terça-feira, dezembro 31, 2013

Viajantes enfrentam fluxo intenso sentido praias, mas sem congestionamento

Os veranistas que deixaram a viagem para o último dia do ano, terça-feira (31), enfrentam trânsito intenso, mas sem congestionamento nas principais rodovias que ligam Curitiba às praias. O movimento de carros na BR-277 e também na BR-376 está acima do normal, de acordo com o a Polícia Rodoviária Federal (PRF) desde a noite de ontem. Não há nenhum registro de acidentes, nem bloqueio ou lentidão durante a madrugada e a manhã de hoje. Embora intenso, a PRF informou que o movimento de hoje é menor do que o registrado nesta segunda-feira (30). A concessionária que administra o trecho sentido praias do Paraná, a Ecovia, informou que cerca de 1.025 carros estavam sendo registrados por hora rumo ao litoral, por volta das 7 horas. Já a BR-376, que liga Curitiba às praias catarinenses, a movimentação é o dobro do que em dias normais. Na manhã de hoje cerca de 1.500 carros por hora seguiam pela rodovia. Em dias normais o fluxo é de 700 carros, de acordo com a PRF. Destinos A BR-116, que liga Curitiba a São Paulo, também está com o fluxo de carros maior do que o normal. O movimento é cerca de 25% maior que o normal, de acordo com a PRF. Hoje o pico de veículo deve ocorrer até as 15h, em ambos sentidos. http://www.bandab.com.br/jornalismo/viajantes-enfrentam-fluxo-intenso-sentido-praias-congestionamento/

segunda-feira, dezembro 30, 2013

Proteção animal Rede promoveu 220 adoções de cães e 2 mil aplicações de microchips em animais

Aproximadamente 220 cães foram adotados em Curitiba nos primeiros 11 meses deste ano, graças a ações promovidas pela Rede de Proteção Animal da Secretaria Municipal do Meio Ambiente. Este foi um dos bons resultados conquistados pela equipe, que também fez mais de 2 mil aplicações gratuitas de microchips em cães e gatos e superou a expectativa em número de atendimentos a denúncias de maus tratos. “O fortalecimento da Rede de Proteção Animal e a criação da Guarda Municipal de Proteção Animal são alguns dos fatores responsáveis pelo aumento registrado no número de denúncias sobre maus tratos de animais”, comenta o diretor do departamento de Pesquisa e Conservação de Fauna, da Secretaria Municipal do Meio Ambiente, Alexander Biondo. Desde janeiro, foram realizadas mais de 3,7 mil vistorias, a partir de denúncias recebidas pelo fone 156, da Prefeitura de Curitiba. “Isso demonstra a importância da participação da população curitibana nas ações”, diz o diretor. A Guarda Municipal de Proteção Animal, criada no início de 2013, realizou 726 atendimentos ao longo do ano. Destes, 698 foram relacionados a maus tratos de animais, 16 sobre fiscalização a comércio irregular e 12 flagrantes a criadores irregulares. Biondo destaca que, apenas nos meses de outubro e novembro, quatro canis clandestinos foram denunciados à Rede, numa parceria com a Polícia Civil e a Sociedade Protetora dos Animais de Curitiba, que intermedeia ações coordenadas de diversos grupos de proteção animal e protetoras independentes. Os locais foram vistoriados, fechados, autuados e aproximadamente 170 animais foram resgatados, tratados e encaminhados para adoção. “Pela primeira vez vimos este apoio mútuo entre os órgãos, o que foi estimulado pelo trabalho da Rede”, disse a agrônoma Yanê Carvalho, que há sete anos atua como protetora independente de cães em Curitiba. Ela diz que as ações deflagradas em 2013 pela Rede de Proteção Animal resultaram em atuações concretas e efetivas. Segundo a protetora, houve grande avanço ainda nas questões de castração e adoção de animais. “Hoje, as pessoas de baixa renda e as protetoras independentes têm muito acesso ao serviço gratuito de castração de animais, já que o processo foi muito agilizado”, informou Yanê. Ela elogiou também o incentivo às adoções de animais que ocorreu neste ano pela Rede de Proteção Animal. Segundo Yanê, protetoras independentes, como ela, tiveram mais oportunidade de levar os animais até as feiras de adoção, facilitando o processo. “Tudo isso teve reflexo direto na educação e conscientização da população sobre a proteção animal”, comentou. Balanço Outra novidade implantada pela Rede de Proteção Animal neste ano diz respeito aos cães que vivem em terminais de ônibus da cidade, que também passaram a ser atendidos pelos veterinários da Rede com exame clínico, microchipagem, vacinação, desverminação, castração e atendimento clínico-cirúrgico gratuitos, através do projeto Cães Comunitários. A ação faz parte de um projeto de pesquisa pioneiro aprovado pela Fundação Araucária do Paraná e já beneficiou diretamente 41 cães comunitários. Destes, nove foram adotados e os outros recebem atendimento diário. Segundo o projeto, um mantenedor é responsável pelo fornecimento de água e alimentação e também por informar aos veterinários da Rede sobre qualquer problema de saúde do animal. Outras ações A Rede de Defesa e Proteção Animal, subordinada à Secretaria Municipal do Meio Ambiente (SMMA), envolve vários agentes públicos, da iniciativa particular e do terceiro setor, na busca de melhores condições de vida para a fauna da cidade. Entre outros serviços, oferece um Sistema de Cadastramento e de Identificação Animal (SIA) através da utilização de microchips. Atualmente, cerca de 10 mil animais estão cadastrados no SIA, mas a expectativa é que este número aumente com o trabalho de orientação que está sendo feito pela Rede. Apenas neste ano, mais de 2,2 mil microchips foram aplicados gratuitamente pela Prefeitura de Curitiba. Outra ação desenvolvida é a 1º Campanha Municipal Gratuita de Castração de Cães que, ao longo do segundo semestre de 2013, esterilizou 525 cães pertencentes a famílias de baixa renda, residentes em Curitiba. “Além disso, a Rede vacina gratuitamente estes animais, num fluxo de castrações em parceria com as protetoras cadastradas, direcionando as esterilizações aos animais de comunidades carentes de Curitiba, atendendo famílias cadastradas nos 45 Centros de Referência em Ação Social (Cras)”, explica Biondo Também faz parte das atividades da Rede de Proteção o projeto Veterinário Mirim, uma parceria com a Secretaria Municipal de Educação, cujo objetivo é promover a educação sobre guarda responsável e o bem-estar animal. Em 2013, houve participação de 39 escolas municipais, localizadas nas nove regionais da cidade. Diretamente, se envolveram no projeto 117 professores e mais de 4 mil alunos. Acumuladores Biondo informa que, neste ano, a Rede de Proteção Animal iniciou o monitoramento de potenciais acumuladores de animais na cidade, numa parceria com a Fundação de Ação Social (FAS), o Centro de Saúde Ambiental e o Centro de Saúde Mental da Secretaria Municipal de Saúde, com recursos da Fundação Araucária do Paraná. A ação prevê que os acumuladores sejam vistoriados, orientados, tratados e seus animais vacinados, castrados e, quando necessário, retirados para lares temporários ou encaminhados para adoção. “Até o momento, foram identificados mais de 100 imóveis com este perfil de acúmulo de objetos ou animais e, grande parte deles, já está sendo visitado por equipes multiprofissionais da Prefeitura de Curitiba”, diz Biondo. Finalmente, a Rede de Proteção promoveu, em 2013, diversos cursos de capacitação para servidores, profissionais e para a sociedade organizada. Entre os destaques, estão o primeiro Curso Nacional de Oficiais de Controle Animal e o primeiro Curso Nacional de Acreditação em Polícia de Proteção Animal. “Ainda em novembro, Curitiba sediará a IV Conferência Internacional em Medicina Veterinária do Coletivo, com palestrantes internacionais”, afirma o diretor. http://www.curitiba.pr.gov.br/noticias/rede-promoveu-220-adocoes-de-caes-e-2-mil-aplicacoes-de-microchips-em-animais/31699

Confira a programação das festas de Réveillon em todo o Paraná

Em Matinhos, queima de fogos será seguida de shows com bandas locais. 50 mil pessoas são esperadas para o show piromusical em Toledo. A virada do ano de 2013 para 2014 será marcada por várias festividades e shows pirotécnicos em vários municípios do Paraná. Em Matinhos, no litoral, por exemplo, os turistas poderão assistir a queima de fogos em quatro pontos da cidade. Depois da comemoração, dois palcos vão alegrar os visitantes com vários shows de bandas locais. Já em Pontal do Paraná, também no litoral, o espetáculo poderá ser visto pela primeira vez em cinco praias diferentes - Santa Terezinha, Ipanema, Shangri-lá e Pontal do Sul. Em Paranaguá, a virada será na Praça 29 de Julho. Em Guaratuba, o show de fogos será no Morro do Cristo, como tradicionalmente ocorre. Em Toledo, no oeste do estado, cerca de 50 mil pessoas são esperadas para o show piromusical no Parque Ecológico Diva Paim Barth. A tradicional queima de fogos pela primeira vez será sincronizada com uma trilha musical especial e terá em média 15 minutos. Milhares de moradores da região também são esperados para assistir à queima de fogos no centro da cidade e nas praias artificiais do Lago de Itaipu. Leia mais aqui. Na região dos Campos Gerais, em Ponta Grossa e Tibagi, as comemorações começam às 22h e, além da queima de fogos, também terão shows com bandas locais. Em Guarapuava, na região central, o espetáculo pirotécnico vai ser no Parque do Lago, no centro da cidade. Confira mais informações. No norte, a festa de Réveillon será na Catedral Nossa Senhora da Glória, em Maringá. O espetáculo deve durar 15 minutos. De acordo com a prefeitura, a iluminação dos fogos de artifícios irá compor com as luzes da Catedral. A queima de fogos será realizada no mesmo local onde foi realizada a chegada do Papai Noel. Leia a reportagem. http://g1.globo.com/pr/parana/noticia/2013/12/confira-programacao-das-festas-de-reveillon-em-todo-o-parana.html

sábado, dezembro 28, 2013

Motorista perde o controle e fica gravemente ferida após capotar no Campo Comprido

Uma motorista de 47 anos ficou gravemente ferida após capotar o veículo Pálio que dirigia na Rua Eduardo Sprada, no bairro Campo Comprido, em Curitiba. De acordo com o cabo Dias, do Batalhão de Polícia de Trânsito, o trecho na região possuí muitas curvas fechadas, o que pode ter levado a perda de controle. “Ela está em estado grave, mas consciente. Acreditamos que ela não estava em alta velocidade não, foi um descuido que fez com que ela batesse no meio fio e capotasse”, disse. A motorista foi encaminhada ao Hospital Evangélico. http://www.bandab.com.br/jornalismo/motorista-perde-controle-fica-gravemente-ferida-apos-capono-campo-comprido/

