ceasa no Pinheirinho

Um acidente entre dois caminhões e um carro deixou duas pessoas mortas e outras duas feridas na BR-166, que liga o Paraná ao estado de São Paulo, na noite de sexta-feira (29). A batida foi no km 109 da rodovia, no contorno leste de Curitiba.

Um dos caminhões, após ser tocado pelo outro, perdeu o controle, invadiu a pista contrária, capotou, e atingiu um carro que seguia no sentido São Paulo. Com a batida, o carro foi jogado para um barranco ao lado da pista.
Dos quatro passageiros do carro, dois morreram na hora, enquanto um foi encaminhado em estado grave ao hospital, e outro não se feriu. O motorista do caminhão que capotou também ficou ferido e foi levado consciente ao hospital.

Às 10h30 deste sábado (30), o passageiro do veículo estava fora da UTI, em estado estável. Já o motorista do caminhão havia sido liberado,a penas com ferimentos leves.

Paraná empata com o São Caetano e permanece em 3º lugar

Com gols de Luciano Mandi (São Caetano) e Borebi (Paraná Clube), Azulão e Tricolor ficaram no empate por 1 a 1, na tarde deste sábado (30), na Vila Belmiro, em Santos. Com o resultado, o Paraná chega a 24 pontos e permanece na terceira colocação da Série B.

Na próxima sexta-feira, a equipe paranista recebe o Barueri, na Vila Capanema.

O gramado da Vila Belmiro, que havia recebido uma partida épica durante a semana, foi palco de um primeiro tempo horroroso entre as equipes. Os times marcavam muito e foram poucas as chances de gol. Somente no final houve um lance de brilho.

Aos 42 minutos, Luciano Mandi tabelou com Antônio Flávio, a defesa paranista apenas assistiu e Mandi tocou para as redes, abrindo o placar.

O segundo tempo começou semelhante ao primeiro: truncado e com poucas oportunidades para as equipes. Aos poucos, o Tricolor foi pressionando e chegou ao empate com Borebi, aos 19min, após cobrança de escanteio de Lima.

Aos 25min, o Tricolor ficou com um jogador a mais no jogo. Augusto Recife cometeu falta dura e foi expulso de campo. O Paraná cresceu no jogo, criou oportunidades, mas o placar foi mantido até o final: São Caetano 1x1 Paraná Clube.

sexta-feira, julho 29, 2011

Restrição na passagem de veículos pesados pela Linha Verde é adiada

A Prefeitura e a Urbanização de Curitiba (Urbs) decidiram adiar a aplicação das restrições de trânsito de veículos de carga pela Linha Verde. A determinação entraria em vigor na próxima segunda-feira (1), mas foi adiada para o dia 1° de setembro.
Segundo a assessoria de imprensa da Prefeitura de Curitiba, a decisão de mudar a data veio por causa das discussões com integrantes da categoria de transportes de carga para não prejudicar os trabalhos de quem utiliza o local com frequência. A assessoria também informa que o adiamento ocorre por conta das obras na Linha Verde.
Essa não é a primeira mudança na data de aplicação da norma. A Portaria 111/2010 da Urbs, de novembro de 2010, que determinou a restrição de certos veículos de carga na Linha Verde, entraria em vigor em março de 2011. A aplicação, entretanto, ficou para agosto e agora apenas para setembro.
Com a nova data, também serão decididos novos horários de utilização da avenida pelos veículos de carga, o que altera as determinações da portaria lançada no final do ano passado. Segundo a assessoria da Prefeitura, as novas regras e horários devem ser lançados ainda nesta sexta-feira (29).
Fonte: Gazeta do povo 29/07/2011

Tubulação estoura e deixa casas alagadas no Xaxim

Seis casas da rua Basílio Fuck, no bairro Xaxim, em Curitiba, ficaram completamente alagadas após o rompimento de uma tubulação de água da Sanepar, na noite desta quinta-feira (28). Por causa desse incidente, aproximadamente 15 mil pessoas estão sem água desde as 22h de ontem.
Nas casas, muita coisa foi perdida, como móveis, roupas e alimentos. Na manhã desta sexta-feira (29), as famílias que vivem nas residências trabalham na tentativa de limpá-las e secar objetos de uso pessoal.
A Sanepar informou que já tomou as providências para normalizar o abastecimento do Xaxim e região, afetados pelo rompimento da adutora. A previsão é que o abastecimento de água seja retomado até as 12 horas desta sexta.
Quanto às casas alagadas, funcionários da Sanepar estão levantando os danos para iniciar o processo de ressarcimento, que não deve ser concluído antes de 30 dias.
De acordo com a análise inicial dos técnicos da Sanepar, o que provocou o rompimento da adutora foi um desgaste natural do material que pode ocorrer com o passar dos anos, por causa da pressão exercida, por exemplo, pela passagem de carros pelo local.

