sexta-feira, setembro 30, 2011

Greve dos Bancos: HSBC utiliza helicópteros para furar piquetes grevistas

Produto químico é jogado em escola e quatro pessoas passam mal

Um produto químico foi jogado em uma escola de educação infantil no bairro Cajuru, em Curitiba. De acordo com o Corpo de Bombeiros, tratava-se de uma pequena quantidade de um pó branco e que foi arremessado no pátio da escola durante a madrugada. Quatro pessoas passaram mal ao inalar o produto na manhã desta sexta-feira (30) e foram encaminhadas para hospitais de Curitiba. Duas professoras e duas faxineiras tiveram enjoo e tontura.

A informação inicial da Polícia Militar foi de que havia vazamento de produto químico na escola e que se tratava de uma substância perigosa.

De acordo com o tenente Alexandre Zem, do Corpo de Bombeiros, o produto – que não foi identificado – reagiu quando as faxineiras jogaram água, por volta das 9h20. “Elas relataram que o produto borbulhou e subiu uma espécie de fumaça branca”, afirmou Zem. As duas faxineiras inalaram o produto, além de duas professoras. Nenhuma criança teve contato com a substância.

O Corpo de Bombeiros foi acionado e avaliou toda a área da escola e a qualidade de ar. Não foi encontrado resquício do pó e por isso não pôde ocorrer a coleta de amostras para análise. “Não será possível identificar porque o local foi lavado e nada foi encontrado”, explicou Zem. O atendimento à ocorrência terminou por volta das 10 horas.

Zem afirmou que houve a suspeita de que se tratava de um produto químico porque quatro pessoas apresentaram sintomas de intoxicação.

As aulas foram suspensas durante os trabalhos do Corpo de Bombeiros na escola e já tinham sido retomadas, por volta das 10h30.
Fonte: Gazeta do povo 30/09/2011

Dentistas da Prefeitura de Curitiba aceitam proposta e encerram greve

Após uma assembleia geral na noite de quinta-feira (29), os dentistas da Prefeitura de Curitiba decidiram encerrar a greve que começou no dia 22 de setembro. Os profissionais aceitaram a proposta de correção salarial escalonada de 40%. Irão receber reajuste de 15% em janeiro de 2012, 15% em janeiro de 2013 e 10% em janeiro de 2014.

Os dentistas também aceitaram a proposta da criação de uma comissão formada com representantes da prefeitura, servidores e do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Curitiba (Sismuc), com o objetivo de estudar formas para que as gratificações passem a compor, gradativamente, os rendimentos da categoria.
A reivindicação inicial da categoria era de equiparação salarial com a classe médica.
Fonte: G1 Pr 30/09/2011

Operação contra “varejistas” do tráfico termina com quatro presos

Uma operação deflagrada pela Polícia Federal (PF) e pela Polícia Militar (PM), nesta quinta-feira (29), terminou com quatro pessoas presas em flagrante e com um adolescente apreendido, em Curitiba. Todas as prisões ocorreram no bairro Cajuru. Segundo a PF, cerca de dez quilos de maconha, uma pistola nove milímetros e munições foram tirados de circulação.

O coordenador de comunicação da PF, o agente Marcos Koren, informou que todos os presos eram pequenos traficantes, que abasteciam o Cajuru por meio de venda de pequenas porções da droga. Segundo a PF, a operação – batizada de Resposta – marca uma nova linha de trabalho da corporação, que pretende se debruçar também no combate aos “varejistas” do tráfico.

“A distribuição da droga se dá por meio desses pequenos fornecedores. Por isso, é importante a prisão desses ‘varejisitas’. Foi a primeira operação da PF neste sentido, mas, com certeza, não será a única”, disse Koren.

Segundo a PF, foram cumpridos 12 mandados de busca e apreensão expedidos pela Vara de Inquéritos Policiais (VIP) da capital. No cumprimento desses mandados é que ocorreram os flagrantes. Um dos presos já era foragido da Justiça. Além da droga e da arma de fogo, também foram apreendidos documentos falsos, uma moto e objetos roubados – principalmente aparelhos de som automotivo. Cem policiais (30 da PF e 70 da PM) participaram da operação.
Fonte: Gazeta do povo 30/09/2011

quinta-feira, setembro 29, 2011

Fruet anuncia nova filiação e diz que Ducci e Derosso são 'mesma moeda'


O ex-deputado federal pelo Paraná Gustavo Fruet anunciou na tarde desta quarta-feira (28) o ingresso dele no Partido Democrático Trabalhista (PDT). Na sede da Universidade Federal do Paraná (UFPR), na Praça Santos Andrade, em Curitiba, ele falou como pré-candidato à prefeitura de Curitiba, com participação de apoiadores e novos companheiros.
“Retomo minha vida pública pelo PDT”, disse. Para ele, pesaram na decisão pelo PDT as questões da “forte tradição, um forte vínculo social, um forte vínculo com o movimento trabalhista. Tem uma tradição também na nossa cidade”. Disse também que não deve assumir imediatamente um cargo na direção da legenda e garantiu não ter feito exigências quando aceitou o convite para ingressar.
Durante o primeiro discurso como pedetista, Fruet falou sobre a formação de alianças, que é, para ele, um trabalho para os dirigentes dos partidos.
Recepção
A entrada de Fruet no PDT foi comemorada pelo presidente municipal da legenda, Jorge Bernardi. Ele afirmou que, apesar de contar com nomes como o senador Cristovam Buarque, o PDT é carente de lideranças nacionais. “Com o Gustavo, o PDT tem uma liderança jovem, que vai se consolidar como liderança local, estadual, mas que no futuro também será uma liderança nacional do nosso partido”, disse ao G1.
Também durante o discurso, Fruet recebeu uma mensagem do ex-senador Osmar Dias, que lamentou não estar presente no anúncio, mas enviou boas-vindas.
Relação com o PT
Fruet afirmou ser possível um diálogo com o PT nas próximas eleições, mesmo tendo sido líder da oposição na Câmara dos Deputados e ter criticado ações do governo federal. Ele afirmou que teve conversas com o deputado estadual Ênio Verri, e com o ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, sobre o tema, mas que respeita o tempo de cada partido. “Vamos trabalhar a conjuntura, como é que se dará essa relação das forças políticas na capital”.
Sobre a atual presidente, Dilma Roussef, Fruet comparou a petista ao ex-presidente da República Lula, afirmando que “ela demonstra ser uma presidente muito mais gestora do que política”. No entanto, o ex-oposicionista afirmou que mantém a postura crítica em relação a todas as posições que adotadas nos últimos anos.
Luciano Ducci e Derosso
Nas eleições de 2012, Fruet deve enfrentar o atual prefeito de Curitiba Luciano Ducci, que conta com o apoio do PSDB. O ex-deputado criticou a atual gestão, apontando o transporte, o lixo, a segurança e a situação dos radares como temas a serem debatidos. Também relacionou a base que apoia a reeleição de Ducci com a base que apoia o presidente da Câmara de Vereadores, João Cláudio Derosso, alvo de uma série de denúncias. “O prefeito Luciano e Derosso são faces da mesma moeda”, criticou.
G1 Paraná 29/09/2011

Policiais militares protestam na Alep pela implementação da Emenda 29

A Associação de Defesa dos Direitos dos Policiais Militares Ativos, Inativos e Pensionistas (Amai) protestou na tarde desta quarta-feira (28) na Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) para pedir a implementação da Emenda 29. O projeto prevê, entre outras coisas, que policiais militares e bombeiros concursados tenham formação superior, além de possibilitar a reposição das perdas salariais das bases da corporação.

De acordo com o coronel Elizeu Furquim, presidente da Amai, cerca de 600 pessoas compareceram à Alep para mostrar apoio ao movimento e tentar sensibilizar os deputados em prol da causa. Entre as reivindicações dos policiais está a suspensão de um concurso realizado em 2009 e que seria aproveitado pelo governo do estado para contratar dois mil PMs ainda este ano, conforme anunciado em agosto pelo governador Beto Richa (PSDB) como parte do programa Paraná Seguro.

O protesto desta quarta-feira foi pacífico. Os PMs vestiram camisetas azuis remetendo à Emenda 29 e ocuparam os balcões da Assembleia. Durante a sessão, Furquim chegou a pedir a palavra para discursar em plenário, mas a solicitação não foi atendida.

O tema, no entanto, foi abordado por alguns deputados. “Queremos discutir a implementação da emenda, mas sem colocar a faca no pescoço do governo”, declarou Furquim, dizendo-se disposto ao diálogo. No entanto, ele cobrou uma posição mais firme por parte do governo. “O máximo que se obteve do governador Richa até agora foi a criação de uma comissão para estudar as condições de implementação da emenda”, disse.
Fonte: Gazeta do povo 29/09/2011

Contra greve, banco recorre a helicóptero



Para não paralisarem totalmente suas atividades depois que os bancários iniciaram uma greve nacional na segunda-feira, os bancos estão adotando estratégias que vão de transporte aéreo para os funcionários a “bunkers antigreve”, locais onde os sindicatos não podem fazer piquetes. No entanto, esses funcionários que seguem trabalhando podem fazer muito pouco, ou quase nada, para resolver os problemas dos clientes, pois suas funções são de caráter mais burocrático.

Os moradores da região do Centro Administrativo do HSBC no Xaxim, bairro da região sul de Curitiba, já sabem que em dias de greve de bancários o vaivém de helicópteros é intenso na região. A assessoria de imprensa do HSBC afirma que o banco busca todas as formas necessárias para manter o funcionamento dos serviços bancários para seus clientes, inclusive com o uso de helicópteros, como um “plano de contingência”.

Em Cascavel, todas as agências fecharam

No Paraná, o movimento ganhou corpo com a adesão de novas agências nas principais cidades do estado (veja quadro ao lado). Em todo o estado há 1.375 agências e 503 estão fechadas – 36% do total. Cascavel é onde a greve está com mais força: as 37 agências bancárias da cidade amanheceram fechadas ontem e devem continuar assim hoje, segundo o sindicato regional.

Leitores mandam à Gazeta do Povo suas perguntas sobre como resolver os problemas decorrentes da greve. Confira:

Vendi meu carro e recebi o pagamento em cheque. Como não pude compensar, tive de devolver o cheque para o comprador e pedir para ele transferir a quantia para a conta do meu irmão. Como se faz para compensar cheques durante a greve? (Thiago Ribeiro)

Durante a greve dos bancários, a compensação de cheques fica suspensa. O Sindicato dos Bancários de Curitiba e Região Metropolitana recomenda aos clientes que depositem o cheque em suas contas, pois o serviço de depósito segue habilitado.

Como pagar o licenciamento 2011 do Paraná, se ele só é aceito no Banco do Brasil e nem todos são correntistas deste banco? (Ricardo)

O Detran-PR informa que a greve ainda não afetou as agências do Banco do Brasil localizadas dentro do órgão. Nesses locais é possível realizar o pagamento do licenciamento do veículo, bem como do IPVA e outros tributos. No interior, porém, a maioria das agências do Banco do Brasil dentro do Detran-PR já está fechada, mas a assessoria de imprensa não soube especificar em quais cidades o atendimento está suspenso. A recomendação para as pessoas que precisem pagar os tributos é ir a esses locais o mais rápido possível, porque não há garantias de que as agências continuarão abertas nos próximos dias. Em Curitiba, as agências estão localizadas na sede administrativa do Detran-PR (Av. Victor Ferreira do Amaral, 2.940 – Capão da Imbuia), no posto do Hauer (Rua Frederico Maurer, 1.748) e no posto central (Rua João Negrão, 246 – Centro). Mais informações: 0800-6437373.