Estradas que ligam Curitiba às praias do PR e de SC têm trânsito intenso

Mais de 1,8 mil veículos descem a BR-277 por hora (Foto: Divulgação/Ecovia) Entretanto, motoristas não encontram filas na BR-277 e na BR-376. Tempo está encoberto na região de serra. Apesar do movimento intenso, o trânsito nas rodovias que ligam Curitiba aos litorais do Paraná e de Santa Catarina é considerado tranquilo na tarde deste sábado (28). Não há pontos com filas ou interdições, nem na BR-277, nem na BR-376. Nas regiões de serra, é preciso ficar atento, pois o tempo está encoberto. De acordo com a Ecovia, às 16h, o movimento em direção às praias paranaenses na BR-277 era de 1.878 veículos por hora. Já no sentido contrário, havia 608 veículos seguindo por hora em direção a Curitiba. Na descida da serra, o número de veículos é considerado intenso para o período, já para quem sobe o movimento é tido como normal. Na BR-376, que leva os curitibanos até o litoral norte de Santa Catarina, a Autopista Litoral Sul informa que não há lentidão em nenhum ponto da estrada. O único problema é encontrado logo após a divisa com Santa Catarina. Nos primeiros seis quilômetros da BR-101, os motoristas se deparam com tráfego lento na região de Garuva. http://g1.globo.com/pr/parana/transito/noticia/2013/12/estradas-que-ligam-curitiba-praias-do-pr-e-de-sc-tem-transito-intenso.html

quinta-feira, dezembro 26, 2013

Operações surpresa e módulo móvel aproximam Guarda Municipal da população

Ao longo deste ano, a Guarda Municipal deflagrou 729 operações surpresa em praças de Curitiba. Foram 27 operações, cada uma delas realizada simultaneamente em 27 praças, em todas as regionais da cidade. Elas fazem parte do projeto de reforçar cada vez mais o papel comunitário da Guarda, aproximando a corporação da comunidade e devolvendo equipamentos e espaços públicos à população. “São os cidadãos que devem ocupar e utilizar esses locais com segurança. Estas e outras operações coordenadas reforçam o conceito de Guarda cidadã”, afirma o diretor da Guarda Municipal, inspetor Cláudio Frederico de Carvalho. Cada operação atingiu três praças de cada uma das nove regionais de Curitiba. Elas foram realizadas sempre em caráter de surpresa, sem data ou local previamente divulgado. Algumas outras ações lançadas neste ano pela Guarda Municipal de Curitiba confirmam a tendência de aproximação da corporação com a comunidade. O Módulo Móvel Itinerante (MMI) instalou-se em 23 locais da cidade, promovendo um diálogo direto entre a Guarda Municipal e a população. “Como o resultado foi positivo na operação realizada na Praça Nossa Senhora Filomena, no bairro vizinho Hugo Lange, pleiteamos a realização da mesma no Cabral”, explicou o presidente do Conselho Comunitário de Segurança (Conseg) Juvevê, César Pereira. “Tivemos um retorno dos moradores dizendo que a sensação de segurança aumentou na região.” A representante do Conselho de Segurança (Conseg) do Hugo Lange, Beatriz Cruz, também elogiou a ação. “Assim como existem os médicos de família, a Guarda Municipal tem se tornado cada vez mais o agente de segurança de família, pois estão muito próximos da população”, disse. Ela falou sobre a importância da sensação de segurança que uma operação como a MMI traz para determinada região, o que é mantido após o deslocamento do módulo com rondas intensificadas, 24 horas por dia. “As cidades crescem e se tornam impessoais, precisamos resgatar as relações humanas”, afirmou Beatriz. “Hoje percebemos que a Guarda Municipal está integrada com outras forças de segurança e também com a comunidade, o que aproxima muito a corporação da população”. Qualificação Desde o início de 2013, aproximadamente 1,5 mil guardas municipais passaram pelo estágio de qualificação profissional Bom Retorno, num projeto inédito de reciclagem. “Cada vez mais, a instituição se aproximará da população, com foco sempre na prevenção e na integração. Para isso, a corporação está sendo fortalecida e qualificada”, informou Carvalho. Entre os assuntos abordados nos cursos periódicos de atualização estão noções sobre direitos humanos, estatuto do desarmamento e legislação; condução de viaturas, técnicas de abordagem, algemamento e patrulhamento; rádio comunicação; procedimentos operacionais e uso escalonado da força, entre outros. Videomonitoramento No mês de novembro, 31 guardas municipais concluíram o curso de capacitação em segurança eletrônica, oferecido por oficiais do Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego (Cindacta) e se tornaram aptos a fazer a instalação do sistema de vídeomonitoramento, além da manutenção e do conserto. Durante a parte prática do curso, os guardas consertaram e devolveram à cidade 39 câmeras que estavam sem condições de uso desde o ano passado. Outros 17 equipamentos danificados tiveram seus problemas identificados para, em breve, entrarem em funcionamento. No total, a cidade tem 175 câmeras de segurança. “Com a qualificação do nosso pessoal, o Município terá uma economia média de R$ 30 mil mensais e mais R$ 1,6 milhão com o restabelecimento do sistema de videomonitoramento”, informou Carvalho. Os supervisores que participaram do curso tornaram-se responsáveis por multiplicar o conhecimento adquirido, ensinando as técnicas aos demais guardas municipais. http://www.curitiba.pr.gov.br/noticias/operacoes-surpresa-e-modulo-movel-aproximam-guarda-municipal-da-populacao/31669

quarta-feira, dezembro 25, 2013

Requião diz que vence adversários “apenas” com Twitter e um Jeep 51

Senador Roberto Requião, pelo Twitter, afirmou que entrará na disputa pelo governo do Paraná para vencer; “Vou ganhar a eleição somente com Twitter e um Jeep 1951″, disse o senador a este blogueiro, referindo-se ao veículo que possui e às constantes tuitadas ácidas que dispara; peemedebista desconfia de “acordo branco” entre petistas e tucanos para tirá-lo da jogada em 2014; será? O senador Roberto Requião mostra-se cada vez mais convicto de sua candidatura ao governo do Paraná. Alheio à movimentação do desafeto no PMDB, ex-governador Orlando Pessuti, que também está de olho na vaga, o parlamentar disse que ganha a eleição contra o governador Beto Richa (PSDB) e a ministra Gleisi Hoffmann tuitando e andando de Jeep ano 1951. O senador disse a este blogueiro que vence os adversários “apenas” com o Twitter e um Jeep 1951, ao relatar a supremacia financeira de seus potenciais adversários nas eleições do ano que vem. “Gleisi prefere ser segunda com o Richa do que terceira com minha participação. De minha parte entro para vencer”, demarcou Requião, pelo Twitter, ao insinuar que tucanos e petistas fizeram um “acordo branco” para tirá-lo das eleições em 2014. O blog registrou no domingo (22) que Gleisi e seu marido, ministro Paulo Bernardo, preferem ficar em segundo lugar atrás de Beto Richa a terminar as eleições em terceiro, na rabeira de Requião (clique aqui para relembrar). http://www.esmaelmorais.com.br/2013/12/requiao-diz-que-vence-adversarios-apenas-com-twitter-e-um-jeep-51/?utm_source=twitterfeed&utm_medium=facebook

Férias Fui

Movimento deve ser alto nos dois sentidos da BR-277 a partir desta quarta

A previsão da Concessionária Ecovia, que administra o trecho que liga Curitiba ao litoral do Estado, é para movimento alto na BR-277, na quarta-feira de Natal (25), especialmente em direção às praias. O fluxo no sentido litoral já deve ser alto logo no início da manhã, a partir das 8h, e seguir acima de mil veículos por hora, até às 20h. O horário de pico deverá acontecer entre 15h e 16h, com 1,7 mil carros por hora. A estimativa da Concessionária é de que mais de 30 mil veículos trafeguem pelos dois sentidos da BR-277, PR-508 (Matinhos) e PR-407 (Praia de Leste). Já para quinta-feira (26) o movimento deve continuar alto na BR-277, em ambos os sentidos. O tráfego, de acordo com a previsão da Ecovia, deve ser o dobro do normal durante todo o dia, com picos de 1,7 mil veículos entre 16h e 17h. A concessionária prevê a passagem, na quinta-feira, de 30 mil veículos nos dois sentidos da BR-277. camera Nos dias de maior movimentação nas estradas, os usuários que circularem pelas rodovias administradas pela Ecovia vão contar com recursos operacionais extras. Serão disponibilizados veículos de operação, sendo guinchos leves, pesados e colaboradores a mais na praça de pedágio. Quem descer a Serra do Mar durante a temporada vai encontrar a BR-277 livre de obras. A concessionária suspendeu os trabalhos, exceto em casos emergenciais. Além disso, a Ecovia tem câmeras de monitoramento estrategicamente posicionadas em grande parte da extensão da BR-277 e dos principais acessos ao litoral. A movimentação na estrada pode ser acompanhada em tempo real por meio das câmeras disponibilizadas no site www.ecovia.com.br ou pelo perfil da concessionária no Twitter (@ecovia). Para solicitar serviços de guincho, atendimento a panes ou mesmo informar eventuais acidentes na estrada, o usuário pode ligar 0800 410 277 – o serviço é gratuito e funciona 24 horas. Quem estiver a caminho do litoral pode, ainda, utilizar os serviços de atendimento ao usuário (SAU) nos km 35 e 11 (sentido Paranaguá) e km 61,2 (sentido Curitiba) onde há banheiro, fraldário, café, água e telefone público. http://www.bandab.com.br/jornalismo/movimento-alto-sentidos-br-277-partir-desta-quarta/

terça-feira, dezembro 24, 2013

Ilha do Mel recebe carrinhos de limpeza, títulos e plano de manejo

O governador Beto Richa esteve nesta sexta-feira (20) na Ilha do Mel, patrimônio histórico e um dos principais pontos turísticos do Paraná, onde entregou carrinhos elétricos para a coleta de lixo, títulos de concessão de uso para imóveis públicos e planos de manejo de unidades de conservação, além de obras de reparos no trapiche da Praia de Brasília e na praça de alimentação da Praia Grande. “As ações contribuem para o desenvolvimento ordenado da ilha e a melhoria na qualidade de vida de moradores e turistas”, afirmou o governador. A entrega de melhorias na Ilha integrou a agenda de Richa no Litoral. Ele esteve em Paranaguá, onde entregou as chaves da casa própria para 131 famílias e, em Pontal do Paraná abriu oficialmente a Operação Verão. As melhorias na Ilha do Mel foram feitas pelo Instituto Ambiental do Paraná (IAP) e representam investimentos de R$ 600 mil. Somados outras melhorias feitas nos últimos anos, o investimento total nos últimos anos chega a R$ 1 milhão. "Fiz questão de vir aqui para entregar estes investimentos. Conhecendo o lugar, podemos investir melhor, isto mostra o nosso respeito pelo povo do Litoral", concluiu. A Ilha atraiu 62 mil visitantes na última temporada de verão. Richa afirmou que por ser um dos pontos turísticos mais reconhecidos do Brasil, o poder público deve estar presente para ordenar o convívio e o crescimento sustentável do lugar. "Temos recebido, a cada ano, um número maior de turistas. Precisamos de mais infraestrutura para bem atendê-los e também para os moradores, que vivem e precisam de uma vida melhor e mais segura", afirmou Richa. O prefeito de Paranaguá, Edson Kersten, afirmou que os investimentos são muito significativos e contemplarão toda a ilha, que é referencial nacional e internacional. “Na nossa gestão uma das prioridades é valorizar o turismo. Iremos implantar um terminal marítimo para facilitar o acesso aos pontos turístico de Paranaguá, principalmente na Ilha do Mel”, disse ele. Paranaguá é uma das 65 cidades consideradas como indutores do turismo e, segundo o prefeito, a Ilha do Mel é fator decisivo para o município manter essa posição. “Os investimentos irão melhorar e preservar a ilha”, afirmou Kersten. CARRINHOS - Foram entregues dois carrinhos elétricos, adquiridos pelo IAP. Eles ficarão à disposição para a limpeza da ilha durante todo o ano. Durante a Operação Verão, se somarão aos outros dois carrinhos que o governo disponibiliza temporariamente. Cada equipamento tem capacidade para transportar até 500 quilos de resíduos. "Aumenta em mil por cento a agilidade do serviço. Com esses carrinhos, diminuiremos o tempo utilizado para fazer a coleta de lixo e poderemos fazer até duas coletas por dia, deixando a ilha sempre limpa", disse Felipe Chemure Neto, coordenador da Operação Verão na Ilha do Mel. Ele também ressaltou que o novos equipamentos darão mais dignidade aos trabalhos dos 18 funcionários que fazem a limpeza da ilha. Moradora da Ilha há mais de 20 anos, Eliza Antonieta Pedrossi, conhecida como Dona Branca, disse que o projeto para aquisição dos carrinhos existe há 9 anos. "O governador já nos atendeu com carrinhos para a Operação Verão, e agora com equipamentos para o ano todo. Isto é muito bom. É uma emoção ver nosso projeto atendido", disse ela. PLANO DE MANEJO - O governador assinou a portaria número 318 do Instituto Ambiental do Paraná (IAP), que determina a criação dos planos de manejo da Estação Ecológica e do Parque Estadual. As unidades de conservação foram criadas em 1982 e 2002, respectivamente, e não tinham planos de manejo, que regularizam o que pode ser feito em cada região, delimita áreas de moradores e de lazer, trilhas, entre outras ações. “Os planos são muito importantes, porque delimitam o que pode ser feito ou não nestas áreas de conservação. Isto contribui para termos um crescimento sustentável aqui e preservarmos a ilha", ressaltou o diretor de biodiversidade e áreas protegidas do IAP, Guilherme de Camargo Vasconcellos. Para elaborá-los, o IAP ouviu as comunidades da Ilha do Mel. "Vai ajudar muito nesta questão da segurança dos próprios moradores, famílias que sempre viveram aqui e esperavam por isso, pois agora têm segurança para fazer alguma obra ou reforma em suas casas", avaliou o presidente da Associação de Moradores da Praia de Encantadas, Aguinaldo da Silva dos Santos. REGULARIZAÇÕES – O governador Beto Richa também entregou títulos de concessão de uso para imóveis públicos na Ilha do Mel. Realizada com recursos próprios do Estado, a ação é uma antiga reivindicação dos moradores locais. São os primeiros títulos entregues na Ilha. Com os documentos em mãos, é possível realizar reformas e ampliações em imóveis do governo, prefeitura, posto de saúde, escola entre outros espaços, com segurança jurídica. "As concessões darão segurança jurídica, aumentando o nível de preservação desses imóveis e evitando ocupações irregulares", explicou Amílcar Cabral, presidente do ITCG. Segundo ele, outro problema evitado com as titulações é a especulação imobiliária, pois há muita transação irregular de imóvel. Agora não haverá nenhuma transação sem o consentimento do governo". O trabalho para regularizar os imóveis da Ilha do Mel é realizado em conjunto entre a Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hídricos, o Instituto Ambiental do Paraná (IAP) e o Instituto de Terras, Cartografia e Geociências (ITCG), que coordena a ação e possui a medição e georreferenciamento dos perímetros com planta e memorial descritivo de todos os imóveis locais. A meta é regularizar, até o final de 2014, mais de 700 imóveis, entre públicos e particulares, que já estão cadastrados e sendo analisados pelo ITCG. Esta primeira etapa de trabalho se concretiza com a entrega dos documentos de concessão de uso à imóveis públicos e a próxima abrangerá imóveis particulares que se encontram em condições previstas em lei para a sustentabilidade da ilha. Acompanharam a visita do governador os secretários estaduais Cid Vasques (Segurança Pública) e Evandro Rogério Roman (Esporte), e o deputado estadual Raska Rodrigues. http://www.aen.pr.gov.br/modules/noticias/article.php?storyid=78534&tit=Ilha-do-Mel-recebe-carrinhos-de-limpeza-titulos-e-plano-de-manejo