Matança na noite de quinta-feira

Três homens, com passagens pela polícia, foram executados na noite de quinta-feira (28), com tiros de pistola calibre 380. Em dois casos, os assassinos estavam em carros pretos e, no terceiro, em uma moto da mesma cor.
A matança começou no Xaxim, na Rua Leôncio Derosso, Jardim Esmeralda. Eram cerca de 20h, quando Adriano Bruno Rocha, 21 anos, foi atingido por cinco tiros. O rapaz, que tinha saído da cadeia há poucos dias, estava sozinho na frente de uma residência, a duas quadras de casa.
De acordo com o soldado Marçal, do 13.º Batalhão da Polícia Militar, três indivíduos desceram de um Scenic preto e atiraram. A mãe da vítima, em desespero, dizia que já tinha pedido para sair da região porque a vila “era um inferno”.
Em 2008, ele foi preso, suspeito de fazer parte da quadrilha de “Paulinho Paiakan”, considerado na época um dos maiores traficantes da capital, que trazia uma tonelada de maconha.
Passaram-se 20 minutos e Paulo César Rodrigues, 29 anos, foi fuzilado com 19 tiros. Ele trafegava na Rua José Pereira da Graça Aranha, Bairro Novo C, Sítio Cercado, com o Palio branco placa APO-1207, quando foi seguido por um carro, possivelmente um Classic preto.
Os bandidos deram os primeiros disparos e fizeram Paulo perder o controle de seu veículo. O tenente Azevedo, do 13.º BPM, levantou que, assim que o Palio parou sobre a calçada, com o motorista inconsciente, três bandidos desceram do veículo escuro e continuaram a fuzilaria.
No local foram recolhidas 19 cápsulas de calibre 380. Paulo tombou dentro do veículo, caído sobre o banco do passageiro. Um amigo da vítima contou que Paulo morava no Rio Bonito e que estava prestes a montar uma loja com produtos do Paraguai.
Ele tinha passagem por tráfico e, conforme conhecidos comentaram, era casado e tinha filhos. A polícia acredita que ele estava jurado de morte e que os bandidos montaram tocaia para pegá-lo.
Josué Nascimento, 34 anos, foi executado dentro do Marea Weekend placa BAZ-6060, por volta das 21h15, na Rua Claudino Abramo Laidens, Vila Sandra, Cidade Industrial.
O veículo estava estacionado, quando dois homens, vestidos de preto e ocupando uma motocicleta da mesma cor, se aproximaram e dispararam contra Josué, conforme informou o soldado Isaac, do 13.º BPM.
Josué foi atingido com cinco tiros de pistola calibre 380 e morreu no banco do motorista. De acordo com o soldado, a vítima tinha passagens por estelionato, lesão corporal e ameaça.
Uma parente da vítima passou pelo local rapidamente e informou que Josué morava no Jardim Gabineto, no Campo Comprido. Enquanto a equipe policial aguarda a chegada da perícia, o celular dele não parava de tocar no bolso da calça.