Com bancos em greve, opção é negociar vencimento de contas
Para o Sindicato dos Bancários de Curitiba e Região Metro­politana, o banco recorre ao medo que os funcionários têm de serem demitidos por participarem da greve. O sindicato informou que fecha os portões dos centros administrativos para que os funcionários possam justificar a falta ao trabalho, mas os bancos conseguem meios para manter suas instalações em funcionamento. “É uma atitude antissindical e é refutada pelo sindicato. Além de não respeitar o direito de greve, coloca a vida dos bancários em risco. Ano passado conseguimos suspender na Justiça o transporte aéreo e neste ano já solicitamos novamente”, ressalta o presidente do Sindicato dos Bancários de Curitiba e Re­­gião Metropolitana, Otávio Dias. O HSBC informa que a empresa tem a aprovação dos órgãos policiais e da Aeronáutica para usar os helicópteros.

Nem todas as medidas tomadas pelos bancos são tão visíveis. Uma funcionária de um banco da capital, que preferiu não se identificar, contou que os bancos têm estrutura para furar a greve. “Nós somos deslocados para postos de atendimento dentro de órgãos públicos, porque os sindicalistas não podem fechá-los. Além disso, vamos também para pontos de atendimento dentro de empresas e por vezes nos encontramos em hotéis da cidade para reuniões”, afirma.

Há ainda informações de que os funcionários de alguns bancos da capital são levados para “esconderijos”, geralmente locais que não chamam a atenção dos dirigentes sindicais, ou têm os ramais do escritório direcionados para seus celulares, fazendo com que os trabalhos possam continuar de outros pontos. “É mais uma pressão sobre os trabalhadores, como se não bastassem o assédio moral e as metas do dia a dia. Isso só mostra a intransigência dos banqueiros”, reclama Dias, do sindicato.

Os bancários pedem reajuste de 12,8% (inflação mais 5% de aumento real) e os bancos oferecem 8%. Não há data definida para uma rodada de negociações e a greve segue por tempo indeterminado nos 26 estados do país, além do Distrito Federal.
Fonte: Gazeta do povo 29/09/2011

quarta-feira, setembro 28, 2011

Policial militar é baleada em tentativa de assalto à casa de um tio

Uma policial militar foi baleada durante uma tentativa de assalto, no início da noite de terça-feira (27), a uma casa no bairro Jardim das Américas, em Curitiba. De acordo com informações da Polícia Militar, a policial ferida é sobrinha do proprietário da casa, Luís Carlos Casagrande, diretor social do Paraná Clube.

Ela não estava em horário de trabalho, mas durante a ação dos criminosos ela tentou impedir o assalto. Houve troca de tiros e ela foi atingida. A policial, de 30 anos, que trabalha no Hospital da Polícia Militar foi encaminhada em estado grave para o Hospital Cajuru. Segundo a PM, ninguém foi preso.
A assessoria de comunicação do hospital informou ao G1 na manhã desta quarta-feira (28), que a militar recebeu vários tiros, está internada no centro cirúrgico e será transferida para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI).
Fonte: G1 28/09/2011

Câmera mostra funcionário de pet shop assustado após morte de cão

A câmera de segurança do pet shop de Curitiba, onde uma cadela morreu após ser agredida por um funcionário, mostra o rapaz assustado quando percebe o ocorrido. Não é possível perceber o momento do acidente, mas quando uma outra pessoa se aproxima para verificar a situação ele corre e leva as mãos à cabeça.
Mia era uma cadela da raça Yorkshire, e possuía cerca de 30 cm e 1,5 kg, segundo o dono, Bruno Maziero. Ele afirma que o funcionário agrediu a cadela com uma escova de metal, durante o banho. O laudo veterinário diz que o animal teve parada respiratória, parada cardíaca, edema e sangramento na região do crânio. O funcionário foi demitido.
O proprietário do pet shop, Fábio Assahi, lamentou o acidente. “Tudo que foi possível fornecer a eles (os donos) a gente forneceu", disse. O estabelecimento deu outro cachorro da mesma raça para o dono, além do enxoval, as vacinas e alimentação. Para receber o animal, Bruno precisou assinar um contrato de adoção e um termo que dizia que, a partir daquele momento, o pet shop não tinha mais pendências.
O caso será investigado pela Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente, que ouvirá os donos do cahorro, do pet shop, e o ex-funcionário. Depois, o caso será encaminhado ao juizado especial criminal.
Fonte: gazeta do povo 28/09/2011

Internauta já pode fazer tour virtual por Curitiba com Google Street View

Os internautas já podem fazer um tour virtual por Curitiba usando o Google Street View. O serviço de imagens panorâmicas foi colocado no ar por volta das 17 horas. De acordo com a assessoria de imprensa do Google, o sistema do Street View para a cidade já foi liberado e o acesso para o usuário é feito gradualmente.


A empresa informou que nem todas as ruas estarão mapeadas no lançamento, mas o serviço continuará a ser atualizado ao longo das próximas semanas.

Veja outros municípios paranaenses que estão sendo visitados pelos carros do Google:

• Campo Mourão

• Carambeí

• Jandaia do Sul

• Londrina

• Mandaguari

• Marialva

• Maringá

• Pato Branco

• Ponta Grossa

• Rolândia

• Sarandi

• Telêmaco Borba

• União da Vitória

» Faça um tour virtual por Curitiba a partir da Praça Tiradentes

» Faça um tour virtual por Cascavel a partir da prefeitura

Em teste realizado nesta tarde, a reportagem conseguiu visualizar algumas ruas do Centro e dos bairros mais tradicionais da cidade, mas muitas não estavam liberadas. O Google diz que o procedimento é normal e que o mapeamento completo entrará no ar nos próximos dias.

O Google Street View é um serviço de fotografia panorâmica que já mostra várias cidades do Brasil e do mundo. Na primeira etapa, além da capital, o sistema também está disponível em Toledo e Cascavel. Até por volta das 17h37, o serviço ainda não estava operando em Toledo.

Como funciona

Para usar o Street View, basta acessar o site maps.google.com e arrastar o bonequinho amarelo (conhecido como “Pegman”) localizado no canto superior esquerdo da tela até a rua em que deseja visualizar em modo panorâmico. O usuário pode então arrastar o mouse e girar em 360º graus na horizontal e 290º na vertical, ou seguir as setas na direção desejada para “caminhar pelas ruas”.

O Google coleta as imagens por meio de 15 câmeras especiais localizadas no capô de um carro que leva a sua marca. Um sistema a laser capta os dados em três dimensões para determinar a distância e a profundidade dos objetos nas imagens. Em Curitiba, camionetes Captiva com o logo da empresa são vistas circulando pela cidade desde maio. Normalmente, o tempo entre o mapeamento e o lançamento do serviço é de seis meses.

Privacidade

Especialmente no exterior, o Street View é alvo de críticas relacionadas à invasão de privacidade. Para evitar problemas, todas as imagens de rostos e placas de carros capturadas pelo mapeamento são automaticamente manchadas pelo software do Google. “E também temos um recurso em que o próprio usuário pode reportar para nós a localização de uma imagem que o incomode por algum motivo. A opção está disponível no site do serviço. Depois, o time do Street View avalia a queixa e toma uma decisão”, afirma Diego Nogueira, engenheiro de software do Google para a América Latina.

Lançado no Brasil em 2010 em 51 cidades, entre elas São Paulo, Rio e Belo Horizonte, o serviço está agora em sua segunda fase de mapeamento. O objetivo da empresa é mapear todo o país, começando pelas grandes cidades e capitais. Ao todo, 80 carros do Google estão circulando pelo Brasil atualmente. A empresa usa um triciclo para chegar a locais de difícil acesso, como parques, trilhas e universidades.
Fonte: gazeta do povo 28/09/2011

terça-feira, setembro 27, 2011

Bruxo Chik Jeitoso: A Mandinga do Paraná Clube está dando certo

Na manhã desta sexta-feira ( re29) o Bruxo Chik Jeitoso realizou a mandinga para o Paraná Clube em frente ao estádio "Durival de Britto e Silva" (vila capanema).
O trabalho do Bruxo deu início as 10:07 hrs e com muita vela acesa e muita reza e fé o Bruxo realizou o trabalho, segundo o Bruxo o trabalho é para tirar a "urucubaca" do tricolor de Vila Capanema e tentar a missão quase impossível de deixar o tricolor na 1ª divisão do campeonato paranaense.
Bruxo Chik Jeitoso fala sobre a mandinga do Parana (parte II)
ABAIXO A MATÉRIA SOBRE O JULGAMENTO

O Paraná, provisoriamente, está livre do pesadelo de ter de disputar a Divisão de Acesso do Campeonato Paranaense. Por 4 votos a 2, os auditores do Tribunal de Justiça Desportiva do Paraná (TJD-PR) decidiram, na noite desta segunda-feira (26), punir o Rio Branco com a perda de 22 pontos no Estadual, além de uma multa de R$ 27 mil, em razão da escalação irregular do meia-atacante Adriano. A decisão resulta na queda do clube parnanguara e favorece diretamente o Paraná, rebaixado dentro de campo.

A disputa na Justiça, no entanto, está longe de acabar. Antes de o julgamento ser iniciado, o advogado do Rio Branco, Domingos Moro, protocolou uma solicitação para ser o último a se manifestar no tribunal, após a procuradoria e o advogado do Paraná. O pedido foi negado e Moro se retirou do julgamento.

“A defesa não pode ser ‘ensanduichada’ entre duas partes de acusação. Vou ao STJD [Superior Tribunal de Justiça Desportiva] alegando cerceamento de defesa”, argumentou Moro. “O presidente do TJD [Peterson Morosko] tomou a atitude correta, pois a lei prevê que o terceiro interessado [Paraná] é o último a falar. Foi uma saída totalmente intempestiva e sem razão”, rebateu o advogado do Tricolor, Itamar Côrtes.

O caso, agora, será encaminhado ao STJD, no Rio de Janeiro, onde o Rio Branco deve pedir a anulação do julgamento realizado na noite desta segunda. Caso o pedido seja acatado, o TJD-PR terá que avaliar a questão mais uma vez. Se a nulidade não for aceita, caberá ao STJD proferir a decisão definitiva em relação ao rebaixamento no Campeonato Paranaense.

“O Paraná fica mais tranquilo com o resultado de hoje [segunda], mas temos que estar preparado para o novo julgamento [no STJD]. Ainda não vencemos a guerra”, declarou Cortês. “Sabemos que existe uma decisão no STJD, mas estamos confiantes que vamos estar na Primeira Divisão em 2012”, reforçou o presidente paranista, Aramis Tissot.

Histórico

Esta é a quarta vez que o caso envolvendo o Rio Branco é avaliado nos tribunais. No início de abril, em julgamento da 2ª Comissão do TJD-PR, o time do Litoral se livrou da perda de pontos, mas foi multado em R$ 27,5 mil. Um mês depois, em maio, no Pleno do TJD, o Rio Branco foi absolvido novamente e se livrou até da punição em dinheiro.

Em 18 de agosto, o Paraná conseguiu anular a decisão com um recurso no STJD, no Rio. A tese defendida pelo Tricolor foi de que o clube teria sido impedido, em maio, de participar como terceiro interessado no julgamento no Pleno no TJD.