Corpo de adolescente desaparecido é encontrado em Pontal do Paraná

O corpo de um adolescente de 15 anos, desaparecido desde a tarde do último domingo (22), foi encontrado na madrugada desta terça-feira (24) em Pontal do Paraná, no Litoral. Leandro Moro brincava com um amigo quando foi puxado junto com sua pranchinha pelo mar, em uma área sem posto do Corpo de Bombeiros. O amigo que estava com Leandro conseguiu ser resgatado. A morte do garoto é a segunda no Verão 2014. A primeira, que pode ser conferida na notícia relacionada abaixo, foi a de João Francisco Santana, de 42 anos, que se afogou quando foi arrastado por uma corrente no balneário de Costa Azul, em Matinhos. http://www.bandab.com.br/super_titulo/corpo-adolescente-desaparecido-encontrado-pontal-parana/

segunda-feira, dezembro 23, 2013

Gustavo Fruet quebra o silêncio sobre 2014: “Eu vou apoiar Gleisi”

“Eu vou apoiar Gleisi”; a declaração do prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet (PDT), carimba o apoio da legenda pedetista na capital à candidatura da ministra Gleisi Hoffmann (PT), ao governo do Paraná em 2014; quebra de silêncio frustra o Palácio Iguaçu, que sonhava com apoio do prefeito à reeleição de Beto Richa (PSDB); Fruet falou, ainda, sobre a possibilidade de diminuição no preço das passagens de ônibus e foi taxativo: “Não. Agora não, nós já reduzimos este ano e foi a primeira vez na história que houve redução na tarifa técnica”. “Eu vou apoiar Gleisi”; a declaração do prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet (PDT), carimba o apoio da legenda pedetista na capital à candidatura da ministra Gleisi Hoffmann (PT), ao governo do Paraná em 2014; quebra de silêncio frustra o Palácio Iguaçu, que sonhava com apoio do prefeito à reeleição de Beto Richa (PSDB); Fruet falou, ainda, sobre a possibilidade de diminuição no preço das passagens de ônibus e foi taxativo: “Não. Agora não, nós já reduzimos este ano e foi a primeira vez na história que houve redução na tarifa técnica”. “Eu vou apoiar Gleisi”. A declaração do prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet (PDT), carimba o apoio da legenda pedetista na capital à candidatura da ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann (PT), ao governo do Paraná em 2014. Segundo o gestor, em nível nacional, o partido deve optar se aliança com o Partido dos Trabalhadores e apoiar a presidente Dilma Rousseff (PT), que tentará a reeleição. Fruet disse, ainda, que, para o Senado, o PDT apoiará o ex-senador Osmar Dias. Em relação às questões administrativas, um dos principais pontos abordados na entrevista concedida ao jornal Valor Econômico foi a possibilidade de redução das tarifas de ônibus em 12%. Questionado sobre se esta diminuição no preço das passagens seria viável, o prefeito foi taxativo: “Não. Agora não, nós já reduzimos este ano e foi a primeira vez na história que houve redução na tarifa técnica. Isso é possível desde que haja alternativa de financiamento”. Leia a íntegra da entrevista concedida ao Valor Econômico: ‘A tarifa de ônibus é nossa bomba relógio’ Quando assumiu a Prefeitura de Curitiba, no início de 2013, Gustavo Fruet (PDT) pediu à população um tempo para colocar o caixa em dia. Mostrava goteiras nas escolas e janelas quebradas em postos de saúdes para segurar os clamores por aumentos de salários e novos investimentos e contava com a recém-conquistada popularidade das urnas para esticar o prazo – e o pagamento das dívidas – ao máximo. Fruet e o restante dos políticos do país, porém, não contavam com as manifestações de junho que o obrigaram a reduzir tarifas de transportes e trazer a questão da mobilidade para o centro da discussão na capital paranaense. “Foi um sinal muito claro de critica às prestações de serviço e ficou muito focado no preço da tarifa”, disse Fruet ao Valor. Em resposta, o prefeito abriu o que chama de “caixa preta do transporte público”: colocou contas e documentos na internet, pediu auditorias e diminuiu o preço da passagem. O movimento culminou em uma CPI que concluiu pela necessidade de uma redução ainda maior, o que, para o prefeito, é inviável sem novas fontes de financiamento. Fruet assumiu a Prefeitura de Curitiba com o maior déficit da história, que alcançou 10% das receitas correntes em 2012. O primeiro passo foi equacionar uma dívida de R$ 571 milhões da administração anterior, dos quais R$ 403 milhões não tinham nem empenho nem dotação orçamentária. Em julho, assinou decreto que parcelou o pagamento da dívida em três anos, corrigida pela inflação, comprometendo quase a metade da capacidade de pagamento da prefeitura e prejudicando novos investimentos. Com isso, a previsão é fechar o ano com o déficit em 5% das receitas correntes, número alcançado também com a ajuda do crescimento na arrecadação, que foi de 8,6% até novembro. O aumento foi atribuído pelo prefeito principalmente pela melhoria na fiscalização do pagamento de impostos municipais e pelo crescimento na arrecadação de 17% no ICMS. Se num primeiro momento a população pareceu compreensiva, desde meados do ano as reclamações nas ruas cresceram e o prefeito enfrentou a primeira greve no fim do ano – das educadoras de creches, que querem salários e condições equiparadas a professores de educação infantil. Além disso, são muitas as reclamações na área da saúde, que teve pronto-socorros que suspenderam atendimentos e falta de medicamentos. “Até por sua experiência como parlamentar, Fruet tem mais habilidade política e vem negociando reajustes e contratações com as categorias. Como é um primeiro ano, ele ainda tem um crédito, mas isso tem um limite que não se estenderá para 2014″, analisa o professor de Ciências Políticas da Universidade Federal do Paraná (UFPR), Ricardo Costa de Oliveira. Oliveira ressalta que o governo Fruet foi facilitado pela falta de oposição na Câmara dos Vereadores, formada praticamente por aliados do prefeito. “Temos muitos problemas também em relação à Copa, o principal deles a falta de transparência”, afirma a líder do PMDB, Noêmia Rocha, uma das poucas vozes da oposição na Casa. “Não vamos estar preparados para receber a Copa, o que é muito ruim. A Curitiba cidade-modelo hoje só existe na teoria, na prática não é isso o que vemos mais”. A pressa em sanear as contas se dá também para garantir os repasses do governo federal, nos quais Fruet, aliado de Dilma Rousseff, pretende compensar a baixa capacidade de investimento municipal. Em 2013, o grande destaque da administração do pedetista foi o anúncio de R$ 4,56 bilhões para a sonhada obra do metrô curitibano, discutida na cidade há mais de 40 anos, sendo R$ 1,8 bilhão diretamente do Orçamento federal. Dilma, com Gleisi Hoffmann (Casa Civil) a tiracolo, visitou a cidade em novembro para anunciar a liberação dos recursos, para a fúria do governador Beto Richa (PSDB), que, mesmo depois de liminar do Supremo Tribunal Federal (STF), não consegue que a Secretaria do Tesouro Nacional (STN) libere o Estado do Paraná a tomar empréstimos junto a organismos internacionais. A STN alega que o Paraná ultrapassou limites da Lei de Responsabilidade Fiscal, mas Richa nos bastidores afirma que há má vontade política, já que ele concorrerá com Gleisi ao governo do Estado no próximo ano. “Vou medir minhas palavras, porque senão a gente entra num debate de quem é perseguido e quem é privilegiado e não é nessa linha. A gente procurou fazer a lição de casa, até porque a STN e o governo federal veem as contas da prefeitura”, desconversa Fruet. =x=x=x= Gustavo Fruet, 50, foi eleito prefeito de Curitiba no segundo turno em 2012, deixando para trás o deputado federal Ratinho Júnior (PSC) e o então prefeito Luciano Ducci (PSB). Doutor em direito pela UFPR, é curitibano e filho do ex-prefeito da cidade Maurício Fruet. Foi vereador e deputado federal pelo PSDB. Depois de perder a eleição ao Senado em 2010, desligou-se do partido, que preferiu apoiar Ducci à Prefeitura de Curitiba, e filiou-se ao PDT para concorrer ao cargo. A seguir, os principais trechos da entrevista ao Valor: Valor: Como o senhor avalia o primeiro ano de sua gestão? Gustavo Fruet: Assumi com um déficit de 10% das receitas correntes, que foi o maior déficit da história da cidade. Quando assumimos, levamos um tempo para ter todas as informações, na transição não ficou muito claro. Isso acabou gerando uma restrição muito grande este ano. Tivemos que fazer primeiro uma contenção de despesa. Paga-se um preço por isso. Nunca disse tanto não e nunca briguei tanto internamente. Segundo, renegociamos a dívida, só aí a gente já comprometeu metade de nossa capacidade de pagamento, para mostrar o que significa em termos de investimento para a cidade. Vamos terminar o ano ainda com déficit. Valor: Quais as áreas mais problemáticas? Fruet: Na saúde, o déficit girava em torno de R$ 120 milhões e é uma área de média e alta complexidade que não dá para parar. Estamos somando até o fim do ano mais R$ 300 milhões no orçamento, parte do governo federal. Outro ponto que é uma bomba relógio: transporte. No final de 2010, foi feita a licitação do transporte público. Dois anos depois de o sistema ter sido licitado, assumo com as empresas alegando déficit, o sindicato dos trabalhadores alegando déficit, o sistema perdendo qualidade de financiamento e dependendo de subsídio do governo do Estado e com a declaração do governador de que o subsídio não será renovado. Em junho, surgem as manifestações. Foi um sinal muito claro de crítica às prestações de serviço e ficou muito focado no preço da tarifa. Tentamos abrir ao máximo o diálogo. Baixamos a tarifa para mostrar que há disposição nesse sentido. Deixamos claro o compromisso de transparência, mas que esse dinheiro tem que sair de algum lugar. A prefeitura deixará de investir em áreas importantes como saúde e educação. Essa é uma bomba relógio pra fevereiro do ano que vem, quando o contrato prevê novo aumento da tarifa. Valor: A Câmara dos Vereadores concluiu uma CPI que disse ser possível reduzir a tarifa de ônibus em 12%. Para a prefeitura isso é viável? Fruet: Não. Agora não, nós já reduzimos este ano e foi a primeira vez na história que houve redução na tarifa técnica. Isso é possível desde que haja alternativa de financiamento. Tira a gratuidade dos idosos. É justo? Quem paga? Tira a gratuidade dos policiais, dos carteiros. É justo? Quem paga? Isso tem que ser discutido. Valor: As obras para a Copa estão atrasadas em Curitiba e recentemente a cidade se envolveu em mais uma polêmica ao não enviar representantes no sorteio dos grupos. Fruet: Curitiba não está atrasada, Curitiba está em dia. Eu fui [no sorteio]. Guerra de versões não adianta, eu me atenho ao que é essencial. Curitiba estava lá, as duas representantes, que não tinham credencial, estavam lá, eu estive lá no dia da coletiva. O que é de responsabilidade da prefeitura em relação a estruturas para a Copa está em dia. O que tem é uma questão do estádio. Estabeleceu-se uma responsabilidade tripartite do governo do Estado, prefeitura e Atlético Paranaense num projeto orçado em R$ 130 milhões em 2009, depois subiu para R$ 180 milhões em 2012. Agora o Atlético alega que faltam mais R$ 80 milhões e que a responsabilidade é tripartite, mas a nossa procuradoria diz que não é isso vai dar uma discussão. Valor: Existe o risco de não ter jogos da Copa em Curitiba? Fruet: Não. Pode atrasar a entrega da obra, mas entrega no prazo para o jogo. A Fifa trabalha com prazos largos para evitar surpresas, mas nada que comprometa o jogo. Valor: O senhor anunciou o projeto do metrô com recursos federais, obras da Copa com recursos federais. Facilita ter um aliado em Brasilia? Fruet: Desde o início viemos trabalhando com projetos de mobilidade junto ao governo federal. Vou medir minhas palavras porque senão a gente entra num debate de quem é perseguido e quem é privilegiado e não é nessa linha. A gente procurou fazer a lição de casa, até porque a Secretaria do Tesouro Nacional e o governo federal vê as contas da prefeitura. Valor: Quais são as prioridades para 2014? Fruet: A primeira grande linha é a mobilidade, o projeto prioritário é o metrô. Para esse projeto serão R$ 4,6 bilhões e em janeiro ou fevereiro vamos lançar o edital. Teremos outro grande investimento na área ambiental, com um projeto de gestão de rios de R$ 700 milhões do governo federal e outro grande projeto na área habitacional perto de R$ 1 bilhão do Minha Casa Minha Vida já com a questão do lixo resolvida, alternativas energéticas e ciclovias. Valor: Em relação à eleição do ano que vem, já está fechado o apoio do PDT à candidatura da ministra Gleisi Hoffmann? E a vaga ao senado, o candidato será mesmo o Osmar Dias? Fruet: Eu vou apoiar a Gleisi, ponto. A tendência do PDT é apoiar a Gleisi. O nome natural para o Senado é o Osmar, depende da definição dele. Ele tem evitado participar de eventos políticos no Estado em função da importante função que ele ocupa (vice-presidente de Agronegócios do Banco do Brasil) Valor: E no cenário nacional? Fruet: A tendência natural do PDT é apoiar a Dilma, para mim não tem dúvida mais. http://www.esmaelmorais.com.br/2013/12/fruet-quebra-o-silencio-sobre-2014-eu-vou-apoiar-gleisi/#more-107145