Atlético perde para o Ceará e continua na lanterna do campeonato

O Atlético enfrentou a equipe do Ceará, na noite desta quinta-feira, em jogo válido pela 12ª rodada do Brasileirão, fez um bom jogo, mas acabou castigado no fim e perdeu por 2 a 1. Com o resultado, o Furacão segue na última posição na tabela de classificação, com 5 pontos ganhos. Próximo desafio do time comandado por Renato Gaúcho será o Santos, de Neymar e Ganso, domingo, às 18h30, na Arena.
Apoiado pela torcida, o Ceará procurou impor o ritmo de jogo no início e logo aos 4 minutos criou uma boa chance para abrir o placar. Vicente cruzou, Washington tentou de cabeça e mandou para fora. Na sequência foi a vez do Atlético assustar. Edílson levantou na área e a bola passou na frente de Morro García.
O Atlético estava jogando bem e marcou aos 15 minutos. Após jogada espetacular de Marcinho, Madson recebeu com liberdade e bateu com categoria no ângulo, sem chances para o goleiro: 1 a 0. Aos 25 quase o empate. Osvaldo cobrou escanteio, Michel desviou de cabeça e Renan Rocha fez grande defesa. O Ceará pressionou, especialmente na bola parada, mas quem quase marcou foi Morro Garcia, que nos acréscimos recebeu bom passe, mas chutou em cima de Diego.
Para o segundo tempo, Vágner Mancini sacou Boiadeiro e colocou Enrico. O time ficou mais ofensivo e João Marcos passou a ocupar a lateral direita. O Atlético levou perigo aos 2 minutos. Mádson fez grande jogada na velocidade e cruzou para bomba de Cléber Santana, mas a bola explodiu na marcação. Aos 8 minutos por pouco o Furacão não fez mais um gol. Mádson recebeu na cara do gol, mas bateu em cima do goleiro. Ceará respondeu na sequência. Vicente bateu forte, buscando o canto, mas a bola foi para fora.
Aos 35 minutos, Gustavo Lazaretti colocou a mão na bola para evitar um chute, recebeu o segundo amarelo e foi expulso de campo. O time da casa veio para pressão e chegou ao empate. Marcelo Nicácio recebeu na área e bateu, a bola passou embaixo de Renan Rocha, que aceitou. Já nos acréscimos, após cruzamento na área, Marcelo Nicácio testou no ângulo para virar o jogo. Final: Ceará 2, Atlético 1.

Três bens são tombados como patrimônio histórico do Paraná

Três bens históricos paranaenses foram tombados pela Secretaria de Estado da Cultura (Seec). O conjunto da obra do escultor João Turin, a Capela São Bonifácio – em Maringá -, e o Palacete dos Garcia – em Londrina tiveram a importância reconhecida pelo Conselho Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico do Paraná.
João Turin
A Casa João Turin em Curitiba abriga, desde 1989, uma exposição permanente de obras do escultor paranaense. Parte da obra do artista também pode ser encontrada exposta em espaços públicos da capital e outros municípios do estado. Além da obra, foram tombados também documentos e objetos pessoais de Turin.



Capela São Bonifácio
A primeira igreja católica de Maringá foi construída em 1939. O tombamento levou em conta a arquitetura em madeira, além do valor histórico da obra, de propriedade dos Irmãos Palotinos. A Capela está na Estrada Vale Azul.



Palacete dos Garcia
Construído em 1947, o Palacete está localizado no centro de Londrina. O local é um dos últimos casarões remanescentes da época do auge do café. O fato de nunca ter havido alterações arquitetônicas no Palacete contribuiu para que a obra fosse tomabada.


Antes de ser preso, suspeito foi recusado em duas delegacias


falta de policiais que atinge o estado do Paraná resultou em uma divergência no trabalho das polícias civil e militar na manhã desta sexta-feira (29), em Curitiba. Um homem foi preso com um aparelho de GPS roubado, mas foi recusado em duas delegacias por falta de estrutura.
A prisão foi feita por policiais militares por volta das 5h da manhã. Ao chegar ao Centro Integrado de Atendimento ao Cidadão Sul (Ciac-Sul), o escrivão de plantão informou que não poderia receber o suspeito, pois havia três outros flagrantes na espera. Segundo a PM, situação semelhante ocorreu na Delegacia de Furtos e Roubos, e a falta de uma vítima contribuiu para a recusa. Ele foi preso na terceira tentativa, no 2º distrito policial.
Valdir Bicudo, creditou o problema à falta de efetivo policial. “A PM tem sua razão em reclamar, mas precisam entender que temos deficiência de material humano. Não nos recusamos a atender, mas dentro das possibilidades”, afirmou o superintendente, lembrando que o número de policiais civis no estado, hoje, é o mesmo dos anos 80. “Nunca vi um estado tão crítico, tão lamentável. É degradante”, lamentou.
Flagrante
O flagrante é o registro de entrada de um preso na delegacia. Bicudo explicou que o procedimento demora cerca de 40 minutos para ser feito, e que precisa seguir uma série de protocolos. São eles: Nota de culpa, comunicado ao juiz de plantão, ofício de encaminhamento para a delegacia, serviço de registros policiais para investigação, fotografia do preso, inserção do preso no sistema, exibição e apreensão de todos os objetos em poder do preso, e uma guia de encaminhamento ao Instituto Médico-Legal para exame de corpo de delito. Normalmente, um flagrante tem de quatro a seis laudas, e é feito em duas vias.