Com isso, o caso voltou para a esfera estadual. O novo julgamento, marcado para a última quinta-feira (18), acabou adiado, pois Domingos Moro alegou estar sem voz e estaria impossibilitado de defender o clube parnanguara verbalmente no tribunal. Finalmente, o caso foi julgado na noite desta segunda-feira (22), com decisão favorável ao Paraná. O Rio Branco vai recorrer e um novo julgamento, ainda sem data definida, será realizado no STJD.

Entenda o caso

O jogador Adriano de Oliveira Santos, vindo do Guarulhos, teria registro na Federação Paulista de Futebol. O Rio Branco pediu a transferência do atleta, mas os paulistas não encontraram o registro dele e teriam encontrado com nome similar na Federação Capixaba. Na verdade, se tratava de outro jogador, Adriano Oliveira dos Santos. A transferência foi paga, mas o registro na Federação Paranaense na realidade foi feito em nome do jogador do Espírito Santo.

No inquérito, o jogador alegou apenas ter jogado na Bahia e em São Paulo e não teria percebido a pequena diferença no nome no contrato por ter assinado o vínculo durante um treino. O problema foi descoberto quando um clube mineiro, o Formiga, contratou o verdadeiro Adriano Oliveira dos Santos e não encontrou o registro dele no Espírito Santo.

Desta forma, Adriano atuou seis partidas com o nome de outro atleta registrado, o que justificaria a possibilidade de perda de 18 pontos, mais os quatro pontos que foram conquistados nestes jogos, somando um total de 22.
Fonte: http://olhoabertopr.blogspot.com/

E se acham espertos...

Três contadores e três engenheiros (de produção) estavam viajando de trem para uma conferência.

Na estação, os três contadores compraram um bilhete cada um, mas viram que os três engenheiros compraram um só bilhete.

- Como é que os três vão viajar só com um bilhete? (perguntou um dos contadores)

- Espere e verá - respondeu um dos engenheiros.

Então, todos embarcaram.

Os contadores foram para suas poltronas, mas os três engenheiros se trancaram juntos no banheiro.

Logo que o trem partiu, o fiscal veio recolher os bilhetes.

Ele bateu na porta do banheiro e disse:

- O bilhete, por favor.

A porta abriu só uma frestinha e apenas uma mão entregou o bilhete. O fiscal pegou e foi embora.

Os contadores viram e acharam a idéia genial.

Então, depois da conferência, os contadores resolveram imitar os engenheiros na viagem de volta e, assim, economizar um dinheirinho. (reconheceram a boa
idéia dos engenheiros, porém com a criatividade que é peculiar da própria profissão, resolveram melhorar).

Quando chegaram na estação, a história se repetiu, ou seja, os engenheiros compraram só um bilhete mas, para espanto deles, os contadores não compraram
nenhum..

- Mas, como é que vocês vão viajar sem passagem? (um engenheiro perguntou perplexo).

- Espere e verá - respondeu um dos contadores.

Todos embarcaram e os engenheiros se espremeram dentro de um banheiro e os contadores em outro banheiro ao lado.

O trem partiu. Logo depois, um dos contadores saiu, foi até a porta do banheiro dos engenheiros, bateu e disse:

- A passagem, por favor !!!!
Thomas, o gatão.

Quatro policiais ficam feridos após capotar viatura em Curitiba

Quatro policiais ficaram feridos em um acidente que aconteceu por volta das 20h desta segunda-feira (26), no bairro Cristo Rei, em Curitiba. Segundo a Polícia Militar (PM), uma viatura do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) capotou nas proximidades da rodoferroviária. As vítimas foram encaminhadas para os hospitais Cajuru e Evangélico, duas delas em estado grave. (Foto: Adriano Gomes / RPC TV)


G1 Pr 27/09/2011

Último vigilante acusado de participação na morte de estudante é preso

O último acusado de participação na morte do estudante Bruno Strobel Coelho, assassinado em outubro de 2007, foi preso na manhã desta segunda-feira (26), em Curitiba. Leônidas Leonel de Souza, de 32 anos, foi detido por policiais da Delegacia de Vigilâncias e Capturas (DVC), quando chegava no escritório de um advogado, no bairro Boqueirão.

“Por 15 dias, mantivemos campana na rua do escritório desse advogado. Nós tínhamos recebido informações de que o acusado iria ao local”, disse o delegado Marcelo Lemos de Oliveira, responsável pela prisão. O vigilante vai responder por homicídio qualificado, tortura e ocultação de cadáver.

Felippe Aníbal/ Agência de Notícias Gazeta do Povo

Ampliar imagem
Segundo delegado, polícia armou campana na rua do advogado do acusado
Souza estava foragido desde 2008, quando a Vara Criminal de Almirante Tamandaré decretou a prisão preventiva dele. O mandado havia sido renovado em agosto deste ano. Em outubro de 2010, durante o período das eleições, o acusado havia se apresentado à Justiça, mas não pôde ser preso por causa da legislação eleitoral. Na ocasião, ele apenas foi citado oficialmente pela Justiça.

De acordo com os autos do processo, Souza participou ativamente dos atos de tortura a que o Bruno Strobel foi submetido antes de ser assassinado. O vigilante também é acusado de ter participado do plano de elaboração da execução e de ocultação do cadáver de Strobel.

O crime

O estudante Bruno Strobel desapareceu no dia 2 de outubro de 2007 e foi encontrado morto com dois tiros na cabeça uma semana depois na Rodovia dos Minérios, em Almirante Tamandaré, região metropolitana de Curitiba. De acordo com o processo, ele teria sido flagrado por funcionários da empresa de segurança Centronic, pichando o muro de uma clínica no bairro Alto da Glória, na capital.

As investigações apontaram que o jovem teria sido rendido e levado à sede da empresa de segurança, onde teria sido espancado por vigias. Durante a agressão, Bruno teria revelado ser filho de um jornalista. Diante disso, os vigilantes teriam se reunido e decidido executar o estudante, para que as agressões não viessem à tona. O rapaz teria sido levado a um matagal, onde foi assassinado.

Condenados

No dia 28 de agosto, o vigilante Marlon Balen Janke, de 33 anos, foi condenado a 23 anos de prisão em regime fechado por participação no crime. O júri considerou que ele participou do homicídio, dos atos de tortura e da ocultação de cadáver.

No mesmo julgamento, outro vigilanteDouglas Rodrigo Sampaio Rodrigues, 29 anos, foi condenado à pena de 13 anos de reclusão. Rodrigues era acusado de participação no assassinato e na ocultação do corpo. Outros quatro vigilantes aguardam julgamento.
Fonte: Gazeta do Povo 27/09/2011

Bancários decidem entrar em greve a partir de terça-feira

Os bancários de Curitiba e região metropolitana decidiram entrar em greve por tempo indeterminado a partir desta terça-feira (27). A decisão foi tomada na noite desta segunda-feira (26) em assembleia com a presença de 660 bancários. Eles rejeitaram a proposta de reajuste salarial de 8% da Federação Nacional dos Bancos (Fenaban).

De acordo com o Sindicato dos Bancários de Curitiba e Região Metropolitana, no primeiro dia de greve, nem todas as agências devem parar de funcionar. Os membros da categoria devem realizar as primeiras paralisações de serviços em agências centrais de Curitiba e cidades metropolitanas no início da manhã. Os atos devem se estender, ao logo do dia e da semana, para as demais agências. Os serviços dos caixas eletrônicos serão mantidos normalmente, segundo o sindicato. Curitiba tem 361 agências bancárias e a região metropolitana outras 167.

Febraban: greve de bancários é "fora de propósito"
Ainda segundo o órgão, não há previsão de como a greve deve acontecer nas demais cidades do interior do estado. A tendência, de acordo com o Sindicato, é que nas cidades maiores aconteça da mesma forma que em Curitiba, com o fechamento das agências centrais e depois nos bairros. Para as cidades pequenas, como o número de sedes é menor, o fechamento delas será mais rápido, afirmou o Sindicato.

Representantes do sindicato devem montar piquetes na frente das agências para impedir a entrada de funcionários.

Reivindicações

Os bancários pedem aumento salarial de 12,8%, contra 8% oferecido pela Federação Nacional dos Bancos (Fenaban). O reajuste pedido pelos bancários representa, segundo o Sindicato Nacional da categoria, 5% de aumento real e outros 7,5% relacionados à inflação projetada.

A categoria pede, também, reajuste no piso salarial, para R$ 2.297,51, além de aumento nos vales refeição e alimentação para o valor atual do salário mínimo, de R$ 545. Outras reivindicações incluem jornada de trabalho de 6 horas diárias, ampliação na contratação de profissionais e auxílio educação.
Fonte: Gazeta do povo 27/09/2011

segunda-feira, setembro 26, 2011

Cachorro morre após ser agredido por funcionário de pet shop em Curitiba

Uma cadela da raça yorkshire morreu dentro de um pet shop, em Curitiba, após ser agredida por um funcionário. De acordo com o laudo veterinário, a cadela, chamada Mia, teve parada respiratória, parada cardíaca, edema e sangramento na região do crânio. Os donos do animal registraram um Boletim de Ocorrência (BO) na Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente.

"Ele [o funcionário] disse que se sentiu ameaçado porque a cachorrinha iria tentar mordê-lo", contou o técnico em eletrônica Bruno Mazeiro, de 22 anos, que era o dono da cadela há seis anos. Segundo ele, Mia tinha menos de 30 centímetros e pesava 1,5 kg. O funcionário bateu na cabeça da cadela com uma rascadeira, instrumento utilizado para pentear pêlo de animais. "Acidentes acontecem, mas como foi de uma maneira cruel, a gente ficou chateado", lamentou.
O diretor-geral do pet shop, Luciano Mafra, afirmou que demitiu o funcionário logo após o ocorrido. “É um fato que não tem como deixar passar. É inadmissível”, disse ao G1. No entanto, o diretor não permitiu que Bruno visse as imagens do circuito de segurança do estabelecimento. "A gente quer saber a verdade, como aconteceu", afirmou Mazieiro. "Eles são responsáveis por quem contratam", acrescentou.

Mia morreu após ser agredida na cabeça por um funcionário de pet shop (Foto: Divulgação)
Mafra afirmou que pretendia “não polemizar”. Ele disse que se trata de algo desagradável, e que o estabelecimento compreende o sofrimento do dono do animal. “Só tem que pedir desculpa mil vezes”, disse. Segundo o diretor, o funcionário trabalhava há mais de um ano no local.

Compensação
"Eles devolveram o corpinho dela em um envelope", contou Bruno. Na tentativa de compensar o cliente pela perda, o pet shop deu outro cachorro da mesma raça para Bruno e a noiva, além do enxoval, as vacinas e alimentação. Para receber o animal, Bruno precisou assinar um contrato de adoção e um termo que dizia que, a partir daquele momento, o pet shop não tinha mais pendências. Bruno afirmou que a direção do pet shop não negou nada a ele.
“Até onde entendemos, fizemos o que podíamos na tentativa de sanar problema”, afirmou Mafra.

Investigação
De acordo com a Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente, o funcionário deve responder criminalmente por maus-tratos, já que há testemunhas do fato. “Quando você deixa um animal no pet shop, supõe que vão cuidar bem”, disse o policial que conversou com a reportagem. Mais detalhes sobre as investigações não foram revelados, mas o pet shop poderá responder em uma possível ação cível. O ex-funcionário do pet shop não foi localizado pelo G1 para comentar o ocorrido.
Fonte: G1 Paraná 26/09/2011

UTILIDADE PÚBLICA!!! ESPELHOS.‏

REPASSANDO CONFORME RECEBIDO........