Rodoviária de Curitiba registra alto movimento de passageiros

Mais de 800 ônibus sairão da rodoviária de Curitiba nesta segunda-feira (23) (Foto: Fernanda Fraga/ ÓTV) Interior do estado é o destino mais procurado com 42% das passagens. Apenas nesta segunda-feira (23), 830 ônibus sairão da cidade. O movimento na rodoviária de Curitiba será grande durante toda esta segunda-feira (23). Ao todo, sairão da capital paranaense 830 ônibus para os mais diversos destinos. Na terça-feira (24), véspera de Natal, serão mais 430 veículos. A estimativa da Urbanização de Curitiba (Urbs) é de que 128 mil pessoas utilizem o terminal. O Natal é a terceira época ano com maior movimento na rodoviária de Curitiba, perdendo apenas para os feriados de Ano Novo e Carnaval. A maior parte dos usuários vai para o interior do estado. Segundo a Urbs, essas cidades representam 42% das passagens vendidas. Em seguida, o local mais procurado é o estado de Santa Catarina com 20%. Logo depois aparecem litoral do Paraná, 18%, São Paulo, 12%, Rio Grande do Sul, 3%, e Rio de Janeiro, 3%. Os demais destinos se dividem em 2%. Além dos transtornos provocados pelas obras de reforma da rodoviária, o usuário também encontra dificuldades ao redor do terminal, já que o trânsito na região está complicado. A Urbs colocou faixa de orientação e agentes para auxiliar os usuários. De qualquer forma, a orientação é para que os passageiros cheguem com uma hora de antecedência. Ruas bloqueadas A Secretaria Municipal de Trânsito realiza até 5 de janeiro operações especiais para tentar organizar o tráfego na região. Os bloqueios nas ruas vão ocorrer na Avenida Dr. Dario Lopes dos Santos, entre as ruas Conselheiro Laurindo e Pedro de Araújo Franco. Esse espaço será destinado para a espera dos ônibus que vão embarcar passageiros na Rodoferroviária. Na Rua Conselheiro Laurindo, entre as avenidas Getúlio Vargas e Silva Jardim, a pista da direita também será fechada com cones. No espaço, apenas ônibus que vão à rodoviária e os ônibus do transporte coletivo serão liberados. Já a Avenida Getúlio Vargas será totalmente bloqueada, entre as ruas João Negrão e Conselheiro Laurindo. Os carros que chegarem à região serão obrigados a virar na Rua João Negrão. Todas essas mudanças no trânsito vão ocorrer entre as 17h e 2h da madrugada, nos dias 23, 27 e 30 de dezembro e das 5h da manhã à meia-noite, nos dias 25 e 28 de dezembro e no dia 1º e 5 de janeiro. http://g1.globo.com/pr/parana/noticia/2013/12/rodoviaria-de-curitiba-registra-alto-movimento-de-passageiros.html

domingo, dezembro 22, 2013

Acidente com ônibus deixa ao menos 14 mortos na Régis Bittencourt

Um acidente na rodovia Régis Bittencourt deixou 14 pessoas mortas na madrugada deste domingo já na chegada da pista a São Paulo, na altura da cidade de São Lourenço da Serra, km 301. Segundo dados da Autopista Régis Bittencourt, um ônibus de dois andares da viação Nossa Senhora da Penha saiu da rodovia e tombou com 51 passageiros adultos, duas crianças e o motorista em uma ribanceira, caindo de uma altura de aproximadamente 10 metros. Segundo a PRF, o acidente aconteceu por volta das 2h e o ônibus havia saído de Curitiba com destino ao Rio de Janeiro. De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde de São Paulo, 12 vítimas foram levadas para o Hospital Geral de Itapecerica. Uma delas, uma senhora de 58 anos, morreu no local. Uma mulher de 28 anos passou por um procedimento cirúrgico para a colocação de um fixador externo na perna, mas está com quadro instável, na UTI. Outras dez vítimas apresentam quadro estável, com ferimentos variados, como fraturas, traumas cranianos e hematomas. São duas mulheres, de 39 e de 14 anos, e oito homens, de 15 a 53 anos, além de um bebê de 1 ano, que se encontrava em observação. Seis vítimas foram levadas para o Hospital Geral de Pirajussara, em Taboão da Serra, sendo cinco mulheres e um homem. Uma das mulheres, a paciente JJLS, de acordo com a Secretaria de Saúde, está em estado muito grave. Ela teve duas paradas cardíacas, foi reanimada e está em cirurgia. Os outros cinco passageiros estão estáveis. A paciente CLS teve trauma abdominal fechado e teve o baço retirada em cirurgia. Duas mulheres e um homem tiveram fraturas diversas e aguardam avaliação. Uma mulher teve somente contusões. Alguns feridos também foram levados para o Pronto Socorro de Embu das Artes, mas ainda não há informações sobre o estado das vítimas. No total, segundo a concessionário Autopista, 22 ambulâncias foram usadas para carregar os passageiros. Duas faixas da rodovia ainda permanecem fechadas para o trabalho da perícia que é realizada no ônibus. Às 13h55, a Autopista informava que havia lentidão do km 302 ao 300 no sentido norte. O motorista do ônibus prestou depoimento na delegacia de Itapecerica da Serra e segundo informações preliminares ele não apresentou nenhuma possível explicação para o acidente. A empresa de ônibus divulgou há pouco uma nota oficial: "A Empresa de Ônibus Nossa Senhora da Penha S/A, profundamente comovida, cumpre com o dever de informar que ocorreu um acidente com o ônibus nº 6002, que partiu no dia 21/12/2013, às 20h15 de Curitiba, com destino à cidade do Rio de Janeiro. De acordo com as informações apuradas, o acidente ocorreu por volta das 2h do dia 22/12/2013, na BR 116, nas proximidades do município de Itapecerica da Serra/SP. Os feridos foram encaminhados ao Hospital Geral de Itapecerica da Serra/SP (11-4668-8988), Hospital Geral de Pirajussara/SP (11-3583-9400) e Pronto Socorro de Embu das Artes/SP (11-4785-0154). Passageiros sem ferimentos foram conduzidos aos seus respectivos destinos. Maiores informações serão prestadas no decorrer do dia, assim que disponíveis. Os familiares dos passageiros dispõem do seguinte telefone gratuito para obter informações adicionais: 0800-646-2122." http://estadao.br.msn.com/ultimas-noticias/acidente-com-onibus-deixa-ao-menos-14-mortos-na-regis-bittencourt

Goji

Goji berry faz parte da alimentação dos povos asiáticos que a consideram uma planta medicinal, em função da sua composição riquíssima em antioxidantes. Ao goji são atribuídas muitas propriedades pois é uma fruta rica em aminoácidos. A planta é originária das montanhas do Tibete. Algumas de suas características são: - Contém 19 aminoácidos, que ajudam a formar as proteínas, incluindo os oito que são essenciais para a vida. - Contém 21 minerais vestigiais, incluindo germânio – considerado em estudos como tendo atividade anti-cancerígena. - Contém o espectro completo de carotenoides antioxidantes, incluindo beta-caroteno (maior concentração que a cenoura) e zeaxantina (protetor dos olhos). O goji é a maior fonte de carotenoides conhecida. - Contém 2500 mg de vitamina C por 100 gramas da fruta. - Contém beta-sisterol, com função anti-inflamatória, que ajuda também equilibrar os níveis de colesterol e pode ser usado no tratamento de impotência sexual e equilíbrio da próstata. - Contém ácidos graxos essenciais, que são necessários para síntese de hormônios (hormonas) e regula o funcionamento do cérebro e sistema nervoso. - Contém cyperone, um fito-nutriente que traz benefícios ao coração e à pressão sanguínea. - Contém fisalina, usado nos transtornos da hepatite B. - Contém betaína, usado pelo fígado para produzir colina. A betaína promove grupos metil com reações energéticas no corpo, ajuda a reduzir o nível de homocisteína, um fator de risco em problemas cardíacos, protege a célula em nível de DNA. - Contém também uma fonte de elemento essencial à dilatação dos vasos sanguíneos e ao bom funcionamento do sistema circulatório em geral. Graças às suas propriedades antioxidantes, a fruta atua como agente na prevenção de doenças cardiovasculares e inflamatórias, distúrbios da visão, do sistema neurológico e imunológico, além de possuir propriedade anticancerígena e antienvelhecimento. http://blogdoeduambiental.blogspot.com.br/2013/12/goji.html

