segunda-feira, maio 16, 2011

Comunidade acadêmica da Spei protesta contra violência.

Alunos e professores da faculdade Spei organizaram um ato público, na noite de quinta-feira, no centro, para homenagear o empresário Paulo Augusto Fernandes de Sousa, 49 anos, e pedir mais segurança.

Paulo era dono da cantina da sede da instituição, na Alameda Carlos de Carvalho, e foi assassinado a facadas logo após sair da igreja, na manhã de domingo, em Campo Largo. Um suspeito foi preso dois dias depois.

Cerca de 500 estudantes se mobilizaram com carro de som e faixas dizendo “Não à violência. Sim à vida” e “Amor, paz e vida”. “Começamos o ato às 20h30, porque era o horário em que todo mundo descia para o intervalo e ia para a cantina”, explicou o estudante Eduardo Donizette.

www.parana-online.com.br 16/05/2011

Um comentário:

  1. Luiz Eduardo Godoy28 de maio de 2011 16:44

    Era um grande homem, trabalhei na Spei e sempre lanchava na cantina. Uma Triste notícia. Que Deus de força para os seus filhos continuarem lutando.

    ResponderExcluir