VOCÊ SABE SE O ESPELHO EM LOCAL PÚBLICO EM QUE VOCÊ ESTÁ SE VENDO É O VERDADEIRO?

ESPELHO DE 2 DIREÇÕES: COMO DETECTAR ?

INFORMAÇÃO POLICIAL

Quando forem curtir um hotel, lojas de departamentos, pousada ou mesmo banheiro público, prestem atenção nos espelhos.

Vocês podem estar sendo observadas, por isso não custa nada fazer o teste abaixo.

Serviço de Utilidade Pública em Prol da Integridade Feminina:

Não é para assustar, mas para alertar.

Quando as mulheres vão à toaletes, banheiros, quartos de hotel, vestiários de mudar de roupa, academias, etc., quantas podem estar certas de que o espelho, aparentemente comum, pendurado na parede é um espelho de verdade ou um espelho de duas direções? (daqueles em que você vê sua imagem refletida, mas alguém pode te ver do outro lado do vidro como os da Casa dos Artistas, A Fazenda e Big Brother).

Tem havido muitos casos de pessoas instalando espelhos de duas direções em locais freqüentados por mulheres, para filmar, fotografar ou simplesmente ficar olhando.

É muito difícil identificar positivamente o tipo de espelho apenas olhando para ele.

Então, como podemos determinar com boa dose de precisão que tipo de espelho é o que estamos vendo?

É MUITO SIMPLES:

Faça apenas este teste: Toque na superfície refletida com a ponta da unha.

Se existir um ESPAÇO entre a sua unha e a imagem refletida, o espelho é GENUÍNO.

O espaço é equivalente à espessura do espelho, pois a parte que reflete é a parte do FUNDO do vidro, não a parte da frente.

Entretanto, se a unha TOCA DIRETAMENTE na imagem, NÃO havendo um espaço CUIDADO COM ELE, POIS É UM ESPELHO DE DUAS DIREÇÕES.

A parte reflexiva é a parte da frente, não a do fundo do vidro.
Então, lembre-se a cada vez que você vir um espelho, faça o "TESTE DA UNHA", tem que haver um espaço!

Aproveite para chamar a polícia, pois trata-se de crime previsto em lei.

Mulheres, ensinem isto para suas amigas!

Homens, ensinem isto para suas esposas, filhas, namoradas, amigas

TRE altera prazos do recadastramento e convoca nascidos no 1º trimestre

O Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR) mudou os prazos do recadastramento biométrico. Os eleitores que votam em Curitiba e nasceram em janeiro, fevereiro e março devem ir ao TRE até 31 de outubro. Quem não comparecer nesse prazo, terá dificuldades para fazer o recadastramento - que é obrigatório na capital paranaense.

Desde o início do processo, a orientação do órgão era de que todos os eleitores – independentemente do mês que nasceram – poderiam comparecer até o fim do prazo (20 de janeiro de 2012). Essa orientação deixou de vigorar nesse fim de semana. A mudança é para que não haja filas em janeiro de 2012.

A assessoria de imprensa do TRE-PR afirmou que o órgão tem autonomia para alterar a forma de convocar os eleitores. Aproximadamente 172,4 mil eleitores nascidos em janeiro, fevereiro e março ainda não fizeram o recadastramento.

Dos 1,3 milhão de eleitores da capital, 565 mil fizeram o recadastramento. Faltam menos de 4 meses para o término do prazo para que todos os votantes cadastrem suas impressões digitais no TRE. O órgão afirmou que não terá condições de atender todos os que deixarem para comparecer ao TRE em janeiro e por isso resolveu dificultar o processo para quem for ao órgão na última hora.

O eleitor que não comparecer ao TRE-PR terá o título cancelado e não poderá votar nas eleições municipais de 2012. O recadastramento biométrico permitirá o reconhecimento do eleitor por impressão digital e foto, dificultando as fraudes.

Novos prazos

Quem nasceu entre janeiro e março deve comparecer até 31 de outubro. Eleitores que votam em Curitiba e nasceram em abril, maio e junho serão convocados para irem ao TRE até novembro. Quem faz aniversário no terceiro trimestre será chamado até dezembro e os aniversariantes do quarto trimestre serão convocados em janeiro.

O TRE alertou que os eleitores podem adiantar o recadastramento, ou seja, quem nasceu entre abril e dezembro pode ir ao TRE antes do chamamento. O que não pode ocorrer é passar dos novos prazos estipulados pelo órgão.

Se os eleitores nascidos em janeiro, fevereiro e março não fizerem o recadastramento biométrico até 31 de outubro, terão de fazer a solicitação de restabelecimento de inscrição. Nessa situação, um juiz eleitoral irá analisar o caso e autorizar o cadastramento. Esse eleitor ainda estará sujeito ao pagamento de multa R$ 3,51.

Agendamento

O eleitor deve agendar o atendimento pelo site do TRE-PR para agilizar o processo e evitar filas. O órgão tem capacidade para atender até 12 mil pessoas por dia.

A Central de Atendimento ao Eleitor do TRE-PR funciona todos os dias da semana - inclusive sábado e domingo - das 8h30 às 18h30. O endereço é Rua João Parolin, 55, Prado Velho, Curitiba.

Fonte: Gazeta do Povo 26/09/2011

Dieta do chá


Lasanha... chá comigo
Salada... chá pra lá
Picanha... chá comigo
Carne de soja... chá pra lá
Rabada... chá comigo
Peixe grelhado... chá pra lá
Feijoada... chá comigo
Sopinha... chá pra lá
Cerveja.... chá comigo
Chazinho... chá pra lá
Açúcar... chá comigo
Adoçante... chá pra lá

Buteco... chá comigo
Academia... chá pra lá
Rodízio... chá comigo

Spa... chá pra lá

"VOCÊ NASCE SEM PEDIR E MORRE SEM QUERER! ENTÃO, APROVEITE O INTERVALO E SEJA FELIZ!" O RESTO... CHÁ PRA LÁ!
kkkkk
Tenha uma alegre e abençoada semana!!!

Thomas, o gatão

Aula marca solução para os professores da Vizivali






A aula inaugural do Curso de Licenciatura em Pedagogia para os concluintes do Programa de Capacitação da Faculdade de Vizinhança Vale do Iguaçu (Vizivali) lotou no sábado (24) o Canal da Música, em Curitiba. Foi o início da solução de um problema que atingia milhares de professores que não tinham os diplomas da faculdade reconhecidos.

O curso de capacitação será oferecido para 14.110 alunos por universidades estaduais em 49 polos de educação à distância que fazem parte da Universidade Aberta do Brasil (UAB). A aula inaugural foi transmitida ao vivo pela TV E-Paraná e para os polos no interior do Paraná.

O vice-governador e secretário de Educação, Flávio Arns, lembrou como se desenvolveu o processo para se chegar à solução da questão, que envolveu cerca de 35 mil professores egressos da Vizivali e que não conseguiram validar seus diplomas.

Arns lembrou que uma das soluções, anunciada pelo governador Beto Richa, foi a de reconhecer o diploma de cerca de 8 mil professores que já haviam feito complementação de estudos em instituições de ensino superior reconhecidas pelo Ministério da Educação. “O outro foi este curso especial”, lembrou.

Ao final das novas aulas de capacitação, os professores concluintes da Vizivali receberão diploma do curso de Pedagogia, expedido por uma das seis universidades estaduais que oferecem a complementação.

O secretário da Ciência e Tecnologia, Alípio Leal Neto, ressaltou que a construção do curso foi coletiva. “As nossas universidades não mediram esforços no enfrentamento do problema. O dia de hoje é de celebração e também de agradecimento”, afirmou.

A professora Eunice Alberton, representante da Associação dos Professores Egressos da Vizivali, contou que a validação dos diplomas foi tarefa árdua. “Voltei a ter orgulho de ser professora. Perseguimos o mesmo objetivo e houve vontade política para que isso ocorresse”, afirmou.

A aula inaugural do curso para os egressos da Vizivali também teve uma palestra da conselheira da Câmara da Educação Básica, do Conselho Nacional de Educação, Clélia Brandão. Clélia falou sobre a importância da formação docente para a qualidade da educação.

Ainda estiveram presentes o prefeito de Curitiba, Luciano Ducci, a presidente da União Nacional dos Dirigentes Municipais da Educação, Claudia Maria da Cruz, o bispo dom José Antonio Peruzzo, a reitora da Universidade de Londrina (UEL), Nádina Aparecida Moreno, o vice-reitor da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), Carlos Luciano Vargas, o reitor da Universidade Estadual do Oeste (Unioeste), Alcebíades Luiz Orlando, o reitor da Universidade do Centro-Oeste, Vitor Hugo Zanette, o reitor da Universidade do Paraná, Eduardo Rando, o presidente do Conselho Estadual de Educação, Romeu Gomes de Miranda, a presidente da APP Sindicato, Marlei Fernandes. E o deputado estadual Péricles Melo.
Fonte:http://www.educacao.pr.gov.br 26/09/2011

Rumo à (des)concentração

Curitiba é a cidade do Sul do Brasil que registra a maior densidade demográfica. Em nenhum outro lugar da região se encontram tantos habitantes em um mesmo espaço: são 4.025 curitibanos por quilômetro quadrado. O número é 77 vezes maior do que a densidade demográfica do Paraná, de 52,4 habitantes por quilômetro quadrado, de acordo com os dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) de 2010.

Mais que concentrar tantas pessoas em um território considerado pequeno (435,3 quilômetros quadrados), Curitiba se destaca no Paraná pela centralidade econômica e de serviços. Com 1,7 milhão de habitantes, a capital reúne 17% da população paranaense – porcentual que cresce à medida que são analisados indicadores específicos. Por exemplo: a capital concentra 24% do Produto Interno Bruto, 36% das matrículas no ensino superior e 71% dos repasses fundo a fundo do Ministério da Saúde para atendimentos de média e alta complexidade no Paraná (veja os números nesta página).

História

Como Curitiba e os municípios metropolitanos assumiram posição de destaque no Paraná nas últimas décadas:

Anos 50 – A economia do Paraná tinha como base o extrativismo, a pecuária e a agricultura. Não havia articulação entre as regiões nem integração na economia nacional. É criado o Plano de Desenvolvimento do Estado do Paraná.

Anos 60 – Tentando superar as fragilidades, surgem a Companhia de Desenvolvimento do Paraná e o Fundo de Desenvolvimento Econômico.

Anos 70 – A Política de Desenvolvimento Urbano do Paraná reconhece como área mais forte do estado as centralidades de Londrina, Apucarana e Maringá e identifica a de Curitiba como outra área forte. É instalada a Cidade Industrial de Curitiba, na capital, e implantada a Refinaria Presidente Getúlio Vargas, em Araucária.

Anos 80 – A maior participação na geração da renda estadual, até então garantida pelos municípios do Norte Central, desloca-se para a porção metropolitana da capital.

Anos 90 – É feita a remodelação aeroportuária em São José dos Pinhais e as montadoras Renault e Audi/Volkswagen se instalam na região.

Anos 2000 – A concentração de serviços aumenta. No início da década, Curitiba tem 16,6% do total da população paranaense.