quinta-feira, julho 28, 2011

Trânsito da região norte de Curitiba será alterado na noite desta quinta (28)


O trânsito de alguns bairros da região norte de Curitiba será alterado das 23h desta quinta-feira (28), até as 5h da manhã de sexta (29). O motivo é a passagem de um comboio que carregará silos de 5,7 metros de altura, que serão transportados até a BR-277 que liga a capital ao litoral do Paraná.
A carga sairá em frente ao Cemitério Santa Cândida. O trajeto passa pelas ruas Avenida Paraná, Rua Pedro Doska, Avenida Marechal Mascarenhas de Morais, Rua Julio Bartolomeu Taborda Luiz, Avenida Monteiro Tourinho, trecho urbano da BR-476 até a altura do viaduto do Tarumã, que será desviado, Rua Antônio Camilo, Rua, Afonso Pena e Rua Maria Ficinska, voltando à BR-476 (Linha Verde), chegando então à BR-277.
Equipes da Diretoria de Trânsito (Diretran) farão a escolta da carga, além de desmontar alguns semáforos durante o trajeto – eles serão religados após a passagem da carga.
 G1 Paraná

quarta-feira, julho 27, 2011

Feira de animais em Shopping é fechada por maus tratos


Uma feira de animais, que funcionava em um shopping de Curitiba, foi fechada por maus tratos e falta de autorização ambiental. A Rede de Proteção e Defesa Animal, da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, recebeu denúncias e nesta quarta-feira (27) foi ao local e constatou as irregularidades. O evento e o produtor da feira foram notificados.
O coordenador da Rede de Proteção e Defesa Animal, Alfredo Trindade, explicou que os animais estavam próximo ao estacionamento do shopping e que as condições de alimentação e de fornecimento de água não estavam adequadas. Segundo ele, esses fatores somados ao contato frequente com pessoas causam um elevado grau de estrese nos animais, que por não serem domésticos não estão acostumados a convivência com humanos.

Em nota, o estabelecimento afirmou que era um evento terceirizado e que apresentava toda a documentação necessária para funcionamento: a GTA – Guia de Transporte Animal e a licença da Secretaria da Agricultura e do Abastecimento do Paraná. O responsável pela empresa que realizava o evento, Dario José Costa, informou que desconhecia a necessidade da licença da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e nunca precisou desse documento nos eventos similares que promoveu em anos anteriores.
Segundo a prefeitura, outro shopping que também realiza feira de animais foi notificado nesta quarta-feira porque os animais ficariam expostos 24 horas por dia. A informação não foi confirmada pelo departamento de marketing do shopping, que afirmou que os animais ficam na feira das 14h às 20h e que depois deste período são levados a um local adequado para passar a noite.

Segundo Trindade, nesta segunda feira as condições eram melhores, mas ainda impróprias. Ele afirmou que nesta quinta-feira (28) a equipe de fiscalização vai voltar ao local porque foi verificado que o shopping não possui autorização do município para realizar a atividade.