Policial leva um susto: carro oficial da Delegacia de Colombo foi levado pelos ladrões

De duas uma: ou os ladrões levaram o maior azar ou eles não temem mais a polícia. Estas são as hipóteses para o que ocorreu no início da noite desta sexta-feira (20), na Estrada da Ribeira, em Colombo, região metropolitana de Curitiba. Um policial civil da Delegacia do Alto Maracanã levou um susto ao descobrir que o carro oficial, mas descaracterizado, que tinha acabado de estacionar próximo à delegacia, tinha sido furtado. O veículo, um Gol branco com placas ALW 2840, não estava com nenhum adesivo da Polícia Civil e, portanto, uma das hipóteses é que os ladrões levaram o carro sem saber que era da Polícia. Mas como o Gol estava bem perto da delegacia, de qualquer forma, a ousadia ou “cara de pau” dos bandidos chamou a atenção. Um alerta de furto foi expedido, mas até o fim da noite o carro oficial não havia sido recuperado. Ninguém na delegacia quis falar sobre a ocorrência. http://www.bandab.com.br/jornalismo/policial-leva-susto-carro-oficial-delegacia-colombo-levado-ladroes/

sábado, dezembro 21, 2013

Projeto do metrô começa a ser discutido com a população em janeiro

O processo de consultas públicas para as obras do Metrô de Curitiba começa no próximo dia 9 de janeiro. A partir desse dia, a minuta do edital de licitação e seus anexos ficarão à disposição da população no site oficial da Prefeitura (http://www.curitiba.pr.gov.br), por um período de 30 dias. No dia 15 de janeiro o projeto e o edital serão discutidos com a comunidadeem uma audiência pública, que acontecerá no Salão de Atos do Parque Barigüi, das 15h às 18 horas. Segundo o secretário municipal de Planejamento e Gestão, Fábio Scatolin, a expectativa é de que o edital seja publicado em meados de fevereiro. “Com a realização da consulta pública, damos mais um passo em direção ao início das obras. Nossa intenção é que a assinatura do contrato ocorra até o fim do primeiro semestre”, disse o secretário. Ao mesmo tempo, informa Scatolin, a Prefeitura realiza gestões junto ao governo federal para liberar os recursos de R$ 4,5 bilhões, anunciados em outubro pela presidenta Dilma Rousseff. Nesta semana ocorreu mais uma reunião em Brasília, na qual o Município encaminhou aos ministérios do Planejamento e das Cidades o Estudo de Viabilidade Técnica e Econômico-Financeira (EVTE), uma exigência para que seja publicada a portaria de liberação do dinheiro. Processo A realização da audiência pública é mais um passo de um processo iniciado em janeiro deste ano, quando o prefeito Gustavo Fruet instituiu a Comissão de Análise do Projeto do Metrô, com o intuito de avaliar as condições técnicas do projeto e sua viabilidade. O relatório da comissão, que trabalhou por cerca de 40 dias, concluiu que o projeto precisaria de informações adicionais e alguns ajustes, principalmente em relação ao método construtivo, demanda e recursos financeiros necessários. Com este parecer, a Comissão de Gerência do Programa Municipal de Parcerias Público Privadas (CGPP) decidiu que seriam necessários estudos complementares para o projeto. Em maio foi lançado um Procedimento de Manifestação de Interesse (PMI), solicitando aos interessados do setor privado a elaboração de estudos complementares, com o objetivo de dar mais segurança na execução do projeto do metrô. Paralelamente ao lançamento da PMI, a Prefeitura abriu discussões com a sociedade civil e entidades de classe. Entre maio e novembro, o projeto do metrô foi apresentado em reuniões com jornalistas, engenheiros, advogados, arquitetos, economistas e entidades como Instituto de Engenharia do Paraná, Ministério Público, Tribunal de Contas No dia 26 de agosto, quatro grupos atenderam ao chamamento público da PMI. Após apreciação, foi classificado o estudo desenvolvido pelo Consórcio Triunfo Participações e Investimentos S. A. Na sequência, foi celebrado um termo de cooperação com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), que vem auxiliando no desenvolvimento do projeto do metrô. Na última quarta-feira (18), com a apresentação do EVTE às autoridades de Brasília, o CGPP iniciou o processo de aprovação da minuta do Edital e anexos com o intuito de lançar a consulta pública do em 9 de janeiro. http://www.curitiba.pr.gov.br/noticias/projeto-do-metro-comeca-a-ser-discutido-com-a-populacao-em-janeiro/31675

Mega-Sena de Natal pode pagar R$ 53 milhões hoje

A prêmio da Mega-Sena pode chegar a R$ 53 milhões no sorteio de Natal, que vai acontecer às 20h deste sábado, 21, no horário de Brasília. Este será o último sorteio dos três que a Caixa Econômica Federal realizou nesta semana. Como não houve ganhadores nos anteriores, o valor acumulado foi de R$ 44,6 milhões, e a estimativa é de que o prêmio pago hoje seja de R$ 53 milhões. A aposta mínima é de R$ 2 e os jogos podem ser feitos até as 19h. Mega da Virada Já o concurso especial de fim de ano da Mega da Virada, de número 1.560, será realizado no último dia do ano, e pode pagar R$ 200 milhões ao ganhador. Na Mega-Sena da virada, o prêmio não fica acumulado. Se não houver ganhador com apostas premiadas de seis números, o prêmio passa para os acertadores da quina ou, se não houver vencedor, para a quadra. http://www.gazetadopovo.com.br/vidaecidadania/conteudo.phtml?tl=1&id=1435052&tit=Mega-Sena-de-Natal-pode-pagar-R-53-milhoes-hoje-

sexta-feira, dezembro 20, 2013

Movimento nas estradas do Paraná deve ser intenso nesta sexta-feira

Movimento nos dois sentidos da BR-277, em Curitiba, por volta das 8h desta sexta-feira (Foto: Reprodução / Ecovia) Movimento de saída do feriado deve se intensificar a partir das 12h. Confira a situação das principais estradas no início da manhã. O movimento nas principais estradas do Paraná deve ficar intenso a partir desta sexta-feira (20) por causa do feriado de Natal, celebrado na quarta-feira (25). A estimativa da Polícia Rodoviária Federal (PRF) é de que os motoristas peguem a estrada a partir das 12h. No entanto, na BR-277, no sentido interior do Paraná, já havia lentidão por volta das 7h15, quando cerca de mil veículos trafegavam pelo trecho. O movimento é considerado alto se comparado com períodos normais. A orientação da PRF é de que os condutores tenham cautela e que respeitam as leis de trânsito. Já no sentido da BR-277 que liga ao litoral do estado o movimento era tranquilo no início da manhã. Às 7h30, o fluxo era de aproximadamente 530 veículos a cada hora. O horário de pico, segundo os policiais, deve ocorrer a partir do final da tarde. Os condutores que pretendem passar o feriado nas praias do litoral catarinense também enfrentam normalidade na BR-376 por volta das 7h30. Neste horário, a PRF contabilizou aproximadamente 700 veículos passando por hora. As obras na ponte em Garuva, que causaram vários pontos de congestionamento nos últimos feriados, já foram concluídas. Chove no trecho desde o início da madrugada. A Rodovia Régis Bittencourt, principal corredor de ligação entre São Paulo e o Paraná, registra 24 km de congestionamento na pista sentido Curitiba na madrugada desta sexta, segundo a concessionária Autopista. A lentidão ocorre entre os km 345 e 321, na Serra do Cafezal. Na pista em direção à capital paulista, a fila de veículos era de 7 km no mesmo horário entre os km 356 e 349. Novas tarifas de pedágio Desde o início do mês de dezembro, as tarifas de pedágios dasrodovias que cruzam o estado foram reajustadas. Os valores foram corrigidos em 5,72%. De acordo com o governo estadual, o percentual foi proposto pelas seis concessionárias de pedágio junto ao Departamento de Estradas de Rodagem (DER) e homologado pela Agência Reguladora do Paraná (Agepar). Para ir à Paranaguá, por exemplo, o motorista que utilizar a BR-277, administrada pela Ecovia, paga a taxa de R$ 15,40. Este valor é válido para carros de passeio. http://g1.globo.com/pr/parana/noticia/2013/12/movimento-nas-estradas-do-parana-deve-ser-intenso-nesta-sexta-feira.html

A Mulher

Quando Deus fez a mulher, já estava nas horas extras de seu sexto dia de trabalho. Um anjo apareceu e perguntou: - Senhor, por que gastas tanto tempo com esta criatura? E o Senhor respondeu: - Você viu a 'Folha de Especificações' para ela? - Ela deve ser completamente flexível, porém não será de plástico, deve ter mais de 200 partes móveis, todas arredondadas e macias e deve ser capaz de funcionar com uma dieta rígida, ter um colo que possa acomodar quatro crianças ao mesmo tempo, ter um beijo que possa curar desde um joelho raspado até um coração ferido' O anjo se maravilhou com os requisitos e indagou curioso: - E este é somente o modelo Standard? E ponderou: - Senhor, é muito trabalho para um só dia, espere até amanhã para terminá-la. E o senhor retrucou: Não. Estou muito perto de terminar e esta criação é a favorita de Meu próprio coração. Ela se cura sozinha, quando está doente; e pode trabalhar 18 horas por dia. O anjo se aproximou mais e tocou a mulher. - Porém a fizeste tão suave Senhor! E Deus disse: - É suave, porém, a fiz também forte. Não tens idéia do que pode aguentar ou conseguir. - Será capaz de pensar? - perguntou o anjo. Deus respondeu: - Não somente será capaz de pensar, mas também de raciocinar e negociar, mesmo que pareça ser desligada ela prestará atenção em tudo o que for importante. Então, notando algo, o anjo estendeu a mão e tocou a pálpebra da mulher... - Senhor parece que este modelo tem um vazamento... Eu Te disse que estavas colocando muitas coisas nela. - Isso não é nenhum vazamento... . É uma lágrima - corrigiu o Senhor. - Para que serve a lágrima?' - perguntou o anjo. E Deus disse: - As lágrimas são sua maneira de expressar seu amor, sua alegria, sua sorte, suas penas, seu desengano, sua solidão, seu sofrimento e seu orgulho. Isto impressionou muito ao anjo. - És um gênio, Senhor. Pensaste em tudo. A mulher é verdadeiramente maravilhosa. - Sim, ela é! - A mulher tem forças que maravilham os homens. - Agüentam dificuldades, carregam grandes cargas físicas e emocionais, porém, têm amor e sorte. - Sorriem, quando querem gritar. - Cantam, quando querem chorar. - Choram, quando estão felizes e riem, quando estão nervosas. - Lutam pelo que acreditam. - Enfrentam a injustiça. - Não aceitam 'não' como resposta, quando elas acreditam que haja uma solução melhor. - Privam-se, para que sua família possa ter algo. - Vão ao médico com uma amiga que tem medo de ir sozinha. - Amam incondicionalmente. - Choram quando seus filhos não triunfam e se alegram quando suas amizades conseguem prêmios. - São felizes, quando ouvem falar de um nascimento ou casamento. - Seu coração se despedaça, quando morre uma amiga.. - Sofrem com a perda de um ser querido, mas são ainda mais fortes quando pensam que já não há mais forças. -Sabem que um beijo e um abraço podem ajudar a curar um coração ferido. Porém, há um defeito que não consegui corrigir:.. -É que às vezes elas se esquecem o quanto valem! Foto e Texto Adicionado do Facebook

quinta-feira, dezembro 19, 2013

Trânsito, Radares irão controlar circulação de caminhões na Linha Verde a partir de segunda