Fonte: Informações retiradas de trabalhos do Ipardes

Com um espaço urbano bem estruturado e municípios limítrofes com vários serviços, a rede de Curitiba, formada pela capital e 13 cidades do entorno imediato, acaba influenciando as demais cidades do Paraná e parte de Santa Catarina. Estão na área de influência de Curitiba 666 municípios, com 16,2 milhões de habitantes, de acordo com dados do estudo do IBGE “Regiões de Influência das Cidades”, de 2008. Curitiba é uma das 12 metrópoles brasileiras e divide com Porto Alegre a condição de principal cidade da Região Sul. O estudo agregou dados referentes a órgãos públicos, grandes empresas, cursos superiores, saúde, lazer, compras e transporte.

Razões

A pesquisadora do Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico e Social (Ipardes) e do Observatório das Metrópoles Rosa Moura explica que a grande importância da rede de Curitiba está em concentrar um feixe de funções urbanas muito especializadas. “Tem alguns procedimentos médicos, educacionais, de consultoria, jurídicos, de comunicações, marketing, cultura e lazer que só se encontram aqui.”

Ela observa que está havendo um fortalecimento positivo da rede urbana no Paraná e em Santa Catarina. “Isso é bom porque você desconcentra a qualidade urbana para outras pessoas. Agora, sempre vai existir uma hierarquia urbana, você não tem como dotar todos os municípios do estado das mesmas condições e serviços.”

O geógrafo da Coordenação de Geografia do IBGE Marcelo Paiva da Motta destaca que a rede paranaense é bem estruturada e que existem bens e serviços suficientes para o bem imediato em cidades como Londrina, Maringá e Cascavel.

Com relação à densidade demográfica da capital, o professor do Mestrado e Doutorado em Gestão Urbana da Pontifícia Universidade Católica do Paraná Carlos Hardt explica que o indicador é resultado da otimização do espaço em razão do zoneamento do solo e de o território da capital ser pequeno nos padrões brasileiros.

Sobre a concentração de serviços, destaca que o fato de Curitiba ser uma capital exerce certa influência sobre os municípios do estado. Influência que é reforçada pela imagem que a cidade criou frente a inovações de gestão, como o trânsito, diz Hardt. “A expectativa de quem vem de uma cidade menor é conseguir bom emprego, estar numa cidade que é bem organizada.”


Centralização também gera desigualdade

“Onde mora a riqueza, mora a pobreza”, aponta a pesquisadora Rosa Moura referindo-se a Cu­­ritiba e região metropolitana. Além de concentrar a economia paranaense, afirma, a região tem o maior número de desassistidos pelas políticas públicas. “Isso é inerente ao capitalismo. Você sofistica a cidade, valoriza o solo urbano, investe em atividades tecnológicas e produtivas e ‘esquece’ as políticas públicas sociais”, completa.

Rosa aponta a necessidade ainda de planejamento, definição de estratégias para o estado e uma gestão coordenada entre os municípios. Segundo o professor Carlos Hardt, com a diminuição do ritmo de crescimento demográfico, a região pode se centrar agora em investir em melhorias para beneficiar a população que ainda não é atendida.

Políticas para o Paraná

O secretário estadual do Pla­ne­jamento e Coordenação Geral, Cassio Taniguchi, afirma que a concentração econômica e populacional pode ser observada em vários estados brasileiros, assim como em outros países. No Paraná, diz, a prioridade é a promoção do desenvolvimento sustentável e equilibrado.

Segundo Taniguchi, um maior equilíbrio demográfico está condicionado a um processo abrangente de crescimento econômico, que não exclua as regiões distantes dos grandes centros urbanos. “Por isso, o plano do governo estadual para a promoção do desenvolvimento inclui desde o incentivo à agricultura familiar até a atração de indústrias de ponta, passando ainda pelo apoio ao setor de serviços”, diz. “Com a efetivação dessa estratégia, esperamos reduzir a distância socioeconômica entre as regiões em situação desfavorável, como a porção central do estado, e as áreas mais pujantes, como a RMC [Região Metropolitana de Curitiba].” A RMC concentra 30,4% da população paranaense e 41,7% do Produto Interno Bruto do estado.
Fonte: Gazeta do povo 26/09/2011

Caminhão bitrem capota e motorista fica preso nas ferragens em Curitiba


Um caminhão bitrem capotou na manhã deste domingo (25), na BR-376 no quilômetro 601, em próximo à Cidade Industrial de Curitiba. O motorista ficou preso nas ferragens, foi socorrido pelos bombeiros e não precisou ser encaminhado para o hospital. Não houve feridos. O caminhão estava carregado de farelo de soja, que derramou no canteiro entre as duas pitas da rodovia. O trânsito flui normalmente no local.
(Foto: Adriano Gomes/ RPC TV)
Fonte G1 Pr

domingo, setembro 25, 2011

TJ determina indenização para mãe de preso que morreu na delegacia

A Justiça do Paraná determinou que o governo estadual pague uma indenização R$ 50 mil por danos morais a mãe de um rapaz que morreu, dentro da cela de uma delegacia da Região Metropolitana de Curitiba. Segundo o Tribunal de Justiça (TJ) o homem foi agredido por um policial civil.

O laudo de necropsia, afirma que a "morte resultou de uma hemorragia abdominal aguda ocasionada por um golpe contundente". Além do valor da indenização, a mãe vai receber R$ 130 por danos materiais por causa das despesas funerárias.
O relator do recurso de apelação, juiz Fernando César Zeni, afirmou que cabe ao Estado proteger o preso de eventuais violências que possam ser praticadas contra ele, seja por parte de próprios agentes, dos detentos ou qualquer outra pessoa. Para Zeni, o governo violou, por intermédio dos agentes carcerários, o dever de preservar a integridade física daquele que estava sob sua guarda e responsabilidade.
A agressão ocorreu em 7 de março de 2001, quando o rapaz foi preso, e no dia seguinte ele faleceu dentro da cela. Conforme informações do TJ, a vítima morreu porque foi esfaqueada e não em decorrência de um enfarte fulminante, como haviam relatado os policiais envolvidos na prisão.

O recurso de apelação foi impetrado por ambas as parte. Na avaliação da mãe do preso, além da indenização, era necessário o pagamento de uma pensão uma vez que o rapaz teria o hábito de ajudar nas despesas da casa. Por outro lado, a Procuradoria Estadual considerou o valor indenizatório elevado. As argumentações foram rejeitas pelo desembargadores que participaram do julgamento.
O relator Zeni afirmou que não é possível comprovar a dependência econômica entre o preso e a mãe, portanto, inapropriado conceder a pensão, e que o valor não deve ser alterado porque a morte do filho gerou danos psíquicos à mãe.
"As razões contidas na sentença não merecem qualquer reparo e a alegação de que o valor do dano moral está elevado não pode ser acolhida, visto que o Estado, segundo consta dos autos, ao retirar a vida de [...], gerou inconsequentes e infindáveis danos de ordem psíquica perante aqueles que com ele conviviam", diz parte da sentença.
Fonte: G1 PR 25/09/2011

sábado, setembro 24, 2011

Professores da Vizivali prestam homenagem a Flávio Arns

Cerca de 350 professores concluintes do Programa de Formação Docente da Faculdade Vizinhança Vale do Iguaçu (Vizivali), que atuam em municípios da região do Núcleo Regional de Educação de Laranjeiras do Sul, entregaram nesta quinta-feira (21) uma placa em homenagem ao vice-governador e secretário de Educação Flávio Arns, por ter solucionado o problema que se arrastava por mais de oito anos. Em todo o Paraná, milhares de professores que participaram do Programa ainda não conseguiram ter seus diplomas.

A aula inaugural para 13 mil professores será neste sábado (24), no Canal da Música, em Curitiba, com transmissão direta pela TV E-Paraná para todos os polos da Universidade Aberta do Brasil – UAB no Paraná.
Fonte:http://www.educacao.pr.gov.br 20/09/2011

sexta-feira, setembro 23, 2011

HAURÉLHO DAS LOURAS

Diabetes........................Dançarinas do diabo

Abismado...................Aquele que caiu num abismo

Pressupor.........................Colocar preço em algo

Missão...............................Missa prolongada

Padrão............................Padre muito alto

Estouro...........................Touro que virou boi

Democracia................Sistema de governo do inferno

Barracão...................Proibe a entrada de cachorros

Homossexual..................Sabão para lavar as partes íntimas

Ministério........................Pequeno aparelho de som

Edifício............................Antônimo de 'é fácil'

Detergente......................Ato de prender humanos

Armarinho.......................Vento que vem do mar

Eficiência..................Estudo das propriedades do 'F'

Conversão........................Papo prolongado

Barganhar...................Receber de herança um bar

Fluxograma.............Direção em que cresce o capim

Halogênio......................Cumprimento a um gênio

Expedidor.......................Antigo mendigo

Luz solar......................Sapato com luz na sola

Cleptomaníaco...............Fã de Eric Clapton

Tripulante.......................Especialista em salto triplo

Aspirado........................Carta de baralho maluca

Coitado..........................Vítima de coito

Cerveja........................O sonho de toda revista

Regime militar..................Dieta feita no exército

Bimestre..................Mestre em duas artes marciais

Caçador.........................Quem procura ter dor

Volátil..........................Avisa ao tio que vai lá

Assaltante......................Um 'A' que salta

Determine................Prender a namorada do Mickey

Pornográfico...............O mesmo que por no desenho

Coordenada...................Que não tem cor

Presidiário.......................Que é preso todos os dias

Ratificar.........................Tornar-se um rato

Suburbanos................Habitantes de túneis do metrô

Violentamente..................Viu bem devagar

Thomas, o gatão

Bancários da Grande Curitiba aprovam greve a partir da próxima terça-feira

Em assembleia ontem, os bancários de Curitiba decidiram nesta quinta-feira (22) por unanimidade rejeitar a proposta da Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) e aprovaram o indicativo de greve a partir da próxima terça-feira, dia 27 de setembro.
Uma nova reunião com a classe patronal acontece nesta sexta (23) e e diante de uma nova proposta, os bancários de Curitiba e região voltam a se reunir em assembleia na próxima segunda-feira.
Enquanto a categoria pede reajuste salarial de R$ 12,8%, a Federação Nacional dos Bancos propos de 7,8% para corrigir salários, piso, vales refeição, alimentação, auxílio-creche e a parte fixa da PLR e do adicional, e propostas rebaixadas no quesito segurança bancária e contratação de mais funcionários.
Segundo o presidente do Sindicato dos Bancários de Curitiba, Otávio Dias, a proposta patronal não atende as reivindicações da classe. De acordo com eles, os bancos oferecem 7,8% de reajuste, índice que contempla somente a reposição da inflação, sem aumento real. O percentual também foi aplicado em todas as verbas salariais como reajuste do piso e dos benefícios, decepcionando a categoria.
Fonte: www.bemparana.com.br 23/09/2011

Curitiba perde a chance de viver dia sem carro


Curitiba ignorou ontem o Dia Mundial sem Carro, comemorado em cerca de 2 mil cidades do globo. Ao contrário de outros anos, quando fechou ruas importantes e incentivou os habitantes a buscar meios de transportes alternativos, a administração pública não se mobilizou e deixou que a única ação fosse organizada pela sociedade civil: a marcha das mil bicicletas, que teve início na Praça Santos Andrade e rodou pelo centro da cidade à noite.