Traficante morto e garçom ferido em tiroteio em frente ao café da madrugada


Às 7h30 da manhã desta quarta-feira (27), alguns trabalhadores já chegavam ao centro para trabalhar. Outros, que passaram a noite na folia, ainda perambulavam pela rua Cruz Machado, quando presenciaram um homicídio. Moisés Silveira, 28 anos, dado pela polícia como traficante, foi executado a tiros em frente à danceteria Café da Madrugada, quase na esquina com a Alameda Cabral. O garçom Ricardo da Silva Pinheiro, 25 anos, também levou um tiro na nuca e está internado no Hospital Evangélico.
Apesar de saber que várias pessoas presenciaram o crime, a polícia teve dificuldades em encontrar quem se dispusesse a contar o que viu. O cabo Celso, do 12.º Batalhão da Polícia Militar, acredita que Moisés traficava drogas naquela região do centro. Mas deve ter vendido “fiado” a alguns viciados e ficou sem dinheiro para pagar o traficante que lhe repassava o entorpecente. Durante a manhã, o traficante acima dele deve ter ido cobrar o dinheiro. Sem ter como pagar, Moisés foi executado, supôs o cabo.
Drogas
No carro pertencente a Moisés, o Uno placa MDN-4195 (Joinville - SC), que ficou estacionado em frente à danceteria, a polícia recolheu algumas buchas de cocaína e algumas pedras de crack. Uma moto e um Ká, que permaneceram estacionados em frente á boate, também deverão ser investigados pela Delegacia de Homicídios, para ver se têm relação com a vítima ou os autores.
As cápsulas caídas no asfalto, explicou o delegado Roberto Fernandes, da Delegacia de Homicídios, demonstram que o crime ocorreu do lado de fora da boate, quando a vítima estava ao redor de seu carro. Para se proteger, Moisés correu para dentro da danceteria, onde não suportou os tiros que já tinha levado e tombou morto na porta do estabelecimento.
As paredes externas e a porta do Café da Madrugada ficaram furados pelas balas. Não se sabe onde estava o garçom, que levou um tiro de raspão na nuca e foi encaminhado pelo Siate ao Hospital Evangélico, onde seu estado de saúde é considerado estável. Ricardo trabalhava há um mês e meio na boate e estava em período de experiência.
Testemunha
Um morador da região foi à janela de seu apartamento, logo após ter ouvido os tiros. Esta pessoa relatou a vizinhos que viu quando um casal - ele usava uma mochila nas costas - saiu correndo da frente da boate e subiu a rua Voluntários da Pátria, onde pegou um táxi, que estava parado em frente a um estacionamento. Não se sabe se o táxi já os aguardava ou se o casal pegou um táxi qualquer parado na via, que aguardava cliente.
Trânsito
Como duas das três faixas da rua Cruz Machado tiveram que ser fechadas, para preservar o local do crime para a perícia, o trânsito nas quadras ao redor, bem no horário que muitas pessoas estão seguindo ao trabalho, ficou bastante complicado.

Derosso pode ser o dono do imóvel da agência contratada pela Câmara


Após ter divulgado, na semana passada, denúncias contra o presidente da Câmara Municipal de Curitiba, o vereador João Claudio Derosso (PSDB), o deputado federal Dr. Rosinha (PT) continua em cima do caso. Nesta quarta-feira (27), Rosinha divulgou em seu site mais uma denúncia, apontando que além de ter favorecido a agência de sua esposa, Claudia Queiroz Guedes, na licitação para contratação de serviços de publicidade em 2006, Derosso ainda emprestou um imóvel de sua propriedade para ser a sede da empresa.
Apesar de não haver irregularidades no empréstimo em si, Rosinha questionou a ética do vereador ao ceder um imóvel de sua propriedade a uma empresa que prestava serviços à Câmara, presidida por ele mesmo. "Além de favorecer seus parentes com contratos e cargos públicos, Derosso disponibilizou ainda sua própria infraestrutura, no caso, um imóvel, para os negócios da esposa e do sogro com órgãos públicos, inclusive com a Câmara. Para ele, parece não haver limite entre o público e o privado”, opinou.
Com essa nova denúncia, Rosinha pretendia mostrar ao Ministério Público do Paraná (MP-PR) e ao Tribunal de Contas do Estado (TCE) que as investigações não devem se ater apenas às irregularidades no processo licitatório, mas também a tudo que envolve a administração de Derosso na presidência da Câmara. “Insisto em defender que os promotores não limitem a investigação apenas ao último contrato, de R$ 30,1 milhões, firmado em 2006. É preciso fazer uma ampla auditoria em todos esses contratos de publicidade da Câmara de Curitiba, durante toda a gestão Derosso”, declarou.
Mobilização contra Derosso
As denúncias a respeito de Derosso também têm sido alvo de discussões por movimentos sociais e partidos políticos. Nesta quarta-feira (27), a Central Única dos Trabalhadores do Paraná (CUT-PR) realizou uma reunião com representantes de movimentos sociais para estabelecer ações de protesto contra o vereador. A principal delas será uma manifestação em frente à Câmara, prevista para a próxima segunda-feira (1º). Estiveram na reunião membros do Movimento Mudança, União Paranaense dos Estudantes (UPE), Grupo Tortura Nunca Mais, Sociedade Direitos Humanos para a Paz (DHPaz) e sindicatos.
Convidados para comparecer à reunião proposta pela CUT, como já tinham participado de outro encontro da entidade sobre o assunto na semana passada, os partidos políticos decidiram fazer sua própria discussão nesta quinta-feira (28). O encontro, prevista para as 10 horas na sede do PSC, deve reunir PT, PMDB, PDT, PV, PCdoB e PPS, além do próprio PSC.