A Secretaria Municipal de Trânsito (Setran) inicia segunda-feira (23) a fiscalização, através de radares, da circulação de caminhões na Linha Verde (BR-476). Após um período de testes, foram ativadas funções já existentes nos equipamentos, que passarão a verificar através do perfil magnético associado ao cadastro de veículos se os caminhões estão trafegando no horário permitido e na faixa determinada pela regulamentação. Segundo a portaria n.º 440/2013 da Polícia Rodoviária Federal (PRF), em dias úteis, veículos com capacidade de carga acima de sete toneladas ou com comprimento maior que sete metros não podem circular pela Linha Verde das 7h às 10 horas e das 17h às 20 horas, no trecho compreendido entre o Km 120,7 e o Km 142,8. No sentido Sul-Norte, o trecho de restrição vai da Rua Nicola Pelanda, no bairro Pinheirinho, até a Estrada da Graciosa; no sentido Norte-Sul, da Estrada da Ribeira até a Rua João Chede, também no Pinheirinho. Nesses horários, esse tipo de veículo deve utilizar os contornos norte, sul e leste da cidade. Nos finais de semana, não há restrição de horário de circulação. Em qualquer horário, os caminhões, assim como ônibus e veículos de grande porte, devem trafegar apenas pela faixa da direita da Linha Verde, conforme sinalização ao longo da via. Nos trechos de três faixas, é permitido o tráfego pela faixa central para ultrapassagens. Os condutores de caminhões, ônibus e veículos de grande porte poderão ser autuados por infringir o artigo 185 (deixar de conservar o veículo na faixa a ele destinada pela sinalização de regulamentação). Já os condutores de caminhões também poderão ser autuados por infringir o artigo 187 (transitar em local/horário não permitido pela regulamentação – veículo de carga) do Código de Trânsito Brasileiro (CTB). As infrações são da categoria média e a multa prevista em ambos os casos é de R$ 85,13. A fiscalização por equipamento ou sistema automático não metrológico é autorizada pela Resolução 165/2004 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran). Já as infrações que podem ser fiscalizadas com esse sistema estão dispostas na Portaria n.º 16, de 21 de setembro de 2004, e na Portaria n.º 27, de 30 de junho de 2005, ambas do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran). Não haverá custo para a Prefeitura com a utilização das novas funções dos radares. Atualmente, existem 12 pontos de radares na Linha Verde, seis no sentido São Paulo e seis no sentido Porto Alegre. A Setran irá manter os agentes de trânsito que já realizam a fiscalização dos caminhões em ambos os sentidos da Linha Verde nos horários de restrição. A secretaria reforçou a sinalização da via para orientar todos os motoristas de que há fiscalização eletrônica do horário de restrição e da utilização da faixa regulamentada. http://www.curitiba.pr.gov.br/noticias/radares-irao-controlar-circulacao-de-caminhoes-na-linha-verde-a-partir-de-segunda/31661

Censo inédito mostra que açaizeiro é a árvore mais comum da Amazônia

Por clipping Ambiente Brasil A Amazônia tem 390 bilhões de árvores e grande parte pertence a poucas espécies, sendo o açaizeiro a mais comum delas, revelou o primeiro censo arbóreo realizado na maior floresta tropical do mundo, que teve seus resultados publicados na edição desta sexta-feira na revista americana Science. Por dez anos, os cientistas encararam a empreitada ambiciosa de catalogar os tipos de árvores observadas com maior frequência na extensa bacia amazônica, que se espalha por Brasil, Peru, Colômbia, Guiana, Suriname e Guiana Francesa. Após compilar dados de 1.179 levantamentos florestais, os cientistas descobriram, pela primeira vez, que a espécie mais comum encontrada na Amazônia é o açaizeiro (‘Euterpe precatoria’). No total, eles descobriram que a Amazônia tem cerca de 390 bilhões de árvores de 16 mil espécies diferentes, mas a metade dessas árvores pertence a apenas 227 espécies. Em outras palavras, 1,4% do total das espécies representa a metade de toda a floresta. Os cientistas denominam essas árvores comuns de “hiperdominantes”. Entre elas estão a castanha-do-pará (‘Bertholletia excelsa‘), o cacaueiro (‘Theobroma cacao‘), a seringueira (‘Hevea brasiliensis‘) e o açaizeiro. Para alguns especialistas, essas árvores têm incidência tão alta na floresta porque foram ativamente cultivadas pelos povos indígenas que habitaram a região por milênios. Outros, segundo o coautor do estudo, Nigel Pitman, pesquisador visitante do Museu Field de Chicago, “acreditam que aquelas árvores eram dominantes muito antes, inclusive, da chegada dos humanos nas Américas”. O censo também revelou raridades da Amazônia, sugerindo que cerca de 6.000 espécies têm populações inferiores a 1.000 árvores individuais. Isso significa que elas seriam classificadas como espécies ameaçadas, segundo a Lista Vermelha da União Internacional para a Conservação da Natureza (IUCN, na sigla em inglês). Mas o pequeno número representa um desafio para os conservacionistas, explicou o coautor do estudo, Miles Silman, da Universidade Wake Forest. “Nossos modelos nos dizem que as espécies muito difíceis de encontrar respondem por grande parte da biodiversidade do planeta”, disse Silman. “Este é um problema real para a conservação porque as espécies em maior risco de extinção podem desaparecer antes mesmo de nós as encontrarmos”, concluiu. (Fonte: Terra)

O que é a Megafauna

O termo megafauna se refere a todos os animais de grandes proporções, mais especificamente, descreve os animais terrestres pouco maiores do que um ser humano que, em geral, não são domesticados. São incluídos neste grupo as espécies aquáticas gigantes, especialmente baleias; os maiores animais silvestres terrestres existentes, especialmente os elefantes, girafas, hipopótamos, rinocerontes e grandes bovinos; e também os dinossauros e outros répteis gigantes já extintos. Entretanto, quando se diz megafauna, a associação mais comum é o conjunto dos animais pré-históricos de grandes proporções que conviveram com a espécie humana, e desapareceram no final do período Pleistoceno, a Era do Gelo. Estes animais – muitas vezes maiores do que suas contrapartes modernas, como por exemplo, o mamute -, foram extintos há 10,000-40,000 anos atrás, principalmente no norte da Eurásia, nas Américas e a Austrália. A extinção da megafauna foi um evento de extinção em massa que ocorreu simultaneamente em diferentes lugares do globo. A ciência especula que o desaparecimento destes animais teria ocorrido por um conjunção de fatores climáticos (o aquecimento do planeta com o fim da Era do Gelo e o início do período Holoceno) e também por fatores antrópicos (a coexistência com a espécie humana, que pode ter dizimado essas diversas espécies através da competição por alimentos ou pela ação direta da caça). Os representantes da megafauna foram extintos em todos os lugares do mundo, exceto no continente africano. Na savana africana ainda são encontrados os grandes animais remanescentes da megafauna extinta, como o elefante africano, o maior animal terrestre do mundo; a girafa, o mais alto; e o maior dos felinos, o leão. A sobrevivência desta megafauna se explica pelas mesmas razões que extinguiram as demais: as mudanças climáticas entre o fim do Pleistoceno e inicio do Holoceno, na maior parte dos continentes transformou as savanas, um ambiente propício para grandes animais, em florestas densas devido ao aumento da umidade. Esse mesmo fenômeno agiu de forma contrária na África, transformando desertos em savanas. Outro ambiente menos afetado pelos fatores climáticos e antrópicos da Era do Gelo foram os ecossistemas marinhos. Algumas espécies atuais também podem ser consideradas remanescentes da megafauna, como a baleia azul e o tubarão-baleia. Infelizmente, hoje a maioria corre risco de extinção em razão dos avanços humanos que permitiram a pesca e a caça em largas escalas. No período do Pleistoceno, a América do Sul se parecia muito com a savana africana atual. E os dinossauros, desaparecidos com o fim do período Cretáceo, deram lugar a uma megafauna sul-americana: mastodontes, antepassados dos elefantes, preguiças gigantes de cinco toneladas e os gliptodontes, tatus do tamanho de um pequeno carro. No Brasil, sítios paleontológicos da região sudoeste do Estado do Piauí, como a Serra da Capivara, são uma das regiões de maior concentração de fósseis da megafauna Pleistocênica da América intertropical. Aqui, a extinção da megafauna se deu quase exclusivamente por fatores climáticos do aumento da umidade, uma vez que a glaciação da Era do Gelo não ocorreu. Os cerrados dominavam o cenário, mas foram reduzidos pela alteração do clima. Por isso hoje, numa região que seca onde a caatinga predomina, são achados tantos fósseis de animais da megafauna.

quarta-feira, dezembro 18, 2013

Casa da Mulher Brasileira será construída no bairro do Cabral

A futura Casa da Mulher Brasileira já tem endereço. Será na Avenida Paraná, próximo ao Terminal do Cabral, em terreno onde duas placas foram colocadas anunciando a obra, que terá início no primeiro semestre de 2014. A Casa funcionará como um centro integrado de serviços de atendimento à mulher em situação de violência. A área total do empreendimento é de 13 mil metros quadrados e, destes, 4 mil são de área construída para abrigar a Delegacia da Mulher, uma unidade do Juizado Especial de Violência Doméstica e Familiar, o atendimento de psicólogos e assistentes sociais da Prefeitura de Curitiba, além de serviços do Ministério Público e da Defensoria Pública, entre outros. Também contará com alojamento de passagem, brinquedoteca, central de transporte e serviços voltados a promover a autonomia econômica das mulheres em situação de violência, nas áreas de trabalho, renda e empreendedorismo feminino. A Casa da Mulher Brasileira é uma ação do governo federal em parceria com estados, municípios e o Poder Judiciário, que integra o programa nacional “Mulher, Viver Sem Violência”, lançado pela Presidenta Dilma Rousseff no dia 13 de março deste ano. Curitiba receberá uma das primeiras 27 unidades desse centro integrado de serviços que serão construídas nas capitais brasileiras. Cada unidade tem custo estimado em R$ 4,3 milhões para a construção e, além disso, o governo federal garantirá recursos para a compra de equipamentos e estruturação e vai assegurar o pagamento de dois anos de custeio. “A Prefeitura de Curitiba cercou a área, está cuidando da segurança do local e informando a população que mora e trabalha nas imediações sobre a obra e a importância do trabalho que será realizado ali para prevenção da violência contra a mulher”, conta a secretária da Mulher de Curitiba, Roseli Isidoro. Aceitação A balconista Marisa de Oliveira de Almeida, que trabalha em uma lanchonete próxima ao terreno, aprova a construção da Casa da Mulher Brasileira e acredita que a localização, próxima ao Terminal do Cabral, vai facilitar a ligação com os demais bairros da cidade. “É um local de fácil acesso”, comenta. Ela é mãe de dois filhos, foi vítima da violência doméstica e disse conhecer outras mulheres na família que sofrem constantemente agressões físicas e morais. “Passei por isso, sei como é e o quanto a gente pensa bastante antes de tomar uma atitude. Com os serviços todos espalhados, essa decisão fica ainda mais difícil e a mulher até desiste no meio do caminho. Acaba encontrando, assim como eu, alternativas que dependem somente dela, como se separar e mudar de endereço. Quando se tem filhos, tudo fica ainda mais complicado”, conta Marisa. Luíza Melzer, funcionária de uma loja de presentes na Avenida Paraná, também concorda que a Casa da Mulher Brasileira vai proporcionar um atendimento adequado às mulheres em situação de violência. Luíza leu atentamente as informações do panfleto distribuído à população da região vizinha nesta segunda-feira (16) e fez questão de falar para as clientes que passaram pela loja sobre essa novidade. “Achei muito interessante. Hoje, a mulher chega a denunciar, mas volta para casa e é assassinada. É importante que tenha essa atenção e esse local onde buscar todos os atendimentos que necessita para se encorajar e se libertar da violência”, diz. http://www.curitiba.pr.gov.br/noticias/casa-da-mulher-brasileira-sera-construida-no-bairro-do-cabral/31635

terça-feira, dezembro 17, 2013

Empresas ameaçam não pagar 13° em dia e motoristas e cobradores já falam em greve