De acordo com a Urbs, que gerencia as ações de trânsito em Curitiba, a prefeitura decidiu não realizar nenhuma ação específica ao Dia sem Carro. A opção foi pela conscientização por meio de panfletagens – hoje, psicólogos vão conversar com motoristas em dois pontos da cidade. Desde domingo, ao menos 20 mil motoristas, pedestres e motociclistas foram abordados por agentes de educação de trânsito.

Professor do mestrado e doutorado em Gestão Urbana da Pontifícia Universidade Católica do Paraná, o arquiteto Clóvis Ultramari considera um desperdício de oportunidade para divulgar outros meios de transporte. “Esse dia poderia ser usado para fazer experiências de mobilidade na cidade. O objetivo seria testar ideias a serem aprimoradas, como a carona solidária ou o rodízio de veículos”, afirma. Ultramari lembra que a data prevê a reflexão por parte da população.

A coordenadora de Núcleo de Psicologia do Trânsito da Universidade Federal do Paraná, Iara Thielen, afirma que as panfletagens estão cumprindo o papel educativo na Semana Nacional do Trânsito. “As pessoas devem assumir sua parcela de responsabilidade e tentar se mobilizar para que o dia aconteça. Não há necessidade de a prefeitura organizar atos no dia”, opina.

Opinião

Alexandre Costa Nascimento, jornalista e ciclista

O prefeito que não sabia pedalar

O prefeito Luciano Ducci (PSB) deu sua contribuição ao Dia Mundial sem Carro despejando um pouco mais de dióxido de carbono (CO²) na já tóxica atmosfera de Curitiba. Para dar expediente ontem, o prefeito não gastou sola de sapato, não quis dar algumas pedalas e ignorou até mesmo o badalado biarticulado Azulão. Foi para o Palácio 29 de Março de carro mesmo, como sempre faz, atropelando solenemente uma data comemorada em mais de 2 mil cidades do planeta.

Se ignorou como pessoa física, Ducci também se omitiu como autoridade: não preparou nenhuma ação específica para marcar a data na cidade. Ao contrário do prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (PMDB) e do senador Eduardo Suplicy (PT), que usaram a bicicleta, saíram bem na foto, viraram notícia e de quebra ganharam a imagem de políticos “moderninhos”.

Na tentativa de reverter a imagem negativa, ainda durante a tarde de ontem, a assessoria do prefeito divulgou uma nota no site oficial da prefeitura reafirmando o “compromisso” com as bicicletas. A prova disso? A criação de uma “câmara técnica” para discutir o assunto e o projeto de implantação de 22 quilômetros de ciclovias que, sem um plano diretor, liga nada a lugar algum. “A prefeitura de Curitiba tem investido de forma significativa na melhoria das ciclovias já existentes e na ampliação da malha cicloviária de forma a garantir deslocamentos seguros para os ciclistas curitibanos”, diz o texto.

A referida nota, entretanto, omite o fato de que o mesmo prefeito que “tem toda a simpatia à causa da bicicleta” autorizou o corte de 72% no orçamento municipal para construção e manutenção da rede cicloviária da cidade, reduzindo a previsão de R$ 2 milhões para R$ 590 mil, segundo dados do site Curitiba Aberta. Em nove meses, a prefeitura só executou R$ 126 mil, no único desembolso feito durante este ano, no mês de maio.

“Magrelas”

Aproximadamente 500 ciclistas participaram da marcha das mil bicicletas. Um grupo eclético de pessoas que fazem da “magrela” um estilo de vida se reuniu na Praça Santos Andrade, sem distinções etárias ou sociais. O publicitário Eduardo Lubiazi, de 23 anos, distribuiu adesivos do “Ciclista Legal”, apoiando a relação harmoniosa entre bikes e carros. “É uma campanha de tom neutro. Os motoristas não precisam ser agressivos e os ciclistas não devem ser radicais”, diz. A campanha vai seguir na internet, via redes sociais, e os adesivos disponibilizados em locais com grande concentração de pessoas.
Fonte: gazeta do povo 23/09/2011

Derosso alega que não teve direito à defesa respeitado

Os cinco vereadores do Conselho de Ética receberam oficialmente ontem a defesa do presidente da Câmara de Curitiba, João Cláudio Derosso (PSDB), no processo que pede seu afastamento do Legislativo por 90 dias. No documento, Derosso argumenta que o processo deve ser arquivado por três motivos: seu direito de ampla defesa não teria sido respeitado; os prazos regimentais não teriam sido cumpridos; e a punição recomendada não seria condizente com o teor do relatório elaborado por Jorge Yamawaki (PSDB).

Três vereadores do Conselho de Ética formam a comissão que vai elaborar a resolução final que será votada em plenário: Noêmia Rocha (PMDB), Pastor Valdemir Soares (PRB) e Dirceu Moreira (PSL).

Longo caminho

Votação em plenário ainda pode demorar

Ainda há um longo caminho a ser percorrido até que o afastamento do vereador João Cláudio Derosso (PSDB) seja votado em plenário. O relatório apresentado pelo vereador Jorge Yamawaki (PSDB) e aprovado pelo Conselho de Ética ainda precisa ser transformado em uma resolução por uma comissão de inquérito, formada por três membros do conselho. Depois disso, deve passar pela procuradoria jurídica e pela Comissão de Legislação e Justiça (CLJ). Isso, claro, se a defesa de Derosso não for acatada e a resolução não for arquivada.

Recebida a defesa, a comissão de inquérito, formada por Noêmia Rocha (PMDB), Pastor Valdemir Soares (PRB) e Dirceu Moreira (PSL) tem um prazo indeterminado para avaliar a defesa e realizar novas diligências. Feito isso, a comissão tem duas opções: redigir a resolução, com prazo de sete dias, confirmando a pena de afastamento ou arquivar o processo.

Depois disso, a resolução segue para a procuradoria jurídica da Câmara, que avalia sua legalidade e instrui a decisão da CLJ, que efetivamente decide se a resolução apresentada é ou não é legal. Caso seja, o processo segue para o plenário. A procuradoria tem 30 dias para apresentar sua instrução e a CLJ tem dez dias para mandar seu relatório para a Mesa Executiva, que tem mais 15 dias para iniciar a discussão da resolução em plenário. O regimento determina que o voto seja secreto. (CM)

De acordo com os advogados de Derosso, o conselho não poderia estabelecer uma pena sem que antes houvesse uma defesa por parte do acusado – o que foi classificado como uma “completa inversão dos atos tendentes à apuração das denúncias”. Esse procedimento é referendado pelo regimento interno da Câmara, mas afrontaria a Constituição Federal. Entretanto, é válido lembrar que Derosso depôs em duas ocasiões, nos dias 18 e 23 de agosto, e que sua defesa foi levada em consideração no relatório.

O argumento em relação ao descumprimento dos prazos diz que o Conselho de Ética apresentou o relatório quatro dias depois da data-limite. Segundo o regimento, as diligências necessárias deveriam ser feitas em até 30 dias, com mais dez dias para a redação do relatório. A apresentação da denúncia aconteceu no dia 19 de julho e a primeira reunião foi no dia 21. Para a defesa, o prazo máximo de apresentação seria, portanto, no dia 28 de agosto. Entretanto, o relatório foi apresentado apenas no dia 1.º de setembro.

Presidente do conselho, o vereador Francisco Garcez (PSDB) rebateu ambos os argumentos da defesa do vereador. “Seguimos rigorosamente o regimento e, portanto, os prazos. Também garanti ampla defesa ao vereador”, afirmou. “Estamos tranquilos quanto ao cumprimento do rito”, disse.

O terceiro ponto seria a discrepância entre a penalidade sugerida e o teor do relatório. No entendimento da defesa, o relatório de Yamawaki confirma a legalidade dos atos licitatórios, mas pede afastamento por causa da omissão de informações relativas ao relacionamento de Derosso com a jornalista Cláudia Queiroz Guedes. A jornalista, que é mulher do vereador, é proprietária da empresa Oficina da Notícia, uma das empresas que prestaram serviços de publicidade para a Câmara.

Segundo a defesa, não houve omissão de informações, já que Derosso confirmou ter um relacionamento afetivo com Cláudia. Na defesa, os advogados também apelam para a questão política, insinuando que as denúncias contra Derosso foram motivadas pela possibilidade de ele ser candidato a vice-prefeito de Curitiba em 2012. “Os fatos acusatórios imputados ao denunciado, após mais de 20 anos de vereança sem qualquer tipo de mácula, foram realizados no exato momento em que seu nome foi cogitado por terceiros à candidatura de vice-prefeito. Coincidência?”, diz o documento.
Fonte: Gazeta do povo 23/09/2011

quinta-feira, setembro 22, 2011

1959 X 2011

Cenário 1: João não fica quieto na sala de aula. Interrompe e perturba os colegas.

Ano 1959: É mandado à sala da diretoria, fica parado esperando 1 hora, vem o diretor, lhe dá uma bronca descomunal e volta tranquilo à classe.

Ano 2011: É mandado ao departamento de psiquiatria, o diagnosticam como hiperativo, com trastornos de ansiedade e déficit de atenção em ADD, o psiquiatra lhe receita Rivotril. Se transforma num Zumbí. Os pais reivindicam uma subvenção por ter um filho incapaz.


Cenário 2: Luis quebra o farol de um carro no seu bairro.

Ano 1959: Seu pai tira a cinta e lhe aplica umas sonoras bordoadas no traseiro... A Luis nem lhe passa pela cabeça fazer outra nova "cagada", cresce normalmente, vai à universidade e se transforma num profissional de sucesso.

Ano 2011:Prendem o pai de Luis por maus tratos. O condenam a 5 anos de reclusão e, por 15 anos deve absterse de ver seu filho. Sem o guia de uma figura paterna, Luis se volta para a droga, delinque e fica preso num presídio especial para adolescentes.

Cenário 3: José cai enquanto corria no patio do colégio, machuca o joelho. Sua professora Maria, o encontra chorando e o abraça para confortá-lo...

Ano 1959: Rapidamente, João se sente melhor e continua brincando.

Ano 2011: A professora Maria é acusada de abuso sexual, condenada a três anos de reclusão. José passa cinco anos de terapia em terapia. Seus pais
processam o colégio por negligência e a professora por danos psicológicos, ganhando os dois juizos. Maria renuncia à docência, entra em aguda depressão e se suicida...

Cenário 4: Disciplina escolar
Ano 1959: Fazíamos bagunça na classe... O professor nos dava umas boa "mijada" e/ou encaminhava para a direção; chegando em casa, nosso velho nos castigava sem piedade.

Ano 2011: Fazemos bagunça na classe. O professor nos pede desculpas por repreendernos e fica com a culpa por faze-lo . Nosso velho vai até
o colégio se queixar do docente e para consolá-lo compra uma moto para o filhinho.

Cenário 5: Horário de Verão.

Ano 1959:Chega o dia de mudança de horário de inverno para horário de verão. Não acontece nada.
Ano 2011: Chega o dia de mudança de horário de inverno para horário de verão. A gente sofre transtornos de sono, depressão, falta de apetite, nas mulheres aparece celulite.

Cenario 6: Fim das férias.

Ano 1959: Depois de passar férias com toda a família enfiada num Gordini, após 15 dias de sol na praia, hora de voltar. No dia seguinte se trabalha e tudo bem.

Ano 2011: Depois de voltar de Cancún, numa viajem 'all inclusive', terminam as férias e a gente sofre da síndrome do abandono, pánico, attack e seborréia...


Pergunto eu ...

QUANDO FOI QUE NOS TRANSFORMAMOS NESTE BANDO DE BOSTAS...?