Homem morre após ser baleado na porta de um bar em Curitiba


Um homem de 27 anos morreu depois de ser baleado em frente a um bar no Centro de Curitiba, por volta das 7h40 desta quarta-feira (29). Ele era cliente do estabelecimento. De acordo com a Polícia Civil, um casal teria atirado contra dois rapazes e fugido a pé. No momento do tiroteio, havia clientes no bar que estava em funcionamento.
O segundo rapaz baleado foi atingido de raspão na cabeça e levado para um hospital da capital. Ele tem 25 anos e é garçom do bar.
De acordo com o polícia, o crime teria envolvimento com o tráfico de drogas. Em um carro que estava estacionado em frente ao bar, que seria do homem que morreu, foram encontradas pedras de crack e cocaína. A Delegacia de Homicídios investiga o caso.
 

Mulher entra em trabalho de parto e bebê nasce na Ceasa de Curitiba


Uma mulher de 29 anos entrou em trabalho de parto dentro da Central de Abastecimento do Paraná (Ceasa) de Curitiba por volta das 8h desta quarta-feira (27). De acordo com as informações da Polícia Militar (PM), o marido procurou um posto policial, que fica dentro do estabelecimento, para pedir ajuda para levar a esposa rapidamente ao hospital. Os policiais perceberam que não daria tempo e decidiram realizar o parto da criança ali mesmo. Cinco policiais ajudaram.
"O homem estava desesperado, nervoso, queria que levássemos ela de ambulância para o hospital, mas não deu tempo, pegamos os equipamentos cirúrgicos, tentamos acalmar a mãe e acabou dando tudo certo. Pra mim foi uma experiência inesquecível e muito gratificante, nunca mais vou esquecer", contou o sargento Lino, que participou do parto.
O pai Willian Nance, que já tem dois filhos, contou que a esposa começou a passar mal às 5h, mas não quis que ele a levasse ao hospital porque achou que ainda não era a hora, já que o parto estava programado para o dia 8 de outubro. Quando ela foi tomar banho, por volta das 7h, percebeu que a placenta havia se rompido. Aí eu corri com ela e acabei tendo que parar na Ceasa, que era caminho, para pedir ajuda. Foi quando os policiais nos salvaram", explicou.
O bebê nasceu com 2,350 kg, foi encaminhado para o Hospital do Trabalhador e passa bem.
 

Em três meses, foram registrados 595 acidentes com motos em Curitiba

O número de acidentes envolvendo motocicletas em Curitiba diminuiu, mas ainda preocupa as autoridades de trânsito. De janeiro a março de 2010, o Batalhão de Policiamento de Trânsito (Bptran) registrou 622 acidentes com motos, no mesmo período deste ano foram notificados 595.

Os motociclistas sabem que caso haja uma batida eles estão mais expostos a riscos. A estatística deste ano mostra que a média de acidentes com motos é de seis por dia e as mortes aumentaram de quatro, em 2010, para seis, nos primeiros meses de 2011.Segundo a polícia, a maior parte dos acidentes acontece em cruzamentos sinalizados e envolve jovens com motocicletas de pequeno porte.

Menina morre ao cair do 13º andar de prédio em Curitiba


O Corpo de Bombeiros informou que uma menina de cinco anos morreu ao cair do 13º andar de um prédio por volta das 10h desta terça-feira (26). O edifício fica na Rua José Loureiro, no Centro de Curitiba. A criança estava com a mãe, que teria ido visitar uma amiga. A menina teria subido na na cama de um dos quartos e acabou caindo de uma altura de aproximadamente 27 metros. Não havia tela de proteção na janela.
A mãe ficou em estado de choque e foi encaminhada para o Hospital Cajuru. A mulher de 31 anos foi medicada e está em observação, segundo a assessoria de comunicação do hospital.
A proprietária do apartamento, e amiga da mãe da menina, Ledir Bernardino da Silva, disse que tudo aconteceu muito rápido. "No momento do acidente eu estava no apartamento com a mãe dela, minha funcionária e a minha filha, que estava lavando roupa. Estávamos tomando café e a menina foi brincar pela casa. Uns 15 minutos depois escutamos um barulho no varal, e os gritos da minha funcionária e da mãe dela. Infelizmente a gente não pode fazer mais nada", contou Ledir.
O perito criminal Silvestre Dornelas informou que a queda "foi uma fatalidade". "Como a cama fica encostada na janela, ela teve fácil acesso e, com certeza, não encontrou dificuldade para abrir [a janela]", afirmou. Segundo o perito, as investigações sobre o caso continuam.