Uma reunião na tarde desta terça-feira (17) na sede do Ministério Público do Trabalho deve esclarecer os pontos entre o Sindimoc (Sindicato de Motoristas e Cobradores de Curitiba e Região), o Setransp (Sindicato das Empresas de Transporte Público de Curitiba e RMC) e a URBS, com relação ao pagamento da 2° parcela do 13° salário aos trabalhadores. Isso porque a classe patronal, por meio de nota, mostrou preocupação com o não cumprimento do contrato em vigor, o que acarretaria o não pagamento aos motoristas e cobradores. A nota do Setransp diz o seguinte: “As empresas encontram-se com sérios problemas de desequilíbrio econômico e financeiro, em função do não cumprimento do contrato do sistema que está em vigor. Se não for dada solução a esta situação, existe o risco de não ser pago o 13.º salário aos empregados. Com isso o sistema poderá ficar paralisado”. A preocupação já chegou na classe dos trabalhadores e, também por meio de nota, o Sindimoc afirmou que não aceitará o parcelamento do 13° salário. “A posição do Sindimoc e de toda a sua categoria de trabalhadores é que não se aceitará em hipótese alguma o parcelamento do 13º salário, não havendo a possibilidade de qualquer tipo de negociação para que isso possa acontecer”, disse. Ainda de acordo com a assessoria de imprensa do Sindimoc, uma paralisação da categoria não está descartada. http://www.bandab.com.br/jornalismo/possibilidade-nao-pagamento-13pode-causar-greve-motoristas-cobradores-curitiba/

Carpas ornamentais

As carpas ornamentais coloridas ou estampadas, que surgiram por mutação genética espontânea das carpas comuns (carpas cinza) na região de Niigata (no Japão). Sobretudo as da linhagem especial nishikigoi, cujos exemplares apresentam estampas diferenciadas e são admirados como joias pelos orientais. Essas belas carpas ornamentais podem apresentar escamas vermelhas, brancas, pretas, amarelas e marrom, além de mostrar tons prateados, dourados, azulados ou mesmo cintilantes. O simples ato de observar peixes nadando, ainda que por alguns instantes, é um antídoto seguro contra o estresse. Pelo menos é o que pensam os chineses, que consideram essa prática zen uma fonte de serenidade e equilíbrio para enfrentar o dia a dia. As carpas se adaptam com facilidade ao cativeiro, são particularmente resistentes e ainda têm boa capacidade de reprodução. As carpas vivem bem em qualquer região do nosso país, pois suportam grande variação de temperatura, contudo, a faixa ideal é entre 15 e 25 graus celcius Embora possam atingir a maturidade sexual no fim do primeiro ano de vida, o melhor período reprodutivo ocorre entre o segundo e o quinto ano. Uma fêmea de apenas um quilo pode produzir ao redor de 100 mil óvulos e desovar até três vezes durante um mesmo período reprodutivo. http://blogdoeduambiental.blogspot.com.br/2013/12/carpas-ornamentais.html

segunda-feira, dezembro 16, 2013

2.231 voluntários reforçam trabalho da Defesa Civil de Curitiba

O atendimento a situações de risco que ocorreram em Curitiba durante o ano de 2013, como alagamentos, quedas de árvores e um grande incêndio em uma fábrica de eletrodomésticos, teve o apoio de voluntários que atuam junto à Defesa Civil Municipal. Apenas neste ano, 300 pessoas ingressaram no grupo. O requisito básico é ter prontidão para ajudar outras pessoas. “Não é preciso ter uma profissão ou especialidade específica. Basta ser maior de idade e ter boa vontade”, explica o coordenador técnico da instituição, inspetor João Batista. A Defesa Civil de Curitiba conta hoje com 2.231 voluntários. “Para nós, é importante ampliarmos este cadastro, pois nem sempre todos os voluntários estão disponíveis num caso de ocorrência real”, explica. Batista informa que a equipe é formada por pessoas de profissões e idades variadas, dos 18 aos 70 anos, a maioria do sexo masculino. Para interessados em ingressar, basta preencher um cadastro no site www.defesacivil.curitiba.pr.gov.br. Os novos voluntários recebem treinamentos específicos nas áreas de primeiros socorros, prevenção e combate a incêndios e sistema de comando de incidências (SCI), entre outros. Em ação Recém ingresso no grupo, o tecnólogo em logística André Mialski, de 22 anos, morador no Sítio Cercado, conta que foi movido pela grande vontade de ajudar ao próximo. “Sinto-me bem quando posso fazer algo pelo outro, preciso ter este tipo de atividade em meu dia a dia”, explica. Ele conta que a expectativa é grande para entrar em ação, participando de atendimentos da Defesa Civil de Curitiba. Por enquanto, Mialski participou apenas de treinamentos simulados. “Estou motivado e ansioso, mas me sinto realizado e muito orgulhoso por ter ingressado no grupo da Defesa Civil”, disse. A agente administrativa Eurídice Galvão, voluntária no grupo, conta que sempre gostou de trabalhar diretamente com as pessoas. “Quando era mais nova, eu queria entrar para o Corpo de Bombeiros”, afirma. Durante os treinamentos com a Defesa Civil, ela aprendeu noções sobre primeiros socorros e brigada de incêndio, além de inflar botes de navegação. “Sinto-me preparada para atuar”, diz. Veterano no grupo de voluntários, o agente penitenciário Murilo Holzmann, coordena o Núcleo Comunitário da Defesa Civil (Nudec) do Bairro Alto, o qual ele ajudou a formar. A equipe conta atualmente com o trabalho de 15 pessoas. “A iniciativa surgiu anos atrás, devido aos constantes alagamentos que ocorriam em nosso bairro”, conta Holzmann. “A comunidade ficou sensibilizada e decidiu agir”. Entre as ações concretas executadas pelos voluntários da Defesa Civil no Bairro Alto, está a conscientização e a orientação à população, a limpeza de rios e de bocas de lobo para melhorar a vazão das águas e o mapeamento das residências onde há pessoas com dificuldade de locomoção, num trabalho conjunto com as unidades de saúde do bairro, para priorizar o atendimento das mesmas em casos de emergência. “Hoje, trabalhamos muito mais com a prevenção do que com o atendimento a ocorrências”, diz o coordenador do grupo. “Tenho muita satisfação em atuar ao lado da Defesa Civil para ajudar pessoas que necessitam”, afirma. O trabalho voluntário é regulado, no âmbito federal, pela Lei 9.608/98, que dispõe sobre essa modalidade de trabalho em território nacional, balizando a relação entre as entidades e o voluntário. http://www.curitiba.pr.gov.br/noticias/2231-voluntarios-reforcam-trabalho-da-defesa-civil-de-curitiba/31617

Detran completa 75 anos e oferece serviços na TV éParaná digital

O Departamento de Trânsito do Paraná (Detran) completou 75 anos no domingo (15) e inova ao se tornar o primeiro órgão público brasileiro a oferecer serviços pela TV Digital. Com plataforma interativa, já é possível obter informações gerais sobre processos, realizar consultas, serviços e, até mesmo, simular a prova teórica de direção. “Não temos tempo de olhar para o passado, vamos pensar à frente de nosso tempo e tornar o Detran um órgão cada vez mais moderno, ágil e rápido no atendimento aos seus usuários. Temos investido pesado em tecnologia, em sistemas de ponta, em serviços on-line, em autoatendimento. É o nosso presente aos paranaenses”, destaca o diretor-geral do Departamento, Marcos Traad. Nesta primeira fase, a aplicação está disponível pela TV éParaná, com sinal digital em Curitiba, Região Metropolitana e Litoral. Em breve, a Secretaria de Estado da Comunicação Social fará chamamento público para que todas as emissoras com programação digital possam disponibilizar a ferramenta. "A integração entre os órgãos do Governo, com a conhecimento e a tecnologia de cada área, permite ampliar a prestação de serviços aos parananenses", afirma o diretor-presidente da éParaná, Flávio Costa De acordo com a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), a TV Digital já chega a mais de 2 milhões de domicílios paraenses e atinge uma população de quase 6 milhões de pessoas. O Paraná é o segundo estado do país com maior número de cidades com sinal digital, atrás apenas de São Paulo. Hoje, 83 municípios paranaenses têm acesso à tecnologia. SERVIÇOS - Para os televisores que têm o sinal digital, mas não estão conectados à internet, é possível acessar informações gerais, como procedimentos de habilitação, veículos e recurso de multas, entre outros serviços. Já nos domicílios em que o aparelho de TV esteja ligado em uma rede de internet, é possível realizar todos os serviços disponíveis pelo Detran Fácil no site e nos terminais de autoatendimento. Assim, o usuário pode solicitar segunda via da Carteira Nacional de Habilitação, segunda via do documento do veículo (CRLV), Permissão Internacional para Dirigir (PID), extrato de débitos do automóvel, pontuação da CNH e consulta de envio do licenciamento anual. Novos serviços serão inseridos no sistema regularmente, entre eles a preparação do processo de renovação de CNH, o agendamento de exames médicos, consulta de resultados de testes e de recursos de multas e suspensão, além do simulado do teste teórico de direção. SISTEMA – A TV Digital Interativa (TVDI) traz um ambiente virtual semelhante ao da internet, porém com linguagem mais amigável e com uma ferramenta mais fácil de usar: o controle remoto. O Detran Paraná optou pelo software livre chamado Ginga que propõe diversos tipos de interatividade com a TV. “O Ginga é o programa padrão utilizado por todas as TVs que venham a se adequar ao sistema digital brasileiro. Só é preciso ficar atento para verificar se a televisão vem de fábrica com o selo DTVi. Isso significa que ela está preparada para receber interação via aplicativos transmitidos pela emissora”, explica o diretor de Tecnologia e Desenvolvimento do Departamento, Hugo Collodel http://www.aen.pr.gov.br/modules/noticias/article.php?storyid=78417&tit=Detran-completa-75-anos-e-oferece-servicos-na-TV-eParana-digital