Thomas, o gatão.

Advogados de Derosso protocolam defesa para evitar perda de mandato por 90 dias


Os advogados do presidente da Câmara Municipal de Curitiba, João Cláudio Derosso (PSDB), protocolaram na tarde desta quarta-feira (21) a defesa para evitar que o vereador perca o mandado por 90 dias. Derosso é investigado pelo Conselho de Ética da Casa e por uma Comissão Especial de Inquérito (popularmente conhecida como CPI do Derosso) por supostas irregularidades cometidas na contratação de empresas que prestaram serviços de publicidade para o legislativo municipal.

Em entrevista ao G1, o advogado Figueiredo Bastos confirmou a entrega da defesa e afirmou que não iria informar qual foi a linha adotada para tentar manter o mandato de Derosso. “O que nós estamos alegando é de interesse exclusivo do cliente”, declarou.

Pesa sobre Derosso denúncias de que ele teria contratado a empresa da esposa, a jornalista Cláudia Queiroz, para prestar serviços de publicidade para a Câmara. A empresa teria concorrido e vencido a licitação no mesmo período em que Queiroz era funcionária, com cargo comissionado, na Casa. Cláudia Queiroz foi convidada pelo Conselho de Ética para prestar esclarecimentos, mas não compareceu.
Fonte: http://olhoabertopr.blogspot.com 22/09/2011

Atlético perde para o Bahia e se complica mais na tabela

O Atlético foi derrotado pelo Bahia por 1 a 0 na noite desta quarta-feira (21) em Salvador. O resultado foi péssimo para as pretensões atleticanas, já que impede que o Furacão saia da zona de rebaixamento na próxima rodada. O único gol da partida foi marcado por Júnior.

O Ceará, que joga na quinta-feira, fica no mínimo a quatro pontos de distância do Atlético. Agora o Furacão terá de tentar diminuir a distância da degola no sábado, às 18 horas, contra o Fluminense, na Arena da Baixada.

O jogo

Na primeira etapa, as duas equipes começaram se estudando, com o Atlético dominando a posse de bola nos primeiros momentos. A principal chance atleticana foi com Morro García aos 20 minutos. Ele recebeu cruzamento de Edilson e cabeceou para fora.

O Bahia teve as chances mais perigosas da etapa com Souza e Marcos obrigando Renan Rocha a duas grandes intervenções. Os baianos reclamaram de um pênalti de Renan Rocha sobre Jones aos 45 minutos. A infração não foi marcada e o jogador recebeu o amarelo por simulação.

No segundo tempo, o jogo seguiu equilibrado com o Atlético forte defensivamente. Porém, no único grande cochilo, aos 30 minutos, o Bahia aproveitou. Júnior recebeu lançamento, a zaga pediu impedimento e ele colocou por cima de Renan Rocha.

Atrás no marcador, o Atlético partiu desordenadamente para cima e chegou a ter Renan Rocha no ataque na última bola parada da partida, em que o Bahia se defendeu com competência e saiu com mais uma vitória em casa.
Fonte: Gazeta do povo 22/09/2011

Coxa vence Cruzeiro e segue na cola no grupo da Libertadores

O Coritiba segue firme na caminhada para se aproximar do grupo dos primeiros colocados do Brasileiro, que garante vaga na Libertadores de 2012.

Nesta quarta-feira (21), o Alviverde venceu o Cruzeiro por 2 a 1, no Couto Pereira, e subiu para a oitava posição na tabela de classificação. No entanto, a distância para o G4(grupo dos que garantem vaga na competição continental) segue a mesma do início da rodada, pois o Fluminense venceu o Avaí por 3 a 1 também nesta quarta.

Os gols do Coritiba foram marcados por Bill e Marcos Aurélio. Bobô descontou para a Raposa, numa falha do goleiro Vanderlei. A derrota deixou o time mineiro mais próximo da zona de rebaixamento.

No domingo, às 16 horas, o Coxa enfrenta o Ceará, em Fortaleza. O volante Leandro Donizete desfalca o time de Marcelo Oliveira.

O jogador foi punido com um jogo de suspensão, em julgamento realizado nesta quarta-feira (21) no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), e está fora do compromisso coxa-branca do fim de semana.

O jogador foi penalizado por um lance na partida contra o Corinthians, na 21ª rodada. Em uma disputa de bola, Leandro Donizete levantou demais a perna e
acabou acertando o rosto do zagueiro Chicão.

"Não sei se haveria essa punição em outra equipe. Ele pegou forte na bola e acabou acertando o jogador", disse o técnico Marcelo Oliveira, anunciando que Willian deve ser o substiuto do Donizete no Presidente Vargas, em Fortaleza.

Éverton Costa, que entrou no segundo tempo no lugar de Rafinha, lesionado, recebeu o terceiro amarelo e também não joga domingo.

Cruzeiro valorizou vitória, diz treinador Coxa

Marcelo Oliveira disse que a reação do Cruzeiro no segundo tempo valorizou a vitória Alviverde diante da torcida.

"Houve uma reação do Cruzeiro, jogadores mais rápidos na marcação. Foi um resultado sofrido pelo segundo tempo, mas muito valorizado pela qualidade do adversário", analisou o treinador.
Fonte: gazeta do povo 22/09/2011

Corpo encontrado em vala no Caximba é de sócio do "Baile do Pato”

Um corpo encontrado na tarde de domingo (18), próximo ao aterro da Caximba, em Curitiba, foi identificado como do empresário Arnaldo de Souza, de 54 anos. Ele era sócio do tradicional “Baile do Pato”, realizado em Piraquara, na região metropolitana, e pertencia à família fundadora do evento. A polícia já definiu uma linha de investigação.

O empresário estava desaparecido desde o fim da tarde de sábado (17). A irmã da vítima contou à polícia que Souza saiu de casa, em Piraquara, para se encontrar com a namorada, que trabalha em um lava-carros na Vila Oficinas, em Curitiba. Desde então, ele estava desaparecido.

A identificação só ocorreu na tarde de terça-feira (20), feita por meio de confronto de digitais. De acordo com a Delegacia de Homicídios (DH), o corpo foi localizado em uma vala lateral na estrada que dá acesso ao aterro da Caximba. A perícia apontou que Souza foi morto a golpes de arma branca e que havia ferimentos na cabeça da vítima. O cadáver estava enrolado em pedaços de pano e já se encontrava sem olhos – possivelmente pela ação de aves - e em estado inicial de putrefação.

“Tudo leva a crer que o empresário foi morto em outro local, possivelmente em Piraquara, e que o corpo foi abandonado naquele local”, observou o delegado Cristiano Augusto Quintas dos Santos, responsável pelas investigações.

A partir da identificação do corpo, a DH iniciou as investigações. Segundo o delegado, a polícia já levantou algumas informações importantes, a partir das quais foi possível definir uma linha de investigação. “Por enquanto, vamos manter os trabalhos sob sigilo, até que possamos confirmar alguns detalhes”, disse o delegado. A polícia procura informações sobre o veículo que o empresário teria usado quando saiu de casa.
Fonte: Gazeta do povo 22/09/2011

Vereadores aprovam aumento de 11 para 15 cadeiras na Câmara Municipal

Os vereadores do município de Almirante Tamandaré, na região metropolitana de Curitiba (RMC), aprovaram, em sessão realizada nesta quarta-feira (21), o aumento do número de cadeiras da Casa de 11 para 15. De acordo com o presidente da Câmara, Aldnei Siqueira (DEM), a alteração não vai aumentar as despesas do município com o Legislativo municipal.

Siqueira destaca que Almirante Tamandaré teve 13 vereadores até 2004, mas o número foi reduzido após uma decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Nesta quarta-feira, os vereadores poderiam aumentar o número de parlamentares para até 17. O presidente da Câmara afirmou que seis vereadores votaram por 15 cadeiras, dois votaram por 13, um para que fossem mantidas as 11 e dois estavam ausentes. “Os vereadores tomaram a decisão e o plenário é soberano, não tem como contestar”, diz Siqueira.

Segundo o vereador, o recadastramento de pessoas que moram próximas à divisa entre o município da RMC e Curitiba deve elevar o número de eleitores da cidade. O presidente da Câmara afirma que projeções do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) apontam que o número do eleitorado de Almirante Tamandaré deve chegar a 70 mil nas próximas eleições.

De acordo com dados disponibilizados no site do TSE, Almirante Tamandaré contava com 55.047 eleitores em agosto de 2008 e passou a contar com 60.985 em agosto deste ano.

Siqueira ainda garante que o orçamento do município não será prejudicado com o aumento de quatro vereadores. “O repasse de recursos é de 6%, independente do número de vereadores. A adequação do orçamento cabe à administração da Câmara”, explica o presidente da Câmara do município.
Fonte: Gazeta do povo 22/09/2011

quarta-feira, setembro 21, 2011

Prefeitura de Curitiba em ação

As 16h do dia 20/09/2001... detalhe no jornal da janela, para luz (sol) nao atrapalhar o cochilo do motorista da Prefeitura de Curitiba, esse é o resultado dos nossos imposto, funcionários cansados, de tanto trabalhar......

terça-feira, setembro 20, 2011

PSDB de Curitiba volta a ter presidente, agora é Fernando Ghignone

Depois de seis meses sem ter um presidente, o PSDB de Curitiba definiu na noite de segunda-feira a nova cúpula municipal do partido. O presidente da Sanepar, Fernando Ghignone, irá comandar o diretório municipal provisório dos tucanos. Não está definido quando haverá a escolha do diretório definitivo. Mas, segundo Ghignone, isso ocorrerá antes das eleições de 2012.

O diretório tucano da capital estava sob intervenção do comando estadual do partido desde março, quando o grupo político do ex-presidente municipal do partido, o vereador João Cláudio Derosso, entrou em confronto com o grupo do ex-deputado Gustavo Fruet, que se desfiliou do partido.

Fruet, que pretendia se lançar candidato a prefeito de Curitiba pelo PSDB, trombou com a direção da legenda na capital, que defendia a tese de que a legenda tem de apoiar a reeleição do atual prefeito Luciano Ducci (PSB). Especulava-se que Derosso pretendia ser candidato a vice-prefeito na chapa de Ducci. A ideia da intervenção era evitar que as animosidades se transformassem em um racha no partido. Não deu certo: em 13 de julho, Fruet deixou a legenda.

Reestruturação

Segundo Ghignone, o trabalho da nova executiva começa por reestruturar o partido no município. “O primeiro passo é reorganizar as zonais, que estavam bem estruturadas antes da intervenção”, comenta. De acordo com ele, esse processo deve ser rápido.

Além de Ghignone, devem compor o diretório curitibano outros seis tucanos: o deputado federal Fernando Francischini (primeiro vice-presidente); o vereador João do Suco (segundo vice-presidente); o deputado estadual Mauro Moraes (secretário); o secretário estadual de Saúde Michele Caputo Neto (tesoureiro). Com­­pletam a chapa dois vogais: o ve­­rea­­dor Emerson Prado e o chefe de gabinete da Casa Civil José Carlos Campos Hidalgo.

NOVO PARANÁ: O Caos da unificação de salas de aulas no Paraná

Secretario de Educação e vice-Governador Flavio Arns e o Governador Beto Richa

Fazendo a diferença

Mãe e filhos normalmente quando vemos um artigo começando assim logo pensamos que é uma fatalidade, tragédia,drogas, vandalismo, esse primeiro passo que dou hoje é para que no futuro não precise estar na porta de uma delegacia,hospital, necrotério,para ver ou socorrer meus filhos.