Mulher tem o corpo queimado em bairro de Curitiba


Uma mulher foi queimada na noite de segunda-feira (25), no bairro Sítio Cercado, em Curitiba. Um homem teria encontrado a mulher e pediu ajuda ao Corpo de Bombeiros. Ela foi encaminhada em estado grave para o Hospital Evangélico.
Segundo a assessoria de comunicação do hospital, o estado de saúde da mulher é instável. Ela teve queimaduras no tórax, partes superiores e inferiores do corpo, e já recebeu os curativos. Não houve necessidade de ser atendida na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).


O Instituto de Criminalística deve ir até o hospital para identificar a vítima. A Delegacia da Mulher deve ficar responsável pela investigação do crime.

terça-feira, julho 26, 2011

Não tenho nada a dialogar com Petraglia", diz Malucelli

Em entrevista exclusiva à Gazeta do Povo, o presidente do Atlético, Marcos Malucelli, conta como será o relacionamento com o opositor Mario Celso Petraglia - candidato declarado à presidência na eleição de dezembro - agora que a proposta de se tocar a conclusão da Arena de maneira independente foi aprovada pelo Conselho Deliberativo do clube. Na conversa, o dirigente afirma que não era favorável a nenhuma das três propostas e por isso não votou no pleito de segunda-feira (25). O presidente também dá detalhes de como o Atlético terá de tocar a obra, a partir de uma comissão especial que será formada e comandada por Petraglia.
Como o senhor avalia a reunião do Conselho Deliberativo?
Foi tudo muito tranquilo. Foram colocadas três propostas aos conselheiros e a maioria absoluta optou pela proposta do próprio Atlético conduzir as obras.
O senhor se absteve da votação?
Não me abstive. A proposta da Triunfo era a número 1. A da OAS, 2. A do grupo de conselheiros, 3. E a quarta era nenhuma delas. Eu votei em nenhuma delas
Não foi a favor de nenhuma das três? Na sua opinião, o que seria o melhor para o Atlético?
Eu acho que o clube não tem condições de arcar com esse ônus, de buscar financiamento. Fica muito pesado para o Atlético...
Acha que esses empréstimos que o Atlético terá de fazer colocam em risco a segurança financeira do clube?
Qualquer empréstimo que você faça coloca isso em risco. Você assume um compromisso de pagamento a longo prazo, com juros nem sempre bons. Então há sempre o risco.
Como vai funcionar esta comissão da Copa que será formada?
Forma-se agora uma comissão com oito membros, que terá que contratar uma empresa gerenciadora para a obra. Antes tem de formar aquela SPE, a Sociedade com Propósito Específico, que vai sair atrás desta gerenciadora da obra, que irá atrás dos fornecedores. É complexo.
Esta comissão terá total independência ou será subordinada à presidência?
A comissão fica subordinada ao Conselho Deliberativo. Ele se sobrepõe ao grupo que vai cuidar da Copa.
O senhor e o Mário Celso Petraglia, candidato declarado de oposição à presidência, terão de dialogar mais. Acha que haverá algum problema nisso?
Não tenho nada que dialogar com ele. Ele certamente será uma dos membros da comissão, mas que fica subordinada ao Conselho Deliberativo. O meu conselho é de Administração do clube. Eles vão precisar falar conosco quando quiserem verba do Atlético.
E a conversa será tranquila?
Se a despesa que tivermos for de interesse e, se nós tivermos caixa para tanto, será entregue. Do contrário, vai atrás de financiamento.
O senhor acredita que a Arena ainda poderá receber jogos da Copa das Confederações em 2013?
Não sei. Foi definido um calendário para a Copa das Confederações e, se for obedecido, os estádios tem de estar prontos até dezembro de 2012. É difícil que se cumpra esse prazo aqui.
O Atlético deixa de jogar na Arena ainda este ano ou a mudança fica para 2012?
Essa comissão vai ter de dizer isso. Como disse, tem que se criar a SPE, depois contratar a gerenciadora. São vários passos e não sei como será o cronograma.
A proposta definida deixa o Atlético com uma preocupação a menos. O foco total agora é no futebol, em livrar o clube do rebaixamento do Brasileirão?
O futebol é o principal objetivo e Copa passa a ser secundária. Vamos buscar a retomada no campeonato.
Fonte: Gazeta do Povo 26/07/2011