Vendedor de cachorro-quente atira em cliente que reclamou de demora

Bala ficou alojada na carteira do adolescente de Laranjeiras do Sul (Foto: Henrique Romanini e Vanessa Teixeira/Portal Notícias Policiais ) Fato aconteceu na noite de domingo (15), em Laranjeiras do Sul, no Paraná. Segundo a Polícia Civil, o dono do quiosque é um ex-policial militar. Um vendedor de cachorro-quente de Laranjeiras do Sul, na região central do Paraná, foi preso na noite de domingo (15) depois de atirar em um cliente, que reclamou da demora no atendimento. A bala que atingiu o adolescente de 17 anos ficou armazenada na carteira do rapaz e por isso, ele teve apenas ferimentos leves. De acordo com a Polícia Civil, o homem de 55 anos é um ex-policial militar. Em entrevista ao G1, o estudante Miguel Angelo Siejka Filho contou que foi fazer um lanche com mais dois amigos em um quiosque de cachorro-quente na região central de Laranjeiras do Sul. Depois de fazer o pedido, pagar pelos lanches e esperar por certo tempo, o adolescente foi questionar a demora. “O dono disse para eu pegar meu dinheiro de volta se eu achasse que não estava bom esperar e que eu fosse embora. Pedi o dinheiro e ele só entregou o valor do meu lanche. Voltei e pedi novamente o restante do valor. Ele devolveu e depois, começou a me xingar”, relatou o rapaz. O estudante disse que também se exaltou e acabou chutando uma cadeira do quiosque. Quando Siejka foi pedir desculpas pela atitude, o vendedor de cachorro-quente pegou um revólver e atirou no cliente. “O tiro passou perto da minha cabeça. Corri para o carro e tentamos fugir, mas o homem também entrou em um carro e começou a nos perseguir”, declarou. Ele contou que, durante a perseguição, o pneu do veículo em que o adolescente estava estourou e por isso, precisou fugir a pé. O vendedor, ainda dentro do carro, disparou outro tiro contra o rapaz. Dessa vez, a bala atingiu a carteira do estudante. Segundo Siejka, depois disso, o dono do quiosque abandonou a arma na rua e voltou a trabalhar. A Polícia Militar (PM) foi comunicada sobre a situação e encontrou o vendedor trabalhando pouco depois do ocorrido. Segundo a PM, o ex-policial confessou o fato e informou que utilizou um revólver calibre 32. Ele foi preso por tentativa de homicídio e encaminhado à delegacia de Laranjeiras do Sul. A arma não foi localizada pela polícia. http://g1.globo.com/pr/campos-gerais-sul/noticia/2013/12/vendedor-de-cachorro-quente-atira-em-cliente-que-reclamou-de-demora.html

domingo, dezembro 15, 2013

Obras no Passeio Público são concluídas e entregues à população

A ponte pênsil do Passeio Público, que estava fora de uso há alguns anos, foi devolvida à população na manhã deste sábado (14). Outra importante obra realizada pela Prefeitura no parque foi o recapeamento na pavimentação da pista utilizada para caminhadas e corridas. A Ilha das Ilusões, localizada dentro do Passeio Público, recebeu obras de paisagismo, recuperação da fonte, limpeza e reposição de pedriscos. A população terá acesso ao local em visitas programadas e guiadas. As melhorias fazem parte de um projeto maior de revitalização do local, que está sendo desenvolvido pelo Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc). “A Prefeitura tem feito a sua parte para devolver à vida e a importância do Passeio Público a cidade. É fundamental que as pessoas apreciem e usufruam os espaços públicos de Curitiba”, disse o prefeito Gustavo Fruet que fez questão de conferir a obra na manhã desta sábado. Gustavo destacou a importância da atuação de associações de moradores da região e de amigos do Passeio que têm colaborado para devolver ao parque o conforto, charme e elegância de décadas passadas. “Temos trabalhado para trazer as famílias de volta a este parque”, afirmou. O secretário municipal do Meio Ambiente, Renato Lima, disse que este é um primeiro passo para a implantação de um projeto que irá contemplar espaços culturais, inclusive para exposições. O diretor de Parques e Praças da Secretaria Municipal do Meio Ambiente, João Carlos Fontoura, explicou que a ponte pênsil ganhou cabos de aço novos e teve uma revisão completa no piso e nas engrenagens. A presidente do Conselho Comunitário de Segurança da área Central (Conseg) Malu Gomes, comemorou as obras de revitalização. “Ficou uma beleza, atendeu nossas expectativas. Agora iniciaremos uma campanha para a revitalização de outras áreas no centro da cidade”, disse Malu. Também ficou satisfeito com as obras, em especial pelo novo paisagismo e pelas flores plantadas no parque, o vice-presidente da Associação de Praça Santos Andrade, Passeio Público e Região, Lourival Lasserre. “Esta primeira fase de trabalhos foi muito bem executada pela Prefeitura e só temos a comemorar”, disse Lourival. Também acompanharam a entrega das melhorias, os secretários municipais de Planejamento, Fábio Scatolin, e do Abastecimento, Fernando Klein Nunes; o presidente o Ippuc, Sério Pires; a presidente do IMAP, Gina Paladino e o jornalista e cartunista, Dante Mendonça. Pista Diariamente, o Passeio Público recebe um fluxo aproximado de mil pessoas, entre visitantes, transeuntes que atravessam o parque e pessoas que praticam esportes no local. Este público foi diretamente beneficiado pela obra de recape realizada nos mais de mil metros lineares de pista, que também foi entregue neste sábado. Considerada uma das melhores da cidade para praticar caminhada ou corrida, por não possuir grau de inclinação, a pista recebeu novo revestimento e ganhou melhorias na acessibilidade. O parque Fundado há 127 anos, o Passeio Público é o mais antigo parque municipal de Curitiba. No local há aproximadamente 400 pequenos animais de mais de 150 espécies diferentes. São mamíferos, aves, répteis e peixes. Em uma área de quase 70 mil metros quadrados, com muitas ilhas e pontes, há diversas espécies nativas e exóticas. Entre as árvores estão carvalhos, ciprestes, paineiras, jacarandás, plátanos, ipês-amarelos, canelas e eucaliptos. Uma das atrações é um terrário que abriga serpentes e lagartos de espécies exóticas e raras, vindas de diversas partes do mundo. Também há um aquário, com variedades de peixes de rios e ornamentais da região amazônica e da África. No Passeio há ainda restaurante, parque infantil, pedalinhos, pista para caminhadas, ciclovia e bicicletário. http://www.curitiba.pr.gov.br/noticias/obras-no-passeio-publico-sao-concluidas-e-entregues-a-populacao/31610

Bom domingo!!!

sábado, dezembro 14, 2013

Festival de Remo com alunos de escolas públicas movimenta Parque Náutico

O 1º Festival de Remo reuniu neste sábado (14) no Parque Náutico Iguaçu, no Boqueirão, 120 crianças e adolescentes, estudantes de escolas públicas de Curitiba, participantes do Programa Geração Campeã, que oferece atividade em contraturno escolar de iniciação esportiva em remo e basquete. O Festival serviu para comemorar os bons resultados alcançados nos oito meses do programa, iniciativa da Prefeitura de Curitiba em parceria com a Oscip Gerar, com o patrocínio da Petrobrás com atividades esportivas, educacionais, culturais e de cidadania. “Este é um bom exemplo de parceria que nos possibilita fazer do esporte um fator de inclusão. É possível que do programa surjam novos atletas, mas o objetivo maior é integrar estas crianças e jovens às comunidades, promovendo valores e oferecendo oportunidades de uma vida melhor”, disse oprefeito Gustavo Fruet, que participou das atividades do Festival neste sábado. Integrantes do Geração Campeã entregaram ao prefeito uma carta relatando os principais benefícios do programa, iniciado em abril deste ano. Além do secretário municipal de Esporte, Lazer e Juventude, Aloisio Dutra Júnior, participaram do festival a secretária Municipal da Mulher, Roseli Isidoro, os administradores regionais do Cajuru, Francisco Caetano, do Boqueirão, Augusto Meyer Neto, e os medalhistas em canoagem Fabiane Beltrame e Roque Zimmermann. A presença dos atletas serviu para motivar ainda mais a participação das crianças nas atividades do programa. “É uma iniciativa exemplar”, disse Fabiana Beltrame, eleita pelo comitê olímpico de canoagem a melhor atleta da modalidade em 2013. “O remo, como os demais esportes, é um caminho para o bem, que afasta os jovens, principalmente os carentes, da rua”, disse Fabiana. A mesma ideia é compartilhada por Roque Zimermann, que vê na canoagem a oportunidade para a mudança de vida dos garotos. “Muitos afirmam que trocaram a rua para se dedicarem ao esporte. Aloado ao ensino, o programa é uma oportunidade de crescimento para eles”, disse Roque. As aulas de basquete, assim com as ações educacionais, culturais, de lazer e de psicomotricidade, acontecem na sede do Portal do Futuro Cajuru, enquanto as aulas de iniciação ao remo são dadas no Parque Náutico Iguaçu, local que possui raias de treinamento consideradas entre as melhores do país. O remo é um esporte olímpico garantido nas olimpíadas de 2016 no Rio de Janeiro. Aos 14 anos, o estudante Bruno Santos descobriu na canoagem uma forma de investir no futuro. “Quero ser alguém na vida e sinto que a canoagem pode fazer isso por mim. Só preciso me dedicar e levar o esporte a sério”, contou o menino que se orgulha por ter deixado a ociosidade que vivia nas ruas, para entrar no programa. “Tenho amigos que também não tinham o que fazer, ficavam à toa nas ruas, e que agora estão no programa. Até na escola temos sido melhores alunos”, comemora Bruno. Demonstração O Festival de Remo mostrou o aprendizado da garotada em duas modalidades de barco: o four skiff, barco com quatro ocupantes, e single, com ocupação individual. “Estamos muito satisfeitos com os resultados. As crianças, em muito pouco tempo de programa, já demosntram que estão dominando o remo, já conseguem dar a volta na raia. E temos excelentes resultados de crescimento nos aspectos sociais e culturais dessas crianças”, disse o secretário Municipal do Esporte , Lazer e Juventude, Aloisio Dutra Júnior. Geração Campeã O programa Geração Campeã tem duração de 18 meses e foi o único do Paraná contemplado na edição de 2011 do Programa Petrobras Esporte e Cidadania. As aulas acontecem três vezes por semana, sempre no contraturno escolar, com intervalo para lanche e refeição completa, e contempla estudantes da rede pública de ensino. “A Prefeitura de Curitiba tem colocado seu acervo à nossa disposição e assim, temos feito, em parceria, uma ação que demonstra resultados muito positivos na vida destas crianças e adolescentes”, disse o presidente da Oscip Gerar, Francisco Essert. A Prefeitura de Curitiba, através da Secretaria Municipal de Esporte, Lazer e Juventude, contribui cedendo profissionais e viabilizando os locais para a prática das atividades esportivas e educativas. http://www.curitiba.pr.gov.br/noticias/festival-de-remo-com-alunos-de-escolas-publicas-movimenta-parque-nautico/31614
Para comemorar o Dia do Marinheiro, celebrado nesta sexta-feira (13), a Corveta Barroso, da Marinha do Brasil, estará aberta à visitação pública nos dias 14 e 15 de dezembro, das 14 horas até o pôr do sol (por volta das 20 horas), sendo os visitantes convidados a participarem do cerimonial à Bandeira Nacional. O acesso do público será pelo Portão Principal do Porto de Paranaguá. Comandada pelo Capitão-de-Fragata Iunis Távora Said, a Corveta “Barroso” é o navio-escolta mais novo da Esquadra Brasileira, com uma autonomia de 30 dias e raio de ação de 8.000 km, permitindo uma maior capacidade de proteção ao tráfego marítimo nacional e aos campos petrolíferos, além de ampliar o poder de dissuasão do Brasil no mar. Considerado um projeto que contribuiu com o resgate da capacidade e da tecnologia da construção naval militar brasileira, a Corveta “Barroso” incorporou melhorias e desenvolvimentos tecnológicos que aprimoraram o desempenho do navio. A Corveta “Barroso” está equipada com radares e sonares, além de canhões e sistemas de lançamentos de mísseis e torpedos, O navio também está preparado para operações aéreas, graças a presença de aeronave Super Lynx, que pode ser armada com míssil, torpedo ou bomba de profundidade e conta com uma tripulação de 145 militares. O Navio integra a Operação “ADEREX-II”, que está sendo realizada de 02 a 19 de dezembro, na área marítima compreendida entre o Rio de Janeiro (RJ) e Rio Grande (RS). A Operação envolve navios e aeronaves da Esquadra, aviões de interceptação, de ataque e de patrulha da Força Aérea Brasileira. Durante a operação, estão previstos exercícios de navegação em baixa visibilidade; trânsito sob ameaça de superfície e aérea; exercício de tiro de superfície sobre alvo rebocado; homem ao mar; manobras táticas noturnas; transferência de óleo no mar; transferência de carga leve; desatracação sob ameaça assimétrica; defesa de plataformas petrolíferas, entre outros. http://www.portosdoparana.pr.gov.br/modules/noticias/article.php?storyid=1179&tit=Porto-de-Paranagua-tera-navio-aberto-a-visitacao-publica