A secretaria de Educação do Estado do Paraná determinou que á partir do dia 1/9/2011 algumas séries seriam unificadas para otimizar espaço e simplesmente aplicou sem sequer saber a opinião dos pais, os pais do Colégio Cecilia Meireles estão indignados com tal decisão governo uniu turmas que nem se conhecem em um mesmo espaço e se comparando á uma cadeia o espaço é menor os professores tem 50 minutos de aulas o ideal é 25 alunos por salas hoje tem 35 e pretendem chegar a 40, as salas de aulas que foram desocupadas estão vazias os professores não conhecem a dificuldade de cada aluno que esta fazendo parte do grupo á partir de agora para visualizar a lousa esta dificultoso para andar pior ainda.

No governo de Roberto Requião ele priorizava o ensino todas as idéias que eram criadas ele deixava a critério de cada colégio quem queria aplicar aplicava. Esse governo atual determina e ponto, Mauricio Partos Chefe de Núcleo comentou que ele dá aulas ate para 40 alunos, mais qual é a matéria que ele se formou? Só Pode ser Educação Física ¨ao ar livre¨ Rosângela responsavel pela ¨fiscalização¨do colégio disse perante os pais que o governo precisa dessa economia e que nada vai mudar. Que os colégios particulares tem 40 alunos por sala, então ela deixou de falar de pessoas para falar de metros quadrados uma sala de aula particular é duas vezes e meia maior que a convencional do Estado. Dilma a nossa presidenta prioriza a Educação de quem?

Pais somos responsáveis pelo futuro dos nossos filhos o governo a cada minuto muda de ideia e vejo que esse vai ser pior vai tirar o ensino de adultos noturno, vai ter uma demanda de demissões de professores na rua o salário já reduziu e as aulas também, precisamos lutar para que nossos filhos sejam biólogos,cientistas,tenham profissões porque para fazer parte do governo não precisa tanto e quem está lá não sabe o valor quem o aprendizado, o que se aprende se leva pra vida inteira.
Vamos fazer uma passeata contra essa decisão estamos em época de recuperação escolar proximo do Enem e esse problema esta afetando nossos filhos diretamente.

Por Marcia Leuterio
Mãe de aluno


COMENTADO POR CESAR MINOTTO

Este é o "Novo Paraná"? Aquele prometido em discursos doces feitos pelo atual governador Beto Richa , onde falava que iria governar para os Paranaenses, que tudo iria melhorar, daí pergunto: Governar para os paranaenses é não escutar os pais de alunos, alunos, professores e diretores das escolas estaduais e simplesmente determinar com um "canetaço" a mudança, digamos uma péssima mudança para a educação paranaense, é fato, sala com mais alunos o aprendizado é mais dificíl, basta perguntar isso para um professor, poderia perguntar isso ao Secretario de Educação Flavio Arns, ele é professor, mas pelo jeito faz muito tempo que não conhece a realidade das nossas escolas, falam-se em economizar, que o estado precisa economizar, mas é certo ser radical ao ponto de querer economizar na educação? Educação é a raíz do conhecimento, então não deveria economizar e sim investir, e investir pesado, pois a educação pública estadual está falida a anos....

Após conversão proibida, carro bate em ônibus biarticulado em Curitiba

Um acidente entre um carro e um ônibus biarticulado na manhã desta terça-feira (20), no centro de Curitiba, deixou uma mulher de 47 anos com ferimentos leves. Os veículos colidiram após a motorista do carro realizar uma conversão proibida na Avenida Sete de Setembro, segundo a polícia. Ela foi encaminhada ao Hospital Evangélico e passa bem. A pista está liberada para trânsito (Foto: Reprodução RPC TV)

Fonte: G1 Pr 20/09/2011

Nascimento das Maria's


Nasceram dia 15 de setembro,em Curitiba, as princesinhas Maria Beatriz e Maria Eduarda.
Filhas de Tatiana e Wellington. As meninas são sobrinhas netas do blogueiro Cesar Minotto (olhoabertopraná.blogspot.com)
Parabéns ao feliz casal e que Deus os cubra de bençãos.

Chuva e acidentes deixam o trânsito lento no Centro de Curitiba


Chuva e acidentes no Centro de Curitiba deixam o trânsito lento em alguns trechos na manhã desta terça-feira (20). Um dos pontos complicados era no cruzamento da Avenida Sete de Setembro com a Avenida Marechal Floriano Peixoto.

Um carro da Polícia Civil e um ônibus biarticulado colidiram por volta das 9h20 e o atendimento ao acidente ainda estava em andamento por volta das 10h25. O trânsito era lento na região, de acordo com a Diretoria de Trânsito de Curitiba (Diretran).

Dois policiais ficam presos nas ferragens em acidente no Centro de Curitiba
Havia lentidão também na esquina da Avenida Visconde de Guarapuava com a Rua Mariano Torres. Um ônibus metropolitano da linha Curitiba/São José colidiu com uma motocicleta, por volta das 9 horas. O condutor da moto teve ferimentos leves e foi encaminhado para um hospital da capital. Os reflexos do acidente ainda eram sentidos no trânsito por volta das 10h25.

Outro acidente foi registrado na esquina da Avenida Marechal Floriano Peixoto com a Avenida Marechal Deodoro, por volta das 8h15. Um ônibus e um carro bateram nesse cruzamento e uma pessoa ficou ferida. O atendimento a esse acidente já foi encerrado, de acordo com a Diretran.

A Diretran destacou que as pistas estão molhadas por causa da chuva e que os motoristas devem ter atenção redobrada na manhã desta terça-feira.
Fonte: Gazeta do povo 20/09/2011

Polícia e revendedoras de motos promovem blitze em Curitiba

Uma parceria entre quatro concessionárias de motocicletas e o Batalhão de Polícia de Trânsito (BPTran) vai promover blitze educativas nesta terça-feira (20), no cruzamento entre a Avenida a República Argentina e Avenida Presidente Kennedy, no bairro Portão, em Curitiba.
“Eles vendem, então, também têm a parcela de responsabilidade da segurança dos motociclistas”, declarou o coronel Noemir Mattos de Souza. Os policiais farão a abordagem dos motoristas e os representantes das concessionárias vão distribuir folders educativos e ofertar serviços de manutenção, como troca de lâmpadas, de pneus e engraxe de correias, a preços promocionais.

Segundo o coronel Mattos, o objetivo da blitz é orientar e conscientizar para diminuir o número de acidentes envolvendo motociclistas.

Não haverá fiscalização, uma vez que a ação visa orientar os motoristas, a não ser, ressaltou o coronel, que seja algo aparente. “Não tem como fechar os olhos”, comentou.
Na quinta-feira (22), último dia da Semana do Trânsito, a blitz será na Boca Maldita, no Centro de Curitiba. O foco, entretanto, muda. As concessionárias e o BPTran vão instruir os pedestres.
A ideia e orientá-los a evitar acidentes, uma vez que o número de atropelamentos por motos, de acordo com o coronel Matto, é considerado elevado.
Veja onde e os horários das blitze
Endereço: Av. Republica Argentina, esquina com Av. Presidente Kennedy – bairro Portão
Data: 20/09/11 (terça-feira)
Horário: 8h
Endereço: Boca Maldita - Centro
Data: 22/09/11 (quinta-feira)
Horário: 11h
Fonte: G1 Pr 20/09/2011

Falta de transparência marca o financiamento final da Arena

O Banco Nacional do Desenvol­­vi­­mento Econômico e Social (BNDES) recebeu uma carta-consulta, datada de 14 de setembro, do governo do Paraná solicitando o empréstimo de R$ 123 milhões. Dinheiro este que seria usado para concluir a Arena da Baixada. É hoje o único número sólido na matemática que envolve a finalização do estádio para a Copa de 2014.

Nem mesmo o total de R$ 180 milhões, com isenção de impostos, estimado para a realização da obra é considerado confiável.

Há indícios de que dia 27, na próxima reunião da Comissão do Mundial do clube, responsável por tocar a reforma do Joaquim Amé­­rico, os custos apresentados já se­­jam superiores. “Pode ser mais, menos, ninguém sabe ao certo ainda”, ad­­mi­­tiu o secretário estadual para assuntos da Copa, Mario Celso Cunha.

Em relação à engenharia para bancar o término da praça esportiva, o político admitiu não estar completamente a par do processo.

Por enquanto, poucas mu­­danças são oficiais, como a en­­trada do BNDES na jogada.

Pela manobra, o governo do estado pede o financiamento ao banco usando o potencial construtivo – títulos imobiliários da prefeitura de Curitiba – como ga­­rantia de pagamento. Uma iniciativa que já havia sido descartada pela entidade anteriormente, mas que foi reapresentada após trabalho de articulação política nos bastidores – leia-se medo de a obra não ser concluída a tempo.

Para os envolvidos no pedido de empréstimo, os documentos imobiliários, que valiam R$ 90 milhões quando foram lançados, já teriam sido valorizados para R$ 123 mi­­lhões. E é nisso que se fiam. “Por causa da atualização do Custo Unitário Básico (CUB)”, levantou Cunha, referindo-se a um indicador que mostra o custo básico da Construção Civil.

Não há certeza da aprovação do pedido, nem de o clube retirar a quantia que precisa em troca desses papéis.

Caso faça os R$ 90 milhões do potencial construtivo renderem R$ 123 milhões no BNDES, restariam pelo menos R$ 57 milhões que o Rubro-Negro te­­ria de desembolsar para fe­­char a conta final.

Estima-se que o clube já contabiliza nesta conta R$ 20 milhões investidos na compra do terreno e no projeto da obra. Essa diferença de R$ 37 milhões não é confirmada pelos rubro-negros. Procurado pela reportagem, o presidente da Comissão da Copa do Atlé­­tico, Mario Celso Petraglia, se recusou a falar (leia mais nesta página).

Já na Agência de Fomento do Paraná, indicada por Cunha para explicar detalhadamente o processo da conclusão da Baixada, ninguém retornou ao pedido de entrevista. A entidade está ajudando de perto na formação da Socie­­dade de Propósito Específico (SPE), futura gestora da obra – com participação majoritária do clube.
Fonte: Gazeta do povo 20/09/2011

segunda-feira, setembro 19, 2011

'Operação Vida' prende 25 pessoas durante o fim de semana em Curitiba

A 'Operação Vida' realizada pela Polícia Militar (PM), em Curitiba e Região Metropolitana durante o fim de semana resultou na prisão de 25 pessoas, dez delas em flagrante.
Outras 13 pessoas foram autuadas e terão que pagar multa de R$ 74 mil por transportar 135 pássaros silvestres sem registro do Ibama. Além das aves, os policiais apreenderam armas, drogas e 28 veículos. A operação começou às 18h de sexta-feira (16) e encerrou na madrugada de domingo (18).
A ação, que visa combater a criminalidade, contou com 680 policiais militares e 90 guardas municipais, segundo a PM.
"O maior resultado deste tipo de operação é a prevenção. Quando a população observa a presença da Polícia Militar na rua, sente-se mais segura e sabe que não haverá delitos nesses dias, horários e lugares", afirmou o coronel Marcos Teodoro Scheremeta.
Blitz
Durante a operação foram realizadas 30 blitz na cidade. Internautas movimentaram as redes sociais para 'alertar' sobre os locais onde estavam sendo realizadas as abordagens.
FOnte: G1 19/09/2011